COMUNIDADE: Novos generais de brigada nikkeis destacam importância de se preservar valores éticos

 

Os dois novos generais de brigada nikkeis, Rui Yutaka Matsuda e Riyuzo Ikeda, destacaram em seus discursos durante cerimônia organizada por diversas entidades nipo-brasileiras na noite de 29 de junho, no Salão Nobre do Bunkyo (Sociedade Brasileira de Cultura Japonesa e de Assistência Social), a importância de se preservar os valores herdados de nossos ancestrais.

 

Coordenador do livro “O Nikkei no Brasil, Kiyoshi Harada presenteou generais com exemplares da obra (foto: JIRO MOCHIZUKI)

 

 

“Chegamos aqui não somente por nossos méritos, que acho que foi uma parte pequena, mas mais por estímulo de nossos pais e avós. Crescemos com base nos valores que cultuamos e que foram trazidos do Japão por nossos ancestrais”, disse o general Rui Matsuda, que após a promoção, em 12 de abril, assumiu o comando da 4ª Bda C Mec (Brigada de Cavalaria Mecanizada) em Dourados (MS), considerado um dos pontos estratégicos do Exército Brasileiro no país, onde está sendo implantado o projeto piloto do Sisfron (Sistema de Monitoramento de Fronteiras).

 

General Matsuda (foto: Jiro Mochizuki)

 

Para Matsuda, vivemos em uma “sociedade meritocrática e o maior exemplo de guerreiro japonês está materializado na pele de Miyamoto Musashi, que disse que, quanto mais forte for a pessoa, mais humilde ele precisa ser”.

“Por isso temos que ter responsabilidade para usarmos deforma humilde e inteligente o poder que hoje nos é delegado”, destacou Matsuda, que agradeceu “a toda comunidade japonesa que fincou aqui suas raízes e transmitiu seus valores”.

Já Riyuzo Ikeda, que foi acompanhado de sua esposa, Solange Maria Diniz Gonçalves Ikeda, fez uma comparação entre os hinos nacionais brasileiro e o japonês. Ikeda, que foi promovido para exercer o cargo de Chefe do Estado-Maior do Comando Militar do Sudeste, observou que “o hino japonês é bastante curto, quase uma poesia de difícil compreensão, com notas suaves que nos conduzem a refletir e que nos levam a sensação de paz”. “Uma característica do povo japonês”, disse ele, explicando que o hino brasileiro é justamente o “contrário, é demasiadamente longo, com descrições ricas de um país gigante”.

 

General Ikeda (foto: Jiro Mochiizuki)

 

Empolgação – “Estes dois povos se uniram através da imigração formando a maior comunidade nikkei fora do Japão. Tinha tudo para ser um encontro conflitante, mas acabou se tornando bastante harmonioso”, disse Ikeda, afirmando que uma de suas atribuições é a de cuidar da segurança das delegações estrangeiras que estão vindo ao Brasil para a Copa do Mundo. “Quem sabe não tenhamos um final feliz para brasileiros e japoneses”, arriscou.

A cerimônia em homenagem aos dois novos generais de brigada nikkeis contou ainda com a presença de outros dois generais nikkeis: Ângelo Kawakami Okamura e Akira Obara, o primeiro nikkei a alcançar o generalato no Brasil.

Empolgado, Obara pediu para que os presentes aplaudissem de pé os homenageados. Lamentou a não leitura dos currículos – o que depois foi feito – dos oficiais, “valentes samurais que alcançaram o posto de generais”.

 

General Obara foi o primeiro nikkei a atingir o generalato (foto: Jiro Mochizuki)

 

Não menos entusiasmado, o general Okamura “pediu um tempo para reverenciar nossos antepassados e lembrar daqueles que já se foram, incluindo meu pai que estaria feliz de estar presente aqui”. Okamura saudou os dois amigos, contemporâneos da academia militar, para que saibam utilizar o poder “da melhor forma possível”. “Baseado na ética, moral e respeito aos antepassados. Isso fará a diferença e nos faz ter um norte no momento em que estamos perdendo as referências”, garantiu Okamura.

 

General Okamura pediu um tempo de silêncio em homenagem aos que se foram (foto: Jiro Mochizuki)

 

Também discursaram o presidente do Bunkyo, Kihatiro Kita, que falou em nome das entidades nikkeis, e o cônsul Motohiro Hoshino. Estiveram presentes ainda o vereador George Hato (PMDB), o presidente do Enkyo (Beneficência Nipo-Brasileira de São Paulo), Yoshiharu Kikuchi; o presidente do Kenren (Federação das Associações de Províncias do Japão no Brasil), Mikihisa Motohashi; e o “sempre deputado”, Hatiro Shimomoto.

 

Grupo de amigos homenageou novos generais de brigada (foto: Jiro Mochizuki)

 

O Nikkei no Brasil – Na ocasião, o presidente do Conselho Deliberativo do Bunkyo, o jurista Kiyoshi Harada, entregou  aos generais Okamura, Matsuda e Ikeda um exemplar da terceira edição do livro “O Nikkei no Brasil”. Coordenado por Harada, a obra reúne artigos de 11 colaboradores de diferentes áreas e narra a trajetória desde os momentos que antecederam a vinda dos primeiros imigrantes até os dias atuais, com menção especial à presença nikkei nas Forças Armadas. Os homenageados ganharam ainda uma placa das entidades e um quadro do grupo de amigos liderados pelo assessor da Presidência da Sansuy, Yasuyuki Hirasaki.

A esposa de Ikeda, Solange Maria Diniz Gonçalves Ikeda, recebeu um buquê de flores entregue pela vice-presidente do Bunkyo, Harumi Goya.

 

(Aldo Shiguti)

 

 

 

 

Redação

Redação

nippak@nippak.com.br
Redação

Últimos posts por Redação (exibir todos)

Related Post

SHIN HAGAKURE: Governador Geraldo Alckmin recebe f... O governador do Estado de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB) recebeu, no último dia 9, em SEU Gabinete, no Palácio dos Bandeirantes, no bairro do Morum...
ESPECIAL/18º FESTIVAL DO JAPÃO: Miss Nikkey Brasil... Suzana Yosino Simões, paranaense da cidade de Londrina, 20 anos, estudante de direito na UEL (Universidade Estadual de Londrina) e maquiadora profissi...
ARTES MARCIAIS: Nikkeis tomam posse na diretoria d... A Confederação Brasileira de Mixed Martial Arts (MMA) realizou no último dia 25, no Auditório Franco Montoro da Assembleia Legislativa do Estado de Sã...
SILVIA IN TOKYO: MENINO É ENCONTRADO EM HOKKAIDO Yamato Tanooka, de 7 anos, que estava desaparecido desde o dia 28 nas montanhas de Nanae, em Hokkaido, foi encontrado com vida. Na manhã do dia 3, ...

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *