CULTURA: 36º Tanabata Matsuri espera 100 mil visitantes neste fim de semana na Praça da Liberdade

 

A Associação Cultural e Assistencial da Liberdade (Acal) realiza neste fim de semana (19 e 20), na Praça da Liberdade, em São Paulo, a 36ª edição do Tanabata Matsuri – Festival das Estrelas. A expectativa é receber um público estimado em cerca de 100 mil visitantes nos dois dias de programação. Vale lembrar que a tradicional Feira de Arte, Artesanato e Cultura da Liberdade, mais conhecida como “Feirinha da Liberdade” funcionará normalmente, inclusive as barracas de alimentação.

 

Inspirada em uma lenda que teve origem há mais de quatro mil anos, o objetivo da festa é divulgar a cultura oriental e levar entretenimento e lazer gratuitos à população de São Paulo (foto: divulgaçãao)

 

Inspirada em uma lenda que teve origem há mais de quatro mil anos, o objetivo da festa é divulgar a cultura oriental e levar entretenimento e lazer gratuitos à população de São Paulo.

A programação terá início por volta das 14 horas de sábado (19), com a realização da cerimônia de abertura próximo ao torii (à rua Galvão Bueno, 148). Em seguida, será celebrada um missa xintoísta no Jardim Oriental (Rua Galvão Bueno, 72). De lá, as autoridades seguem em caminhada até o palco montado na Praça da Liberdade.

Haverá a apresentação de danças folclóricas orientais com participação de mais de 1000 dançarinas de várias associações, oficinas de origami, kirigami, shodô, sumiê, além dos concursos de enfeites, desenhos e poesias do tipo “haikai”, “tanka e “haiku”.

 

Haverá a apresentação de danças folclóricas orientais com participação de mais de 1000 dançarinas voluntárias  (foto: divulgação)

 

 

Kizuna e Tsubasa – No palco, a programação de palco começa por volta do meio-dia com destaque para a família Taira. Os irmãos Karen Taira, Luigi Dias e Sayuri Taira se apresentarão às 13h. As atrações para o público jovem continuam em seguida com Teddy Shigueyama e Ryu “Jackson” Murakami. Às 16h25 é a vez dos tambores do Ryukyu Koku Matsuri Daiko ecoarem pela praça.

No domingo, a patir das 13h30, três participantes do Kizuna Project sobem ao palco para apresentações solo: Mariana Suzuke, Bruno Maessaka e Ricardo Nakase com seu grupo. Às 17h25 a cantora Tsubasa promete fazer a alegria dos fãs.

 

A expectativa é receber um público estimado em cerca de 100 mil visitantes nos dois dias de programação (foto: divulgação)

 

 

Lenda – O Tanabata Matsuri teve origem em uma lenda criada há quatro mil anos e inspirada nas estrelas Veja e Altair. Conta a história de uma certa Princesa Orihime e seu amado Kengyu. A princesa era uma excelente tecelã e confeccionava a mais perfeita seda de que se tinha notícia.

Preocupado com sua excessiva dedicação, o rei ordenou que ela se distraísse, dando passeios diários pelo reino. Em uma dessas ocasiões, Orihime conheceu o pastor Kengyu e os dois se apaixonaram. Esquecendo-se completamente de suas obrigações, a princesa tecelã e o pastor dedicaram todo o tempo a esta paixão e por este motivo foram castigadas, sendo transformados em estrelas e separados pela Via Láctea.

 

Cerimônia Xintoista  (foto: divulgação)

 

Comovido com a tristeza do casal, o Senhor Celestial permite um único encontro anual entre eles, num dia de julho. Em agradecimento à dádiva recebida, o casal atende aos pedidos feitos em papéis coloridos (tanzaku) e pendurados em bambus (sassadake). A festa foi introduzida no Japão pela Família Imperial no início do século 9 com o nome de Tanabata Matsuri.

No Brasil, as calçadas da Praça da Liberdade, Rua Galvão Bueno e Rua dos Estudantes costumam receber dezenas de enfeites de tanabata pendurados em cerca de 100 bambus de aproximadamente treze metros de altura, com três enfeites de papéis coloridos com longas caudas, em cada bambu. Estarão à disposição do público os “tanzakus”, papeletas para escreverem os seus pedidos e pendurarem nos ramos dos bambus (sassadake).

 

Ryukyu Koku Matsuri Daikô (foto: divulgação)

 

(Aldo Shiguti)

 

 

SERVIÇO

36º Tanabata Matsuri – Festival das Estrelas

Quando: Dias 19 e 20 de julho.

Abertura: Sábado, por volta das 14 horas. Domingo: a partir do meio-dia

Onde: Praça da Liberdade

Informações pelo tel.: 11/3208-5090

 

 

 

P R O G R A M A Ç Ã O*

 

19 DE JULHO – SÁBADO

12:00 – Rizumu Kenko Taisso

12:25 – Tenryuu Wadaiko – São Miguel Paulista

12:55 – Karen Taira, Luigi Dias e Sayuri Taira

13:35 – Teddy Shigueyama

14:05 – Ryu Murakami (Jackson)

14:00 – Abertura Oficial

14:15 – Cerimônia Xintoísta

14:45 – Andar até o palco

15:00 – Grupo Himawari

15:18 – Mimbu & Shinsei (ACAL)

15:24 – Saudação das Autoridades

15:54 – Mimbu & Shinsei (ACAL)

16:03 – Hanayagui Kinryu Kai

16:14 – ACAL / Shinsei (ACAL)

16:25 – Ryukyu Koku Matsuri Daiko

16:43 – ACAL / Shinsei (ACAL)

16:49 – Mimbu / Shinsei (ACAL)

17:12 – Rádio e TV Nikkey

18:12 – Previsão de Término

20 JULHO – DOMINGO

12:00 – Himawari Daiko

12:30 – Rizumu kenko Taisso

13:00 – Buyo-Bu ACAL

13:30 – Mariana Suzuke

14:00 – Bruno Maessaka

14:30 – Grupo Ricardo Nakase

15:00 – Instituto maruyama de Aikido

15:20 – Shinsei ACAL

15:30 – Taikô

15:55 – Shinsei ACAL

16:20 – Grupo Musical Nikkey

17:25 – Tsubasa

18:00 – Megaphonic’s

18:30 – Elísios

19:00 – Encerramento

 

Redação

Redação

nippak@nippak.com.br
Redação

Últimos posts por Redação (exibir todos)

Related Post

19º FESTIVAL DO JAPÃO: Ana Carolina Miyashita é el... Ana Carolina Miyashita, mato-grossense de 21 anos, estudante do 2º ano de Fisioterapia, foi eleita a mais bela nipo-brasileira no concurso de beleza M...
BAIRRO ORIENTAL: 46ª edição do Toyo Matsuri espera... Uma das festas mais tradicionais realizadas pela Acal (Associação Cultural e Assistencial da Liberdade), o Toyo Matsuri – Festival Oriental – chega ne...
EXPOSIÇÃO: BAMBU – HISTÓRIAS DE UM JAPÃO A primeira exposição da JAPAN HOUSE São Paulo traz uma coleção de obras que formam uma cronologia visual de mais de 150 anos de arte em bambu, um prot...
FUTEBOL: ‘O futebol do Japão é aquele mesmo da Cop...   Sérgio Echigo, ex-ponta direita que atuou no Corinthians na década de 60 (foto: arquivo pessoal) Da série do túnel do tempo. Sujeito bom...

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *