COMUNIDADE: Okinawa Festival inicia contagem regressiva para show com Begin

Se os admiradores da cultura japonesa, em especial os moradores da zona Leste da capital paulista, já aguardavam ansiosos a proximidade do Okinawa Festival, este ano eles têm um atrativo a mais para ficarem ainda mais impacientes. Realizada anualmente pela Associação Okinawa de Vila Carrão entre os meses de agosto e setembro, este ano a 13ª edição acontece excepcionalmente nos dias 7 e 8 de novembro, no Centro Esportivo Educacional Vicente Ítalo Feola, na Vila Manchester.

 

Evento tem foco na cultura okinawana, mas abre as portas para culturas de todas as províncias (Foto: divulgação)

Evento tem foco na cultura okinawana, mas abre as portas para culturas de todas as províncias (Foto: divulgação)

 

Segundo o presidente da Comissão Organizadora do evento, Takeyoshi Teruya, a mudança ocorreu por dois motivos. Primeiro, para comemorar os 120 Anos do Tratado de Amizade, Comércio e Navegação Brasil-Japão. No entanto, o vice-presidente da AOVC, Tério Uehara, lembra que não é a primeira vez que o evento será realizado em novembro. A segunda e terceira edições também foram realizadas no penúltimo mês do ano. “Depois, o evento passou a ser realizado em setembro até a sexta edição quando, por ocasião das comemorações do Centenário da Imigração Japonesa no Brasil, de comum acordo antecipamos para agosto para recebermos uma enorme delegação estrangeira que participou das festividades”, conta Tério.

O outro motivo da mudança da data ocorreu justamente para coincidir com a vinda de outros convidados especiais de Okinawa. Trata-se da Banda Begin, que desembarcará em solo brasileiro no dia 3 de novembro para duas únicas apresentações no país antes de se apresentar no Peru, nos dias 14 e 15 de novembro.

Atração aguardada não só pela comunidade okinawana e pela nipo-brasileira, de forma geral, a apresentação dos músicos é também a realização de um sonho para os organizadores. “Sempre pensávamos nessa possibilidade. Então, para nós a presença da Banda Begin no Okinawa Festival significa a realização de um sonho”, conta Tério, explicando que “já estamos em contagem regressiva para o grande dia”.

 

Marcio Kimoto, a terceira visita ao país – as duas primeiras foram em 2011 e 2013 – acontece no momento em que a Banda Begin comemora 25 anos de carreira. (Foto: divulgação)

A Banda Begin comemora 25 anos de carreira. (Foto: divulgação)

 

Surpresas – Para o produtor oficial da turnê na América Latina, Marcio Kimoto, a terceira visita ao país – as duas primeiras foram em 2011 e 2013 – acontece no momento em que a Banda Begin comemora 25 anos de carreira. “Desde o início de outubro eles estão em turnê pelo Japão com direito a lançamento de um CD com músicas ineditas”, revela Kimoto, explicando que, além do Brasil e Peru, a banda também estará se apresentando no Havaí.

Para estes dois shows no Okinawa Festival, Márcio Kimoto antecipa que o Begin promete surpresas. Como serão duas apresentações, o produtor acredita que também serão dois shows distintos, um com músicas inéditas e outro com os hits que consagraram o trio formado por Eisho Higa, Masaru Shimabukuro e Hitoshi Uechi.

 

Serão dois shows distintos, um com músicas inéditas e outro com os hits que consagraram o trio formado por Eisho Higa, Masaru Shimabukuro e Hitoshi Uechi. (Foto: divulgação)

Serão dois shows distintos, um com músicas inéditas e outro com os hits que consagraram o trio formado por Eisho Higa, Masaru Shimabukuro e Hitoshi Uechi. (Foto: divulgação)

 

DVD – “Com certeza, quem for assistirá apresentações diferentes daquelas de 2011 e 2013”, assegura Kimoto, revelando que nos dois dias haverá um estande no local com produtos originais da banda, incluindo o DVD do show realizado no Anhembi, lançado no Japão em março deste ano.

A verdade é que os músicos do Begin tem um carinho muito especial pelo Brasil. Tanto que em junho a banda lançou um CD no Japão em ritmo de marchinhas de carnaval, além de duas músicas cantadas em português: “Está chegando a hora” e “Ó Abre Alas”.

Essa relação, que teve início em 2011, ficou ainda mais intensa em 2013 com a figura do músico Hidenori Sakao, um dos pioneiros no intercâmbio musical entre os dois países. Mais recentemente, em julho, durante show da banda em Okinawa, eles se apresentaram ao lado dos músicos brasileiros Luizinnho 7 Cordas e Osvaldinho da Cuíca, que também tocaram na segunda passagem do trio pelo país.

Apesar de ser o ponto alto do 13º Okinawa Festival, é bom lembrar que o show da Banda Begin é “apenas” uma das atrações do evento, que a exemplo das edições anteriores manterá uma programação diversificada cuja proposta é promover uma integração com os moradores da região, além de divulgar a cultura okinawana e também de outras províncias.

 

Performance dos grupos de taikô é uma das atrações (Foto: Aldo Shiguti)

Performance dos grupos de taikô é uma das atrações (Foto: Aldo Shiguti)

 

Outras atrações – Assim, ao lado dos números já consagrados como as apresentações dos grupos de taiko Ryukyu Koku Matsuri Daiko e Requios Gueinou Doukoukai Eisá Taiko, que se apresentam com mais de 600 jovens, de artes marciais – com a participação de mais de 500 atletas de karatê, kung fu, kobudô, judô e bunomai e aikidô – e performances no estilo Okinawa Buyou, o público poderá conferir atrações como o Grupo Represa com sua tradicional dança Awa Odori.

 

Ideia do Festival é promover integração com a comunidade local (Foto: Aldo Shiguti)

Ideia do Festival é promover integração com a comunidade local (Foto: Aldo Shiguti)

 

 

Apresentação de karatê de Okinawa é sempre muito esperado (Foto: Aldo Shiguti)

Apresentação de karatê de Okinawa é sempre muito esperado (Foto: Aldo Shiguti)

 

Alimentação – “Também teremos novidades na praça de alimentação, que ganhará em número de barracas e terá uma maior variedade gastronômica”, explica Teruya, que agradece a colaboração de diretores, voluntários, patrocinadores e “todos aqueles que estão sempre nos ajudando, como o vereador Ushitaro Kamia, que viabilizou parte da estrutura para trazer mais conforto para o público”.

Tério lembra que o show da Banda Begin dentro do Okinawa Festival será gratuito. Os organizadores solicitam apenas a contribuição com um quilo de alimento não perecível na entrada do Okinawa Festival.

Em 2014 foram arrecadados 15 toneladas de alimentos que foram doados a 13 entidades assistenciais. Para este ano, os organizadores esperam receber um público “um pouco maior” do que os cerca de 20 mil visitantes que passaram pelo CEE Vicente Ítalo Feola nos dois de programação.

 

ALDO SHIGUTI

ALDO SHIGUTI

Redator-chefe
ashiguti@uol.com.br
ALDO SHIGUTI

Últimos posts por ALDO SHIGUTI (exibir todos)

     


     

     

    13º OKINAWA FESTIVAL

    Quando: Dias 7 e 8 de novembro. Sábado, das 11 às 21 horas, e domingo, das 11 às 20 horas

    Onde: CEE Vicente Ítalo Feola (Praça Haroldo Daltro, s/n – em frente à Associação Okinawa Vila Carrão)

    Entrada franca. Solicita-se a colaboração com um quilo de alimento não perecível

    Mais informações:

    www.okinawafestival.com.br

     

     

     

     

    Related Post

    CRIME: Senado aprova projeto de lei que acelera ju... A Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) do Senado Federal aprovou, no dia 24, o projeto de lei nº 2839/2011 de autoria da deputada feder...
    PALESTRA: A Fundação Japão São Paulo promove event... Palestra, workshop e demonstração fazem parte do evento, que é gratuito e aberto ao público   A Fundação Japão em São Paulo promove neste sáb...
    ANDRADINA: JAMIL ONO QUER CAMPUS DA USP NA REGIÃO ... Em mais um projeto do ex-prefeito de Andradina (SP) e atual assessor de assuntos de estratégicos da atual prefeita Tamiko Inoue (PCdoB), Jamil Ono, in...
    RECONHECIMENTO: Walter Ihoshi conquista prêmio do ... O deputado federal Walter Ihoshi (PSD-SP) teve sua atuação parlamentar reconhecida durante a entrega do V Prêmio Cebrasse do Setor de Serviços. Conced...

    Faça seu comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *