COMUNIDADE: Selo comemorativo e a ampliação do programa de de intercâmbio marcam o Centenário da Asociação Kagoshima

 

A Assembléia Legislativa do Estado de São Paulo abriu suas portas no domingo passado (20) para a realização da Cerimônia do Centenário de Fundação da Associação Cultural Kagoshima do Brasil e dos 105 Anos da Imigração Japonesa no Brasil. A solenidade foi dividida em duas partes. A primeira, dedicada aos discursos e homenagens, foi realizada no auditório Juscelino Kubitschek, que ficou completamente lotado. A segunda, onde foi servido o almoço para mais de 500 pessoas e realizados o corte do bolo e a cerimônia do Kagami Wari (quebra da tampa do barril de saquê), com direito a bolo de aniversário, ocorreu no hall da Alesp.

 

100 Anos de Fundação da Associação  Cultural Kagoshima do Brasil e dos 105 Anos da Imigração Japonesa no Brasil. (foto: Aldo Shiguti)

 

Estiveram presentes, do lado japonês, uma comitiva da província de Kagoshima liderada pelo vice-governador Yoshiyuki Houtai e pelo presidente da Assembléia Legislativa daquela província, Kenichi Ikehata, e que reuniu também prefeitos e deputados provinciais,além do cônsul geral do Japão em São Paulo, Noriteru Fukushima, que retornou de viagem àquele país.

Do lado brasileiro, prestigiaram o evento o deputado estadual Jooji Hato (PMDB), o deputado federal Junji Abe (PSD-SP) e diversos presidentes de kenjinkais. Destaque também para as presenças do presidente da Associação das Famílias dos Emigrantes de Kagoshima, Takashi Kawabata, e representantes da Argentina e do Paraguai.

 

Vice-governador de Kagoshima – Yoshiyuki Houtai,  presidente da Assembléia Legislativa de Kagoshima – Kenichi Ikehata, presidente da Associação Kagoshima – Akinori Sonoda, Deputado Estadual – Jooji Hato, Deputado Federal – Junji Abe, Cônsul do Japão – Noriteru Fukushima(foto: Aldo Shiguti)

 

Três fatos marcaram a solenidade. O primeiro foi a presença maciça do público. O segundo foi o lançamento do selo e carimbo alusivos à data, e o terceiro, a decisão do  governador de Kagoshima, Yuichiro Ito, de ampliar o programa de intercâmbio, elevando para dois o número de bolsistas.

Antes de iniciar a cerimônia, o proponente da homenagem, deputado Jooji Hato, pediu um minuto de silêncio em memórias das almas dos antepassados. Hato lembrou que a Associação Kagoshima é a entidade mais antiga da comunidade nipo-brasileira. “Isso significa dizer que, cinco anos após achegada dos primeiros imigrantes ao Brasil, os pioneiros de Kagoshima já tiveram a preocupação de perpetuar suas raízes na nova Pátria”, discursou o deputado, destacando que os imigrantes enfrentaram uma série de adversidades como diferenças de costumes, clima, comida e língua. E mesmo diante de todas as dificuldades se adaptaram às mudanças bruscas. “Nunca faltaram vontade de trabalhar e comida na mesa das famílias japonesas”, disse Hato, afirmando que os pioneiros moravam em “casas humildes e muitas vezes usavam roupas costuradas com sacos de farinha”. “Coragem, honestidade e disciplina sempre foram características do povo japonês e que são mantidas até hoje”, disse o deputado.

 

Um minuto de silêncio em memórias das almas dos antepassados (foto: Aldo Shiguti)

 

Já o presidente da Associação Kagoshima, Akinori Sonoda, lembrou que, entre os 781 passageiros do Kasato Maru, “172 eram oriundas da província de Kagoshima”. “Pela estatística oficial, até a data de hoje, 7.081 pessoas imigraram da província de Kagoshima. Hoje, se incluir os familiares e seus descendentes diretos da província, esse número sobe para cerca de 39 mil pessoas”, contou Sonoda,explicando que os descendentes de Kagoshima têm atuado nas mais diversas áreas. Citou, por exemplo, que Ryoichi Yasuda, pai do primeiro ministro nikkei, Fábio Yasuda, era da região de Kimotsuki-gun”.

 

Presidente da Associação Cultural Kagoshima do Brasil – Akinori Sonoda e Vice-governador da Província  de Kagoshima – Yoshiyuki Houtai. (foto: Aldo Shiguti)

 

Ausente por motivos protocolares, o governador de Kagoshima, Yuichi Ito, enviou uma mensagem gravada na qual parabeniza a Associação Kagoshima e relembra um pouco sua história. “A Associação Kagoshima foi fundada em 1913 graças ao contínuo esforço de todos, mesmo atravessando diversas dificuldades, fez ser possível alcançar o brilhante ciclo de 100 anos de história”.

O governador destacou que, apesar das dificuldades enfrentadas no início, “hoje os membros da Associação Kagoshima tem altos conceitos de realização em diversos campos e creio que isso se deve à força da união e espírito de empenho dos sucessivos presidentes e diretores desta entidade à qual manifesto minha profunda admiração e sentimento de grande orgulho por estes conterrâneos de Kagoshima”.

Por isso, reconhecendo os esforços dos descendentes de Kagoshima em preservar as raízes, o governador anunciou que, enquanto muitas províncias estão retraindo recursos dos programas de bolsas, Kagoshima, na contramão desse processo, ampliará o intercâmbio elevando para dois o número de bolsistas por ano. “Reconhecemos o empenho e a contribuição de todos que contribuíram para abrilhantar nossa história e vamos nos esforçar para tornar nossa província cada vez mais forte para que todos possam se orgulhar”, frisou o governador.

 

Cônsul Geral do Japão, Noriteru Fukushima, lançamento do selo comemorativo ao Centenário da Associação Cultural Kagoshima do Brasil (foto: Aldo Shiguti)

 

 

Samba – O cônsul Noriteru Fukushima lamentou a curta estadia dos visitantes e explicou que, nos próximos anos, os olhos do mundo se voltarão para o Brasil, país que sediará os dois principais eventos esportivos internacionais, a Copa do Mundo e os Jogos Olímpicos.

Coube a Washington Davi, dos Correios, anunciar o lançamento do selo e carimbo alusivos à data. A cerimônia no auditório foi encerrada com troca de presentes e homenagens.

 

lançamento do selo e carimbo alusivos ao centenário. (foto: Aldo Shiguti)

 

A programação continuou no hall da Alesp, palco do almoço, corte do bolo comemorativo e da cerimônia Kagama Wari. A festa contou ainda com a participação de integrantes da Águia de Ouro, que mantém intercâmbio com escolas de samba do Japão.

(Aldo Shiguti)

Redação

Redação

nippak@nippak.com.br
Redação

Últimos posts por Redação (exibir todos)

Related Post

BRASIL – JAPÃO: Novo embaixador ouve pedidos... Em seu primeiro contato com a comunidade nipo-brasileira, o novo embaixador do Japão no Brasil, Akira Yamada, ouviu pedidos para que apoie o movimento...
REDUÇÃO DA MAIORIDADE PENAL: ‘Tínhamos que dar uma... Aprovada em primeira votação na Câmara dos Deputados, a proposta de redução da maioridade penal de 18 para 16 anos para alguns crimes hediondos deve i...
EXPORTAÇÃO: Ministra Kátia Abreu negocia liberação... O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento avançou mais uma etapa no processo de abertura do mercado japonês à carne bovina termoprocessada...
PARÁ: Imperador Akihito Envia Mensagem de Pesa à F...   O imperador do Japão, Akihito, enviou mensagem de pesar à família do ex-governador do Pará, Almir Gabriel, na tarde de domingo (3). A mens...

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *