COMUNIDADE/106 ANOS DA IMIGRAÇÃO JAPONESA: Homenagens e manifestações marcam ato na Câmara Municipal

 

Pelo segundo ano consecutivo, deputados federais e estaduais e vereadores nikkeis de São Paulo decidiram unir forças e realizaram, nesta segunda-feira (16), no Salão Nobre da Câmara Municipal de São Paulo, sessão solene em comemoração aos 106 anos da imigração japonesa no Brasil. O evento foi convocado pelos vereadores George Hato (PMDB), Masataka Ota (Pros) e Aurélio Nomura (PSDB) – que presidiram a Mesa – com apoio dos deputados federais Keiko Ota (PSB-SP) e Junji Abe (PSD-SP), e dos deputados estaduais Hélio Nishimoto (PSDB) e Jooji Hato (PMDB). Participaram ainda o deputado federal Walter Ihoshi (PSD-SP), o vereador de São Bernardo do Campo, Hiroyuki Minami, e o ex-deputado federal William Woo.

 

Os homenageados com as autoridades na Câmara Municipal de São Paulo (foto: Jiro Mochizuki)

 

Estiveram presentes o cônsul geral do Japão em São Paulo, Noriteru Fukushima; o presidente do Bunkyo, Kihatiro Kita; o presidente do Kenren, Mikihisa Motohashi e o presidente do Enkyo, Yoshiharu Kikuchi, entre outros.

 

Estiveram presentes o cônsul geral do Japão em São Paulo, Noriteru Fukushima; o presidente do Bunkyo, Kihatiro Kita; o presidente do Kenren, Mikihisa Motohashi e o presidente do Enkyo, Yoshiharu Kikuchi, entre outros (foto: Jiro Mochizuki)

 

Na ocasião, foram homenageados o desembargador aposentado do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo e ex-presidente da Aliança Cultural Brasil-Japão, Jo Tatsumi; o empresário e administrador Oswaldo Kazumi Takata; o fundador da marca URGH, Jorge Kuge; o vice-presidente da JCI Brasil, Rafael Jun Mabe; a delegada Elisabete Sato; e o empresário japonês e benfeitor da Uces – União Cultural e Esportiva Sudoeste, Tetsuhito Amano; além da Seicho-No-Ie.

Na plateia, destaques para o engenheiro Affonso Augusto Moreira Penna, bisneto do presidente Affonso Penna, o delegado de polícia, Mario Ikeda e o sempre deputado Hatiro Shimomoto. Primeira mulher a assumir a diretoria do Departamento Estadual de Homicídios e Proteção à Pessoa, o DHPP, Elisabete Sato esteve acompanhada do marido, Ricardo Lei e de vários colegas delegados, entre eles Marco Antonio Desgualdo, Itagiba Franco e Maria Helena, da 4ª Delegacia de Pessoas Desaparecidas. Todos fizeram questão de levar seu abraço à homenageada.

 

Publico presente (foto: Jiro Mochizuki)

 

Ao Jornal Nippak, Elisabete Sato, 57, disse que a homenagem representa “tudo”. “É uma grande honra ser reconhecida tanto pela comunidade como pelos representantes nas mais diversas esferas, municipal, estadual e federal. Com certeza é um feito que meu pai, Toshio Sato, ficaria muito orgulhoso”, destacou a delegada, lembrando a primeira vez que pisou em solo japonês.

 

O vereador Masataka Ota entrega placa para a delegada Elisabete Sato (foto: Jiro Mochizuki)

 

 

Foi em 2011, na final do Mundial Interclubes, entre Barcelona e Santos, em Yokohama. Quando desembarcou no Aeroporto Internacional de Osaka, não teve como conter as lágrimas. “Chorei porque é muita emoção pisar pela primeira vez na terra de meus ancestrais”, disse Sato, que aproveitou a estadia para conhecer Kyoto e Nagoya e, em especial, os templos budistas.

 

 

Delegada Elisabete Sato com colegas delegados (foto: Jiro Mochizuki)

 

Mariko – A “cereja do bolo” ficou por conta da cantora Mariko Nakahira, que interpretou uma canção de sua autoria que compôs em homenagem ao Centenário da Imigração Japonesa no Brasil. Quem não a conhecia ficou admirada com seu esforço em falar português, além, é claro, com seu talento.

 

A “cereja do bolo” ficou por conta da cantora Mariko Nakahira (foto: Jiro Mochizuki)

 

Como no ano passado, quando a cerimônia foi realizada na Assembleia Legislativa de São Paulo, também este ano os convidados, homenageados, autoridades e público foram orientados a se retirarem por uma saída alternativa, pois a entrada da Câmara Municipal estava ocupada por manifestantes.

 

Oswaldo Takata foi indicado por Jooji Hato (foto: Jiro Mochizuki)

 

Manifestações que, aliás, serviram de tema para alguns discursos. Aurélio Nomura destacou que o país atravessa “momentos de apreensão e repúdio a estas séries de demandas e corrupções”.

 

Aurelio Nomura entrega placa para Jo Tatsumi (foto: Jiro Mochizuki)

 

“É o momento propício para reverenciarmos a memória dos nossos antepassados, que vieram a este país antípoda e com muito trabalho, sangue, suor e lágrimas, ajudaram a construir este país”, discursou o vereador.

 

O vice-presidente da JCI Brasil, Rafael Jun Mabe recebe a homenagem do assessor do deputado Helio Nishimoto (foto: Jiro Mochizuki)

 

Orgulho – Junji Abe exaltou o orgulho de ser “descendente de japoneses em cujas veias corre sangue verde e amarelo”. “Cada um de nós carrega a epopéia de nossos antepassados. Passados 106 anos, temos que agradecer a este país que nos acolheu tão bem”, disse.

 

Mikihisa Motohashi representou Tetsuhito Amano, indicado por Junji Abe (foto: Jiro Mochizuki)

 

Keiko Ota enfatizou que “todos nós, descendentes, temos a obrigação de levar adiante o legado deixado por nossos antepassados”. “Se estamos aqui hoje é porque devemos a estes desbravadores”, observou a deputada.

 

Junji Miyaura, doutrinario da Seicho-no-Ie para a América Latina, representou a instituição (foto: Jiro Mochizuki)

 

Já Walter Ihoshi lembrou duas passagens de quando assumiu seu primeiro mandato. A primeira, entre 2005 e 2006, durante os preparativos para as comemorações do Centenário da Imigração Japonesa.  “Tínhamos perdido não só dois grandes políticos como também dois grandes líderes e duas grandes pessoas. Estou me referindo aos saudosos deputados Paulo Kobayashi e Diogo Nomura. Foi quando a comunidade se perguntou quem daria sequência ao trabalho que eles desenvolviam. O Wiliam, o Takayama e eu assumimos esta responsabilidade e trabalhamos com afinco para que a festa do Sambódromo, em São Paulo,  e a cerimônia, em Brasília, com a presença do príncipe herdeiro, pudessem acontecer”, destacou Ihoshi, lembrando que o segundo episódio ocorreu em 2008 durante viagem ao Japão em companhia do então presidente da Câmara dos Deputados, Arlindo Chinaglia (PT-SP). “Na época, o Brasil só tinha Consulados de Nagoya e Tóquio e nos foi pedido um Consulado em Hamamatsu, a cidade mais brasileira do Japão. Com ajuda do deputado Arlindo Chinaglia pudemos atender este anseio”, conta Ihoshi, acrescentando que “foram duas passagens que me marcaram e que mostra o quando é importante olhar para o futuro”.

 

George Hato com seu indicado, Jorge Kuge (foto: Jiro Mochizuki)

 

 

 

Shinzo Abe – Um futuro que o cônsul geral do Japão em São Paulo, Noriteru Fukushima, espera ser de muito sucesso. Ele não se cansa de elogiar a comunidade nikkei. “Dede aminha chegada no Brasil, procurei visitar várias localidades e participei de vários eventos. Fiquei impressionado em constatar como a comunidade nipo-brasileira contribuiu e continua contribuindo para o desenvolvimento do Brasil”, disse Fukushima, explicando que em agosto o primeiro-ministro japonês Shinzo Abe fará uma visita ao país.

“Queria pedir para que a comunidade mostrasse essa força e essa solidariedade para ver qual será a reação do primeiro-ministro. Acredito que ele ficará tão emocionado como eu fiquei”, disse o cônsul afirmando que conta a história da imigração japonesa no Brasil a todos os ministros, políticos e empresários japoneses que visitam o Brasil. “Todos nós agradecemos muito”, destaca.

(Aldo Shiguti)

 

Redação

Redação

nippak@nippak.com.br
Redação

Últimos posts por Redação (exibir todos)

Related Post

LONDRINA-PR: Mais de 25 mil pessoas são esperadas ...   A festa da cultura japonesa é uma das mais esperadas na cidade de Londrina e região: o "Festival da Primavera - Londrina Matsuri" será reali...
BUNKYO: Eleição para o Conselho Deliberativo terá ... A Sociedade Brasileira de Cultura Japonesa e de Assistência Social – Bunkyo – realiza no dia 28 de março, Assembleia Geral Ordinária para eleger 50 me...
ALAGOINHAS/BAHIA: Inauguração da Praça Primo Schin... Inaugurado nesta quarta (29) em Alagoinhas - BA, a Praça Primo Schincariol, contando com a presença do Presidente da Kirin Beer - Senji Miyake, Presid...
TAIKÔ: Matsuri Daiko promove evento para novos mem... O Ryukyu Koku Matsuri Daiko, grupo de taiko do estilo de Okinawa, realizará no dia 21 de fevereiro a Convocatória 2015, evento para receber o público ...

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *