COZINHA DE HASHI: Houtou Nabe (Yamanashi)

 

HOUTOU-NABE é um tipo de ensopado típico da região de Yamanashi (sudoeste de Tóquio) característico pelo macarrão de udon grosso. Nesse prato não podem faltar a abóbora japonesa e o inhame, outros ingredientes podem variar a gosto. Quando não estiver disponível o macarrão específico para fazer houtou (mais grosso), use macarrão de udon comum não-cozido.

 

 

Modo de preparo Sopa de Dashi:

1. Lave o kombu rapidamente, passando-o embaixo da água corrente. Coloque a água na panela com o kombu e leve ao fogo alto.
2. Quando a água começar a borbulhar levemente, aproximadamente 85º C, abaixe o fogo e deixe no fogo médio por mais 3 minutos. É importante não deixar ferver a alga.
3. Retire o kombu da panela e guarde.
4. Aumente o fogo e quando levantar fervura forte adicione o katsuobushi, deixe cozinhar por 1 minuto e coe.

 

Modo de preparo

1. Corte o lombo suíno em cubos, o nabo, cenoura e a abóbora em espessura de 1 cm. Divida a bardana em lascas e a cebolinha em diagonal.

2. Descasque o inhame e cozinhe um pouco para ficar menos pegajoso e corte em pedaços.

3. Jogue água quente sobre abura-aguê para tirar o óleo e corte em pedaços de 1 cm de largura.

3. Ferva a sopa de dashi em panela. Coloque as verduras e, quando estiver cozido, adicione a carne suína. Tire as bolhas que forem saindo.

4. Acrescente o saquê, mirim, o shoyu e metade do missô. Deixe cozinhar um pouco.

5. Retire o excesso de pó do macarrão udon e adicione na panela, assim como abura-aguê, o shiitake, o resto do missô e cozinhe, mexendo de vez em quando.

6. Transfira para um recipiente, polvilhe pimenta shitimi e está pronto.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Redação

Redação

nippak@nippak.com.br
Redação

Últimos posts por Redação (exibir todos)

Related Post

SILVIO SANO: Voto pilantra!   Caro leitor eleitor. Permita-me dirigir-te assim pelo óbvio, devido ao momento, semana derradeira para sufragar seu voto para tentar chamar ...
AKIRA SAITO: NÃO É MINHA CULPA…..   “No Caminho do Budô, não existem meias verdades, apenas a clareza dos fatos”   Quando iniciamos a prática do Budô, logo aprendemo...
CANTO DO BACURI > Francisco Handa: Pastel da Madal...   Nada havia de melhor naquela feira-livre, sempre às quintas, do que ao final da compra dirigir-se à banca do Pastel da Madalena. Sempre ...
ERIKA TAMURA: 106 anos da imigração japonesa no Br...   Dia 16 de junho, participei de uma sessão solene na Câmara Municipal de São Paulo, onde se deu a homenagem comemorativa dos 106 anos de imig...

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *