COMUNIDADE: Polícia Civil contribui com a segurança no entorno do Estádio Municipal Mie Nishi no Bom Retiro

 

Delegado Eduardo Cardoso de Almeida Castanheira e Nilson Lopes Martins (foto: Luci Judice Yizima)

 

No mês de abril inicia o calendário oficial dos jogos de beisebol, no Estádio Municipal do Mie Nishi, localizado no Bairro do Bom Retiro na capital paulista, onde sediará importantes jogos da Confederação Brasileira de Beisebol e Softbol e da Federação Paulista de Beisebol e Softbol de diversas categorias. Para garantir a segurança dos atletas, familiares e frequentadores do estádio, o 2º Distrito Policial, sob a gestão do Delegado Titular doutor Eduardo Cardoso de Almeida Castanheira colabora com as rondas de policiais civis no local.

 

 

Comunidades coreana, judaica, boliviana, paraguaia, européia e japonesa no bairro sabem que podem contar sempre com o apoio e a parceria da Polícia civil na questão da segurança, afirma o Doutor Castanheira. (foto: Luci Judice Yizima)

Em entrevista ao Jornal Nippak o delegado Eduardo Cardoso de Almeida Castanheira fala sobre a parceria para com a comunidade do Bom Retiro,em especial Estádio Municipal do Mie Nishi. “Até então, antes de trabalhar no bairro não conhecia o estádio, bem como não tinha conhecimento do esporte de beisebol no Brasil”, diz. “Como Delegado de Polícia Titular da Região do Bom Retiro, fico satisfeito em colaborar com a segurança do Estádio e seu entorno”, declara o policial civil Castanheira.

“Foi através do Nilson Lopes Martins, chefe dos investigadores do distrito que tive acesso ao estádio e conhecimento do beisebol. Pois o filho do investigador pratica beisebol no estádio há sete anos”, comenta. De acordo com doutor Castanheira o bairro do Bom retiro atrai pessoas do Brasil inteiro, pois tem um comércio de vestuário muito intenso. “O que acaba chamando atenção e a cobiça de criminosos”, afirma. “Mas a presença das comunidades coreana, judaica, boliviana, paraguaia, européia e japonesa no bairro sabem que podem contar sempre com o apoio e a parceria da Polícia civil na questão da segurança. Colocamos à disposição uma equipe de plantão para eventual demanda”, conclui o delegado Castanheira. Para Castanheira se faz necessário esta parceria amistosa com a comunidade e com o esporte, que é diferente e multidisciplinar.

(Luci Júdice Yizima)

Redação

Redação

nippak@nippak.com.br
Redação

Últimos posts por Redação (exibir todos)

Related Post

SUMÔ: Atletas buscam patrocínio para participar do...   A Confederação Brasileira de Sumô realiza neste fim de semana (19 e 20), no Ginásio de Sumô do Centro Esportivo e Cultural Brasil-Japão, no ...
ARTIGO: 2014, ano de muito trabalho e também de mu... Hélio Nishimoto (*)   Neste ano, depois do frustrante desempenho da Seleção Brasileira na última Copa do Mundo de Futebol, realizada em nos...
COMUNIDADE: Encontro das Entidades Nikkeis elabora... Uma realização da Uces – União Cultural e Esportiva Sudoeste – em parceria com as entidades participantes, o 2º Encontro Entre Representantes Regionai...
MUSICA: CANÇÕES QUE TOCAM NA ALMA JAPONESA   Realizado pelo Grupo The Friends, 14º Melodias Imortais têm ingressos à venda     Um espetáculo diferente. Assim é o Melodias...

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *