CURITIBA: Artistas nipo-brasileiros revisitam a arte japonesa em exposição no MON

O Museu Oscar Niemeyer (MON), em Curitiba (PR), apresenta, até o dia 26 de junho, a exposição “Olhar InComun: Japão Revisitado”, que apresenta o olhar de 21 artistas contemporâneos que possuem laços sanguíneos com o país asiático. A mostra, que tem curadoria de Michiko Okano, professora de História da Arte da Ásia da Unifesp (Universidade Federal de São Paulo), contempla múltiplas linguagens, como desenho, pintura, gravura, grafite, escultura, objeto, fotografia, cerâmica, urushi (charão), design, vídeo, música, poesia, caligrafia, instalação, intervenção, performance e a cerimônia do chá.

 

resized_Julia_Ishida

Julia Ishida. Foto: divulgação

 

Participam da exposição Alice Shintani, Alline Nakamura, Atsuo Nakagawa, César Fujimoto, Erica Kaminishi, Erica Mizutani, Erika Kobayashi, Fernanda Takai, Fernando Saiki, Futoshi Yoshizawa, James Kudo, Júlia Ishida, Mai Fujimoto, Marcelo Tokai, Marília Kubota, Marta Matushita, Sandra Hiromoto, Takako Nakayama, Tatewaki Nio, Yasushi Taniguchi e Yukie Hori. Todos eles revisitam o Japão, cada um com sua poética particular e distinta.

Ontem (16), na inauguração, a curadora participou de uma mesa-redonda sobre a exposição que contou com participação dos artistas e da professora Rosemeire Odahara. A cerimônia de abertura contou com a presença do cônsul-geral do Japão em Curitiba, Toshio Ikeda. Depois, foram realizadas duas performances artísticas no hall do museu.

resized_sandra_hiromoto

Sandra Hiromoto. Foto: divulgação.

Identidade cultural – A ideia da exposição Olhar InComum: Japão Revisitado nasceu de um desdobramento da exposição Lugar InComum, realizada no Museu de Arte Contemporânea do Paraná, em junho de 2013, com as artistas Erica Kaminishi, Julia Ishida e Sandra Hiromoto.

Com o êxito dessa mostra, surgiu a intenção de realizar um projeto de maior abrangência, reunindo artistas descendentes de japoneses e investigando uma identidade cultural por meio da poética de seus trabalhos. Sandra Hiromoto, a principal idealizadora da mostra, em diálogos constantes com Júlia Ishida, pensou em realizar uma exposição que ultrapassasse a fronteira das artes visuais, englobando a música, a poesia e outras formas de expressões.

A razão desta expansão foi enfocar a multiplicidade do que a palavra “nipo-brasileira” possa significar, bem como promover o diálogo entre os olhares incomuns dos diferentes artistas brasileiros de origem japonesa.

 

 

resized_james_kudo

Obra de James Kudo. Foto: divulgação.

 

Michiko Okano – Graduada pela Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da USP (Universidade de São Paulo) e mestre e doutora em Comunicação e Semiótica pela PUC-SP (Pontifícia Universidade Católica de São Paulo), Michiko Okano atualmente é professora de História da Arte da Ásia na Unifesp (Universidade Federal de São Paulo – Campus Guarulhos) e coordenadora do Grupo de Estudos Arte Ásia e professora-colaboradora no Programa de Pós-Graduação no Centro de Estudos Japoneses da USP. Participa, ainda, de um projeto de pesquisa internacional de artistas nipo-latinos, coordenado pelo Japanese American National Museum, de Los Angeles (EUA), com o patrocínio da Getty Foundation.

 

 

 

Olhar InComum: Japão Revistado

Período: 16 de março a 26 de junho

Local: Museu Oscar Niemeyer – Sala 01 Tarsila do Amaral

End.: Rua Marechal Hermes 999 – Centro Cívico

Funcionamento: de terça a domingo, das 10h às 18h

Ingressos: R$ 12 (inteira) e R$ 6 (meia). Às quartas-feiras a entrada é franca.

Acesse a página no Facebook.

 

 

Related Post

MARÍLIA: Médico Keniti Mizuno assume presidência d... O médico ortopedista, Keniti Mizuno, é o novo presidente do Nikkey Clube de Marília. A eleição ocorreu neste mês e o mandato da nova diretoria começou...
FOTOGRAFIA: Registro abre inscrições para oficina ... Atendendo aos diversos pedidos de munícipes interessados em aprender sobre fotografia, a Secretaria Municipal de Assistência, Desenvolvimento Social e...
KARAOKÊ: Liga Centro-Oeste da Canção Japonesa real...   Os intérpretes da Liga Centro-Oeste da Canção Japonesa que participarão do Brasileirão 2016,  foram classificados na Seletiva realizada em m...
KYODO MATSURI: Amanda Kimie Lamera Higa é a nova M... Ponto alto do 30º Kyodo Matsuri, realizado pela Associação Okinawa Kenjin do Brasil e Centro Cultural Okinawa do Brasil (CCOB), em Diadema (SP), o con...

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *