COMUNIDADE: Santa Cruz homenageia Seigo Tsuzuki, ex-ministro da Saúde

O Hospital Santa Cruz realizou, no último dia 25, cerimônia em homenagem ao médico e ex-ministro da Saúde, Seigo Tsuzuki. Na ocasião, foi descerrada uma placa de agradecimento por sua “inestimável e histórica contribuição na reintegração do Hospital Santa Cruz e aos anos dedicados â administração da insttituição”. Estiveram presentes, entre outros, a cônsul geral adjunto do Japão em São Paulo, Hitomi Sekiguchi; o vereador Aurélio Nomura (PSDB); o ex-reitor da USP (Universidade de São Paulo), Flavio Favas de Moraes, o corpo clínico e diretores do hospital, além de familiares do homenageado – a esposa, Dona Áurea; o filho, Eduardo, a nora, Paula e o neto, Rafael.

 

ABRE

Hospital Santa Cruz homenageia Seigo Tsuzuki, ex-ministro da Saúde. Foto: Jiro Mochizuki

 

Nascido na cidade paulista de Promissão, Seigo Tsuzuki, que foi titular do Ministério da Saúde entre 17 de janeiro de 1989 a 14 de março de 1990, foi fundamental na articulação da reintegração do hospital à comunidade nipo-brasileira, confiscado pelo governo brasileiro durante a Segunda Guerra Mundial.

Em seu discurso, o presidente do Hospital Santa Cruz, Renato Ishikawa, destacou a trajetória do ex-ministro, “um brilhante cirurgião cardiovascular, que ao lado de Euryclides de Jesus Zerbini levava esperança a cada novo transplante de coração que realizava”, cuja posição no governo do então presidente José Sarney “abria novos caminhos para a revogação do Decreto de 14 de junhgo de 1943, onde a Sociedade de Beneficência Santa Cruz [entidade mantenedora do hospital] foi nacionalizada pelo governo brasileiro”.

 

O médico e ex-ministro da Saúde, Seigo Tsuzuki com médicos do Hospirtal Santa Cruz. Foto: Jiro Mochizuki

O médico e ex-ministro da Saúde, Seigo Tsuzuki com médicos do Hospirtal Santa Cruz. Foto: Jiro Mochizuki

 

“Em meio à tristeza da 2ª Guerra Mundial e o rompimento das boas relações entre Brasil e Japão, amargurávamos mais esse petardo que nos foi lançado sem piedade, considerado pelo então ministro como uma das grandes injustiças históricas no Brasil”, destacou Ishikawa, lembrando que “num encontro com o amigo Takeshi Imai [fundador da Hatsuta Industrial], ele abraçou o Movimento Cívico pela Reintegração do Hospital”.

“Se como professor da Faculdade de Medicina da USP, Seigo Tsuzuki já reunia uma frente unida com os alunos dizendo: ‘vocês tem que lutar pelo Hospital Santa Cruz’, imaginem o que ele poderia realizar sendo ministro da Saúde”, disse o presidente do Santa Cruz, explicando que “o marco inicial para esse resgate aconteceu no aniversário de 80 anos da imigração japonesa no Brasil, comemorado em 1988, e com a fundação da Associação Nikkey de Leões do Brasil”.

“E com o empenho do Dr. Seigo Tsuzuki, em 13 de janeiro de 1990 o presidente José Sarney excluía do regime de administração federal a Sociedade de Beneficência Santa Cruz. Neste trabalho, teve o apoio fundamental do então ministro da Justiça, José Saulo Ramos, como ele mesmo relata em seu livro, Código da Vida”, destacou Renato Ishikawa.

 

O homenageado e esposa com Rafel Mabe, Ishikawa e Milton Osaki. Foto: Jiro Mochizuki

O homenageado e esposa com Rafel Mabe, Ishikawa e Milton Osaki. Foto: Jiro Mochizuki

 

Medalha de ouro – Hitomi Sekiguchi felicitou Seigo Tsuzuki pela justa homenagem e o parabenizou pelos feitos “não só na área médica como também pelas grandes conquistas em toda sua vida”. Segundo ela, na ressaca pós-Olimpíada, “em que a comunidade comemora grandes conquistas esportivas, a Medicina também merece nota 10”. “O Santa Cruz enviou um time ao Rio de Janeiro para prestar atendimento aos turistas japoneses e o ex-ministro Seigo Tsuzuki merece medalha de ouro pelo seu trabalho durante todos esses anos”, finalizou a cônsul.

Já o vereador Aurélio Nomura, que em 1997 concedeu o título de Cidadão Paulistano a Seigo Tsuzuki, disse que, “entre tantas vitórias e conquistas obtidas pelo homenageado em sua trajetória, a principal no dia de hoje foi o seu seu trabalho para que a comunidade nipo-brasileira pudesse reaver o hospital Santa Cruz”.

 

Dona Áurea, o neto Rafael, Ishikawa, Sekiguchi e Seigo Tsuzuki. Foto: Aldo Shiguti

Dona Áurea, o neto Rafael, Ishikawa, Sekiguchi e Seigo Tsuzuki. Foto: Jiro Mochizuki

 

“Foi graças a sua persistência junto ao ministro Saulo Ramos que conseguimos retomar o Santa Cruz”, lembrou Nomura, que emfatizou também a importância do hospital. “Cada tijolo guarda uma história da contribuição de um imigrante e também da Casa Imperial, que ajudou na construção deste hospital e que hoje caminha para se tornar uma referência na área da Medicina”, concluiu o líder da bancada do PSDB na Câmara Municipal de São Paulo.

Bastante emocionado, Seigo Tsuzuki compartilhou a homenagem com todos que contribuíram para que o Santa Cruz pudesse alcançar um nível de excelência que o coloca no mesmo patamar de hospitais comunitários como o Sírio-Libanês e o Oswaldo Cruz.

 

O filho Eduardo, a nora, Paula, o neto, Rafael e a esposa, Áurea. Foto: Aldo Shiguti

O filho Eduardo, a nora, Paula, o neto, Rafael e a esposa, Áurea. Foto: Jiro Mochizuki

 

Tsuzuki lembrou também seu empenho junto às empresas japonesas. “Hoje, o Hospital Santa Cruz conta com novos serviços e equipamentos modernos e de qualidade”, disse ele, explicando que sua ligação com o Santa Cruz é ainda mais antiga do que se possa imaginar. “Meu pai guardava com muito orgulho um diploma que recebeu por ter contribuído com sua construção”, justificou Tsuzuki, acrescentando que na época da intervenção o hospital ficou “parado”.

“Sem investimentos dignos durante muitos anos, o Santa Cruz ficou em estado de abandono. Trouxe minha equipe do Incor e fizemos um levantamento andar por andar. Graças a ajuda de todos, em especial das senhoras que se mobilizaram para promover bazares em prol do hospital, hoje o Santa Cruz vem somar-se a outros bons hospitais que temos em São Paulo, oferecendo serviços de qualidade e com equipamentos modernos. Por isso, sou grato pois todos entenderam a importância de apoiar nossa luta”, finalizou Seigo, que, como superintendente do Hospital Santa Cruz, fortificou a credibilidade da insitituiçãopor meio de sua gestão administrativa de excelência.

 

Sekiguchi, Seigo, Ishikawa, dona Áurea e Aurélio Nomura. Foto: Jiro Mochizuki

Sekiguchi, Seigo, Ishikawa, dona Áurea e Aurélio Nomura. Foto: Jiro Mochizuki

 

Conferência – No dia 26, um dia após a homenagem ao ex-ministro Seigo Tsuzuki, o Hospital Santa Cruz realizou, no Bkue Tree Paulista, em São Paulo, o 1st Hospital Santa Cruz International Conference and 9th Go Global Osaka University, realizado pelo Centro de Pesquisa, Ensino e Cultura (CEPEC) do Hospital Santa Cruz (HSC) e pelo Center for Global Health da Universidade de Osaka. O evento teve como objetivo consolidar a parceria estabelecida entre o Hospital Santa Cruz e a Universidade de Osaka, do Japão, visando à troca de conhecimento e tecnologia entre as duas instituições.

A Universidade de Osaka é uma das mais renomadas do Japão, sendo reconhecida principalmente por sua atuação nas áreas de medicina, tecnologia, ciência e direito. Por meio do programa “Go Global”, organizado pelo Center for Global Health, a Instituição costuma promover o intercâmbio de conhecimento com outras nações. A participação dos profissionais da Universidade na conferência médica do Hospital Santa Cruz configura a nona edição do “Go Global”, desta vez realizada no Brasil.

 

ALDO SHIGUTI

ALDO SHIGUTI

Redator-chefe
ashiguti@uol.com.br
ALDO SHIGUTI

Últimos posts por ALDO SHIGUTI (exibir todos)

     

     

    Related Post

    MÚSICA: Maiko Kozakura retorna ao Brasil para duas... Em novembro do ano passado, os fãs da música japonesa – em especial do estilo new enka – se surpreenderam, positivamente, com o talento e carisma de u...
    MANGÁ: 43º Prêmio Literário Nikkei destaca trabalh...   No último dia 16 de novembro, foi realizada a cerimônia de premiação da 43° edição do Prêmio Literário Nikkei, que entre suas categorias nov...
    FUTEBOL: 45ª Copa São Paulo Hitachi de Futebol Jún...     (Fotos: Luci Judice Yizima)     A 45° Copa São Paulo Hitachi de Futebol Júnior teve inicio no dia 03 de jan...
    ARTE E CULTURA: Eduardo Okamoto e Antônio Salvador...   Por Maria Alice da Cruz   Antônio Salvador e Eduardo Okamoto no espetáculo Recusa (foto: divulgação)   A atuação no e...

    Faça seu comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *