COMUNIDADE: Novo Delegado do 1º DP pretende se aproximar mais da comunidade

 

O doutor José Sampaio Lopes Filho, com 51 anos de idade, paulistano, formado em Medicina com especialização em Psiquiatria e Ciências Jurídicas, assumiu há seis meses como delegado titular o Primeiro Distrito Policial – Delegacia de Polícia Regional da Sé. O Distrito fica em um dos bairros mais movimentados da cidade, a Liberdade, com isso cresce também a criminalidade. O delegado pretende se aproximar mais da comunidade, desenvolver ações que possam diminuir os furtos, roubos de carros e o consumo de drogas.

 

Dr. José Sampaio Lopes Filho assume a Delegacia de Polícia Regional da Sé (foto: Luci Judice Yizima)

 

Em entrevista ao Jornal Nippak, o delegado José Sampaio Filho destaca a satisfação de trabalhar no bairro da Liberdade. “O bairro da Liberdade é um lugar especial, com uma população diferenciada, um local bem atípico”, diz. “Sempre tive afinidades com orientais, fui praticante de judô durante 30 anos, frequentei a Associação Esportiva Tucuruvi, onde tive a oportunidade de conhecer muito a cultura japonesa”, declara o delegado.

“Meu maior desafio como delegado é tentar prestar um bom trabalho, um bom serviço à comunidade com as leis vigentes. Apesar de a justiça ser muito paternalista”, critica. “Meu maior desafio em relação ao bairro é reunir a comunidade, verificar as opiniões, e priorizar as reais necessidades da Liberdade. Hoje, o maior ofensor no bairro é a mini cracolândia que se formou na Rua Mituto Mizumoto”, avalia.

“Precisamos ter a presença da comunidade nas reuniões do Conseg Liberdade (Conselho de Segurança da Liberdade) com propostas e argumentos, vejo sempre as mesmas pessoas. Quero que todos participem das reuniões para decidirmos as melhorias no bairro”, comenta doutor Sampaio.

Doutor José Sampaio fala em criar uma sala nas dependências da delegacia para atender e ouvir melhor o cidadão que queira dar sugestões e críticas. Uma sala que seja da comunidade, onde o cidadão se sinta a vontade para criar ações de melhorias para o bairro. Quanto à questão dos dependentes químicos no entorno da Liberdade, o doutor Sampaio pretende como médico verificar quem quer ser ajudado, fazer um cadastro e procurar instituições que possam ajudar essas pessoas a se reabilitar. “Infelizmente não podemos esperar uma ação só do Estado, precisamos nos unir e com a ação e ajuda de todos podemos ter um resultado positivo”, conclui Sampaio.

Com 28 anos de experiência na área de Segurança Pública, doutor Sampaio informou que trabalhou em Osasco, em vários distritos de Guarulhos na Grande São Paulo. Já passou pela estrutura interna da Câmara dos Deputados em Brasília, foi Divisionário de Prevenção de Assistência na Saúde, foi delegado ambiental e trabalhou no Gabinete do Secretario. Agora pretende colocar o bairro Liberdade em ordem com a ajuda da comunidade.

 

(Luci Júdice Yizima)

 

 

Redação

Redação

nippak@nippak.com.br
Redação

Últimos posts por Redação (exibir todos)

Related Post

MEMAI: MANABU MABE EM COLEÇÃO DA FOLHA   Capa da edição Manabu Mabe da Coleção Folha . Imagem: divulgação. O pintor Manabu Mabe é o tema da edição 13 da Coleção Folha Grande Pin...
JAPÃO POR SILVIA KIKUCHI: Médico se desculpa por p... O caso do brasileiro que foi tratado com violência verbal em hospital de Iwata ganha repercussão na mídia local   “Kuso, shine” (merda, morra...
TÊNIS DE MESA/64º INTERCOLONIAL: Eric Jouti e Izum...   Eric Jouti e Izumi Nishida são os grandes campeões individuais do 64º campeonato Brasileiro Intercolonial de Tênis de Mesa, realizado de24 a...
BUNKYO/ELEIÇÃO: Com recusa de Jorge Yamashita, dir... Considerado o “candidato ideal” e que seria “consenso” entre os membros da diretoria do Bunkyo (Sociedade Brasileira de Cultura Japonesa e de Assistên...

One Comment

  1. com esse delegado que é um profissional inigualável tudo vai dar certo medico humano e muito competente as pessoas vão ter as respostas que procuram

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *