COMUNIDADE: Livro “Em Tarde Ser – Crônicas, Fotos e Haikais” resgata memórias do Ikoi-No-Sono

O advogado e psicanalista Gonçalo Luiz de Melo e o fotógrafo Luiz Barros Braga lançam o livro “Em Tarde Ser – Crônicas, Fotos e Haikais” nesta sexta-feira (12), às 19h, no Salão de Eventos do Nikkey Palace Hotel, no bairro da Liberdade, na capital paulista. A obra é reporte de memórias, fotos e histórias de 23 protagonistas, residentes da Assistência Social Dom José Gaspar – Ikoi-No-Sono. O evento contará também com a mostra fotográfica ‘Em Tarde Ser’, que permanecerá em exposição no mezanino do hotel durante os dias 12, 13 e 14 de fevereiro.

 

Da esquerda para direita Luiz Barros Braga (fotógrafo), Gonçalo Luiz de Melo (psicanalista), Sonoko Yoshiyasu (presidente do Ikoi- No-Sono), Izumu Honda (diretor superintendente) (Foto: Luci Judice Yizima)

Da esquerda para direita Luiz Barros Braga (fotógrafo), Gonçalo Luiz de Melo (psicanalista), Sonoko Yoshiyasu (presidente do Ikoi-No-Sono), Izumu Honda (diretor superintendente)                                     (Foto: Luci Judice Yizima)

 

Gonçalo conta quando e como surgiu a ideia do projeto. “Tudo começou em 2011, oficinas com o patrocínio da Panco e pelo Programa de Incentivo à Cultura do Estado de São Paulo – ProacSP”, diz. “O projeto foi iniciado há quatro anos, e teve como objetivo colher depoimentos, testemunhos, confissões e imagens dos residentes do Ikoi-No-Sono, que após tratamento literário e fotográfico foram transformadas em crônicas, fotos e haicais”, destaca o psicanalista.

Os autores foram inspirados nas oficinas, com bate papo informal com os internos da entidade. Segundo eles, recortes poéticos da vida de cada um, onde os residentes foram passando todas as emoções da vida. “O trabalho foi um profundo conhecimento dos próprios internos. Foi um processo longo, onde exigiu tempo e paciência”, afirma Gonçalo.

Para o fotógrafo Braga que deixou de lado a plástica e focou na beleza estética, destacando as emoções estampada na imagem do idoso. “Você sabe que orientais não se abre com facilidade, ele tem muito receio, né? Foi um trabalho longo e difícil, porém muito gratificante”, explica Braga, que conquistou a amizade dos residentes.

A presidente da entidade, Sonoko Yoshiyasu destaca a importância do trabalho desenvolvido pelos autores na instituição. “A dupla desenvolveu um magnífico trabalho, resgatou diferentes histórias fragmentadas pelo tempo”, elogia. “Conhecemos a história, a vida particular contada espontaneamente um a um, não fazíamos ideia da riqueza que cada um dos 23 residentes guardava em si. Foram recordações, sentimentos de momentos felizes outros não, a obra registra e revive a vida de cada protagonista”, define Sonoko.

Além do lançamento do livro, estará em exposição 18 painéis com 36 fotos de todos os residentes da entidade. O livro não será vendido, porém quem quiser pode contribuir com qualquer quantia.

LUCI JUDICE YIZIMA

LUCI JUDICE YIZIMA

Jornalista e Fotógrafa
lucijornalismo@hotmail.com
LUCI JUDICE YIZIMA

Últimos posts por LUCI JUDICE YIZIMA (exibir todos)

     

     


     

     

    Lançamento do livro “Em Tarde Ser – Crônicas, Fotos e Haikais”

    Onde: Nikkey Palace Hotel – Rua Galvão Bueno, 425 – Liberdade – São Paulo – SP (Próx. Metrô São Joaquim)

    Quando: 12 de Fevereiro às 19h00

    Informações: (11) 3208-7248 ou 3209-0215

     

     

    Related Post

    CIDADES: Joe Hirata faz shows no interior paulista O mês de junho costuma ser agitado para o cantor Joe Hirata. Prova disso é sua agenda, com shows todos os finais de semana. Ele esteve, por exemplo, a...
    HAICAI BRASILEIRO O Jornal Nippak publica aqui os haicais enviados pelos leitores. Haicai é um tipo de poema que se originou no Japão. Seu maior expoente é Matsuo Bashô...
    MÚSICA: Haicu apresenta novo disco no Oi Futuro Ip... O Haicu, duo formado pelo casal Pedrinhu Junqueira e Júlia Shimura, acaba de lançar seu álbum de estreia, homônimo. O trabalho, recheado de letras poé...
    COPA DAS CONFEDERAÇÕES: O jogo Brasil x Japão mo... Grande movimentação no terminal rodoviário de Brasília (foto: Luci Judice Yizima)   A abertura dos jogos da Copa das Confederações mudou o...

    Faça seu comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *