COMUNIDADE: Victor Kobayashi homenageia Enkyo com Salva de Prata

 

Numa iniciativa do ex-vereador Victor Kobayashi, a Câmara Municipal de São Paulo realizou sessão solene no último dia 20, no Plenário 1º de Maio, para a outorga da Salva de Prata ao Enkyo (Beneficência Nipo-Brasileira de São Paulo). “É um orgulho recebermos a Salva de Prata, a mais alta honraria concedida por esta Casa”, agradeceu o presidente da instituição, Yoshiharu Kikuchi.

 

Sessão na Câmara Municipal reuniu autoridades e lideranças da comunidade (foto: Aldo Shiguti)

 

“Gostaria de dividir esta honraria com todos os imigrantes, fundadores e funcionários do Enkyo. São eles que merecem, pos foram eles que trabalharam e enfrentaram todos os tipos de adversidades para que hoje pudéssemos estar aqui recebendo esta homenagem”, disse Kikuchi em entrevista ao Jornal Nippak, acrescentando que “a luta valeu a pena”. “Hoje somos uma entidade sólida e de sucesso”, discursou o presidente, lembrando que em dezembro deste ano o Enkyo deve inaugurar sua mais nova unidade em São Miguel Arcanjo, dedicada integralmente ao atendimento de pacientes do SUS.

Para Victor Kobayashi (PSD), que propôs a homenagem durante sua curta passagem de 45 dias pela Câmara Municipal, em julho de 2011, a Beneficência Nipo-Brasileira “realiza um belo trabalho social” na cidade. “Eles têm casas de idosos, casas para pessoas necessitadas, que representam muito bem esse lado da comunidade nipo-brasileira”, disse Kobayashi.

 

Victor Kobayashi entrega Salva de Prata ao presidente do Enkyo, Yoshiharu Kikuchi (foto: Aldo Shiguti)

 

“Acompanho o trabalho do Enkyo desde a época que meu pai era vereador desta cidade e depois como deputado estadual e deputado federal. Também o Instituto Paulo Kobayashi, que ajudamos a idealizar, vem desenvolvendo ações sociais em parceria com a instituição. Uma delas é a sala de inclusão digital, a 31ª implantada em São Paulo. Então, para nós é um orgulho muito grande poder participar das atividades sociais do Enkyo”, destacou Kobayashi, que, desde forma, encerra seu ciclo de homenagens que incluiu as Salvas de Prata ao Bunkyo (Sociedade Brasileira de Cultura Japonesa e de Assistência Social), ao Hospital Santa Cruz e ao Sincaesp (Sindicato dos Permissionários em Centrais de Abastecimento de Alimentos do Estado de São Paulo), a Medalha Anchieta e o Diploma de Gratidão da Cidade de São Paulo ao empresário Hirofumi Ikesaki.

“Trata-se de uma homenagem não só minha como também dos 55 vereadores desta Casa. É a maior homenagem que a cidade de São Paulo pode prestar”, explicou Kobayashi.

Fizeram parte da Mesa de Trabalhos, além do proponente da homenagem, Victor Kobayashi, e do presidente do Enkyo, Yoshiharu Kikuchi, o cônsul geral do Japão em exercício, Masahiko Kobayashi, o deputado federal Walter Ihoshi, presidente da Câmara Municipal, vereador José Police Neto, o prefeito da cidade de São Miguel Arcanjo, Antonio Celso Mossim, o coordenador dos Hospitais Municipais e dos Samus, Paulo Kron (representando o secretário municipal de Saúde), o presidente do Bunkyo (Sociedade Brasileira de Cultura Japonesa e de Assistência Social), Kihatiro Kita, o presidente da Câmara de Comércio e Indústria Japonesa do Brasil, Masaki Kondo, o presidente da Jetro (The Japan External Trade Organization) no Brasil, Yoshihiro Sawada, o presidente do Kenren (Federação das Associações de Províncias do Japão no Brasil), Akinori Sonoda, e o presidente da Associação para Comemoração do Centenário da Imigração Japonesa no Brasil, professor Kokei Uehara.

 

Victor Kobayashi entrega Salva de Prata ao presidente do Enkyo, Yoshiharu Kikuchi (foto: Aldo Shiguti)

 

Avanços – Antes de passar a presidência dos trabalhos ao proponente, José Police Neto lembrou que a homenagem foi aceita pelos 54 vereadores em nome dos 11 milhões de habitantes da cidade de São Paulo. Em seguida, foi exibido um vídeo destacando a atuação do Enkyo desde sua fundação, em 28 de janeiro de 1959, com o nome de Associação de Assistência aos Imigrantes Japoneses.

Entidade beneficente de assistência social sem fins lucrativos, o Enkyo tem como sua maior responsabilidade prestar atendimento a pessoas em situação de vulnerabilidade e risco social. Após a sua fundação, iniciou suas atividades como mantenedora da Casa do Imigrante, localizada na zona portuária de Santos.

A Casa foi construída com o apoio da Federação das Associações de Apoio aos Imigrantes Japoneses em São Paulo (Kaikyoren). Com o objetivo de ajudar os imigrantes recém-chegados ao Brasil a resolver os múltiplos problemas depois do desembarque e servir de ponto de repouso àqueles que chegavam da longa viagem de navio.

Em 1972, passou a se chamar Beneficência Nipo-Brasileira de São Paulo em cumprimento à legislação brasileira. Desde sua fundação, muitos foram os avanços do Enkyo. Hoje, o Enkyo é responsável pela administração de uma rede de atendimento médico e assistência social e ocupa o posto de uma das mais destacadas entidades da comunidade nipo-brasileira.

Entre outras unidades, administra a Casa de Reabilitação Social em Santos, Casa de Repouso Suzano (Ipelândia Home), Casa de Repouso Akebono, Centro de Reabilitação Psicossocial em Guarulhos (Yassuragui Home), Hospital Nipo-Brasileiro e o Centro de Ação Social Enkyo – Unidade Amami.

( Aldo Shiguti)

 

FRASES

 

“Gostaria de destacar o trabalho dos voluntários que fazem o dia a dia do Enkyo. São eles que, com dedicação, valorizam a comunidade e personificam uma das grandes marcas da imigração japonesa no Brasil”. (deputado federal Walter Ihoshi)

 

“O Enkyo é um dos parceiros da Prefeitura e agradeço ao Victor Kobayashi a força que ele tem dado. Desde 2004, inauguramos cerca de 400 novos equipamentos, boa parte deles graças a força dos nossos parceiros. Nosso desejo é aumentar a parceria pois o SUS precisa de parceiros da qualidade e envergadura do Hospital Nipo-Brasileiro”. (Paulo Kron, coordenados dos Hospitais Municipais e Samus)

 

“Esta homenagem é uma nobre iniciativa que reforça os laços de amizade entre os dois países e contribui para aprofundar as relações bilaterais, uma amizade que já dura mais de cem anos” (Cônsul geral do Japão em exercício, Masahiko Kobayashi)

 

“No âmbito da atuação do Bunkyo, o Enkyo tem sido um importante parceiro, que sempre soma esforços, para a realização de campanhas beneméritas e eventos de cunho sócio-cultural” (Kihatiro Kita, presidente do Bunkyo)

 

 

 

Escreva um Comentário