CONFRA: No Chile, Brasil participa da maior competição esportiva nikkei das Américas

A Confraternização Esportiva Internacional Nikkei, carinhosamente chamada de Confra, considerado o evento esportivo nikkei mais importante das Américas, chega a sua 23ª edição entre os dias 8 e 11 deste mês, em Santiago, no Chile. É a primeira vez que o Chile irá sediar os jogos, um evento que nasceu com o único objetivo de gerar interação entre os nikkeis de diferentes países da América e que têm em comum seu país ancestral, o Japão. A última edição, em 2016, foi realizada na Cidade do México, no México.

 

Brasil participa da maior competição esportiva nikkei Pan-Americana. Foto: divulgação

 

Estarão em disputa dez modalidades: atletismo, boliche, futsal, golfe, judô, karatê, natação, tênis de mesa, tênis de campo e vôlei.

Segundo Valter Sassaki, presidente do Nippon Country Club e da Unicin (União Internacional de Clubes e Instituições Nikkeis), a expectativa é reunir mais de 800 atletas nesta edição. Somente a delegação brasileira contará com cerca de 220 pessoas, com participação de atletas de São Paulo, Curitiba, Pará, entre outros estados. “É importante ressaltar a importância do evento, já que é a ocasião onde nikkeis de diferentes países podem se conhecer e se confraternizarem através do esporte”, destaca Sassaki.

 

Objetivo é promover integração entre os jovens nikkeis dos diferentes países da América. Foto: divulgação

 

Além do Chile e do Brasil, participam atletas da Argentina, Bolivia, Canadá, Colmbia, Equador, Estados Unidos, México, Paraguai, Peru, República Dominicana, Uruguai e Venezuela.

 

Confra terá disputa em 10 modalidades, como o tênis de mesa. Foto: divulgação

 

História – A história da “Confra” está ligada diretamente a evolução das comunidades de japoneses presentes na América do Sul. Há quase 40 anos, um grupo de atletas da Argentina, Brasil e Peru promoveram o primeiro encontro para fortalecer a amizade e confraternizar através do esporte. Era o embrião do modelo de evento que é realizado atualmente.

No Brasil, o engajamento de nikkeis para participar do encontro internacional à época foi da Associação Cultural e Esportiva Piratininga, clube localizado até hoje na zona oeste de São Paulo. Após reuniões e planejamento, em 1967 uma caravana de jovens partiu para o Peru, para o encontro com universitários locais e da Argentina.

 

Em 2016, Valter Sassaki foi homenageado na Assembleia Legislativa. Foto: divulgação

 

Já no ano seguinte, em São Paulo, acontece a primeira edição do “Torneio Internacional” que, posteriormente, transforma-se em “Confraternização Desportiva Internacional Nikkei”, com a participação, a cada edição, de mais países.

Realizado anualmente entre 1968 e 1971, o evento passou a ter um intervalo – em média – de dois anos. Além do Peru, já sediaram a “Confra” o Brasil (seis vezes), sendo a última em 2008, no Centenário da Imigração; Argentina (quatro vezes); Paraguai (uma vez); Bolívia (uma vez) e México, último país a sediar o evento, em 2016.

 

 

Related Post

BEISEBOL: NORTE DO PARANÁ É CAMPEÃ DO 29º CAMPEONA... A seleção do Norte do Paraná sagrou-se campeã do 29º Campeonato Brasileiro de Beisebol Interseleções Pré-Junior 2017, competição realizada nos dias 8 ...
TÊNIS DE MESA: Equipes masculina e feminina vencem... Acontece até o próximo dia 24, em Buenos Aires, na Argentina, o Campeonato Latino-Americano Adulto. Trata-se do evento classificatório para os Jogos P...
SOFTBOL: RESULTADO DO 27º CAMPEONATO BRASILEIRO I... Com promoção da Federação Paranaense de Beisebol e Softbol e realização da Acel (Associação Cultural e Esportiva de Londrina) foi realizado nos dias 2...
SUMÔ: Campeonato Paulista deve reunir mais de 200 ... Arte marcial trazida pelos imigrantes e que contribuiu para preservar e divulgar a cultura japonesa até os dias de hoje, o sumô estará em alta neste d...

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *