CULTURA: Oficinas de arte japonesa no Espaço Criança Esperança de São Paulo

 

A Fundação Japão colabora com oficinas de arte japonesa no Espaço Criança Esperança de São Paulo. Dentre os países homenageados na semana de 13 a 18 de agosto, o dia 14 (terça) será dedicado à cultura japonesa, com oficinas de Origami, Kirigami e Taiko e uma projeção especial de um animê.

Os Espaços Criança Esperança são centros de atenção em tempo integral que oferecem atividades complementares à escola. Respeitando e ouvindo a comunidade local, contribuem para promover a educação, a cultura, a inclusão e o desenvolvimento social no Brasil.

 

Perfis:

 

Kirigami (origami arquitetônico) – Professora Naomi Uezu

A professora de kirigami Naomi Uezu (foto: divulgação)

 

Naomi Uezu graduou-se em publicidade e propaganda pela Fundação Cásper Líbero e Design Gráfico pela Faculdade de Belas Artes da Província de Okinawa, no Japão. É professora de cartões tridimensionais desde 1993 e, desde 1995, ministra cursos na Aliança Brasil-Japão. Tem prática de ensino em workshops, cursos e exposições em escolas e entidades culturais por todo o Brasil. Desenvolveu projetos especiais em kirigami para diversas empresas, como: Revista Caras, Kenzo perfumes, Votorantim Papel e Celulose, Bradesco Vida e Previdência, entre outros.

Site: http://www.kirigami.com.br/

 

 

 

Origami (arte de dobrar papéis) – Professora Mari Kanegae

A professora Mari Kanegae (foto: divulgação)

Mari Kanegae nasceu em Londrina, no Estado do Paraná. É formada pela Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo, licenciatura em Educação Artística com habilitação em Artes Plásticas. Após o curso superior, teve seu interesse voltado para a Cultura Japonesa, onde se destacou o Origami.

Participou de exposições de arte, deu cursos e fez várias demonstrações de Origami, entre as quais para as Secretarias de Educação dos Estados de São Paulo e Taboão da Serra, Secretaria de Esportes e Turismo do Estado de São Paulo, SESC de várias localidades, Universidade Estadual de Maringá (PR), Universidade de São Paulo, além de demonstrações em outras cidades e entidades culturais.

Ministra os cursos de Origami na Aliança Cultural Brasil Japão desde 1983 e publicou 3 livros sobre esta arte, “Brincando com Papel” (Ed. Global), “Origami, Arte e Técnica da Dobradura de Papel” e “A Arte dos Mestres de Origami” (Aliança Cultural Brasil Japão).

Estudou com os mestres de Origami Toyoaki Kawai, Akira Yoshizawa, Saburo Kase no Japão, e atualmente ministra cursos em empresas, workshops em eventos e na AADA – Associação de Apoio à Dermatite Atópica, como arte-terapia.

Site: http://kamiarte.com.br/

 

 

 

Taiko (tambores japoneses) – Professor Yoohey Kaito

Yoohey Kaito é integrante do Grupo Kaito Shamidaiko, fundado em 1994 sob a liderança de Tsukasa Kaito, na cidade de Taubaté, interior de São Paulo. Dentre as inúmeras apresentações realizadas, destacam-se o evento na ocasião da vinda do casal imperial do Japão em 1998, e no Centenário da Imigração Japonesa no Brasil em 2008. Foi o primeiro brasileiro a ingressar no KODO Apprentice Centre – Japan, considerado o melhor instituto de ensino de taiko do Japão, em 2010. Desde seu retorno ao país em 2011, aprimora o treinamento de seus alunos nos estados de São Paulo, Paraná, Santa Catarina entre outros, baseando-se na filosofia do Grupo, que consiste na importância de preservar as raízes milenares japonesas, procurando, a todo instante, disseminar essa cultura para um número cada vez maior de jovens descendentes e não-descendentes no Brasil.

Site: http://www.kaitotaiko.com.br/

Blog: http://kaitotaiko.blogspot.com.br/

 

 

Projeção de Animê

5 Centímetros por Segundo

(Byôsoku 5 Senchimêtoru)

Japão, 2007, cor, 63’

Exibição digital

Direção: Makoto Shinkai

Colegas de turma e amigos muito próximos, Takaki e Akari moram em Tóquio. Por conta do trabalho de seu pai, Akari acaba se transferindo de cidade com sua família, e os amigos passam a manter contato apenas através de cartas. Na medida em que as estações do ano avançam, esse contato vai diminuindo. Quando Akari volta para Tóquio, é Takaki quem deve se mudar. Outras pessoas entram em sua vida, mas ele não esquece Akari e, apesar de todas as separações, pergunta-se a todo o momento se um dia terá a chance de encontrá-la novamente.

 

 

Serviço

Oficinas de arte japonesa no Espaço Criança Esperança de São Paulo

14 de agosto (terça)

Horário das Oficinas:

9h às 11h e das 14h às 16h

 

Local:

Espaço Criança Esperança

CEE Oswaldo Brandão

Av. Michihisa Murata, 120

Brasilândia São Paulo – SP

(Próximo à Estrada do Sabão)

Site: http://criancaesperanca.globo.com/platb/ecesp/

 

 

Redação

Redação

nippak@nippak.com.br
Redação

Últimos posts por Redação (exibir todos)

Related Post

EXPOSIÇÃO: DA BANALIDADE VOLUME 1 3 fevereiro a 6 março 2016 Criado pelo Instituto Tomie Ohtake em 2013, o Programa Arte Atual se consolida como plataforma para pesquisas e trabalho...
KODOMO-NO-SONO: 14º Boi no Rolete espera receber m... A Associação Pró-Excepcionais Kodomo-No-Sono realizará neste domingo (29), das 11 às 15 horas, em sua sede, em Itaquera (zona Leste de São Paulo), a 1...
CIDADES/GUARULHOS: 43ª Semana da Terceira Idade Ni...   Com o tema “Tanoshimi, ‘Alegria e Divertimento’”, acontece no próximo dia 11 (domingo), a partir das 9 horas, na Assistência Social Dom José...
ARTES: Jornada do Universo da Aquarela terá exposi...   Exposição, workshops, demonstrações, palestras, consultoria e laboratório fazem parte da programação da sétima edição da Jornada da Aquarela...

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *