CURITIBA: Cláudio Seto é um dos homenageado no Gibicon Nº1

 

A capital paranaense, Curitiba, será a capital internacional das histórias em quadrinhos. Entre os dias 25 e 28 de outubro, uma gama de autores e convidados nacionais e internacionais trazem mostras e debates do mundo dos quadrinhos em pontos culturais da cidade.

 

Este encontro denominado Gibicon nº1, já disse a que veio no ano passado quando teve a estréia do Gibicon Nº 0, mesmo iniciante fez com que Curitiba e seus dez mil visitantes vivenciasse o tema durante três dias, elogiada e bem-sucedida, ganhou comparação com Angoulême, cidade francesa que abriga o principal festival de quadrinhos da Europa.

Um dos artistas homenageados este ano é Cláudio Seto, com a exibição do documentário ” O Samurai de Curitiba” dos diretores Rober Machado e José Padilha, lançado em 2011.

 

 

 

 

O Samurai Seto (reprodução)

 

Claudio Seto (foto: divulgação)

Seto veio morar em Curitiba nos anos 70, onde passou a trabalhar como desenhista e editor na saudosa Grafipar, que operou entre 1977 e 1984, produzindo títulos nacionais de terror, erotismo, ficção científica, aventura e mangá. Assim haverá trabalho do Seto na exposição “Tesouros da Grafipar”, que também trará mostra com reproduções de obras originais dos grandes mestres como Flavio Colin, Mozart Couto, Julio Shimamoto, Franco de Rosa, Gustavo Machado, Rodval Matias, Watson Portela, Rettamozo, Rogério Dias, Fernando Ikoma, Alice Ruiz, Paulo Leminski, Nelson Padrela, Paulo Ney, Eros Maichrowicz, entre outros.

 

 

 

A princesa – Claudio Seto (reprodução)

A exposição será aberta ao público no Museu da Gravura, no Solar do Barão, no dia 25 de outubro, junto com outras exposições do Gibicon nº 1.

O cenário de produção de HQs em Curitiba permitu a existência da Gibiteca de Curitiba, fundada em 1982, onde Seto foi professor de desenho.

 

 

Jornalista Gonçalo Junior (foto: divulgação)

 

Participando da história de HQs no Brasil, o trabalho de Seto, também é retratado no livro “Maria Erótica e o Clamor do Sexo – Impressa, Pornografia, Comunismo e Censura na Ditadura Militar – 1964/1985 – guerra dos gibis II” do jornalista Gonçalo Jr. que narra a história do erotismo no tempo da ditadura militar brasileira, tendo como eixo as editoras Edrel e Grafipar. O autor possui dezenas de livros publicados, com temáticas principalmente sobre a história da imprensa e da cultura de massas no Brasil, como escritor ganhou três vezes o HQ mix. Gonçalo faz palestra no dia 26 de outubro, às 18h, na Gibiteca. Muitos desconhecem este capítulo da história da ditadura no Brasil, mas o erotismo também foi alvo de perseguição dos militares.

 

 

Maria Erótica – Claudio Seto (reprodução)

 

Gian Danton (foto: divulgação)

 

 

Seto também é um dos artistas mencionados no trabalho de Gian Danton, roteirista de quadrinhos desde 1989 e professor de universidade em Macapá, que lança o livro “A editora que saiu do eixo”. Um livro que trás vários anos de pesquisa sobre a Grafipar de Curitiba.

 

 

 

 

 Programação de Cláudio Seto

25/10 às 19h. – Exposição “Tesouros da Grafipar” – Local: Museu da gravura, sola do Barão

26/10 às 19h. – Exibição do curta metragem ” O Samurai de Curitiba” – Local: Sala de Cinema do SESC Paço da Liberdade

27/10 às 18h. – Palestra: “Maria Erótica e o Clamor do Sexo na Grafipar” de Gonçalo Junior – Local: Gibiteca

28/10 às 15:30h – Lançamento do livro: “A editora que saiu do eixo” de Gian Danton – Local: Memorial de Curitiba

 

 

 

SERVIÇO

 

Gibicon nº1

Quando: 25 a 28 de outubro de 2012

Onde: Curitiba- PR

– Memorial de Curitiba – R. Doutor Claudino dos Santos, 79 – Tel (41) 3321-3313

– Solar do Barão – R. Presidente Carlos Cavalcanti, 533 – Tel (41) 3322-1525

– Jockers PUB – R. São Francisco, 164 – Tel (41) 3324-2351 / 3013-5164

– Sesc Paço da Liberdade – Praça Generoso Marques, 189 – Tel (41) 3234-4200

– Cinemateca – R. Carlos Cavalcanti, 1174 – Tel (41) 3321-3252 / 3321-3270

– Aliança Francesa Goethe Institut – R. Ubaldino do Amaral, – Tel (41) 3263-4241

Mais informações: www.gibicon.com.br

 

 

Raio X

 

Claudio Seto 

Seu nome verdadeiro era Chuji Seto Takeguma, mas também era conhecido como Claudio Seto ou simplesmente Seto.

Descendente de uma família de samurais e aos nove anos de idade foi para o Japão, onde aprendeu sobre a cultura japonesa, inclusive o mangá.

No início da década de 60, voltou para Guaiçara. Arrumou emprego de desenhista numa fábrica de tecidos e começou desenhar histórias em quadrinhos para uma pequena editora. Depois foi convidado por Minami Keizi (1945-2009) para trabalhar na editora Edrel. Trabalhou com títulos de humor e infantis, mas se destacou com histórias de samurais abordavam temas adultos, como incesto e violência.

Na década de 70, mudou-se para Curitiba e foi convidado a participar da editora Grafipar, onde não só foi desenhista, mas também editor de alguns títulos. Conseguiu reunir uma das melhores equipes de roteiristas e desenhistas já presentes numa editora brasileira, composta de veteranos e iniciantes que vieram a se tornar grandes nomes do mercado nacional. Trouxe para a editora uma personagem que criara na Edrel e que fez bastante sucesso, chegando a ter revista própria: Maria Erótica.

Claudio Seto é citado em várias obras de referência como uns dos artistas mais importantes da Grafipar e um dos melhores desenhistas brasileiros do período.  Também trabalhou como jornalista e chargista, escreveu livros sobre a imigração japonesa, publicou lendas e fábulas do Japão, além de organizar os festivais da comunidade japonesa em Curitiba.

Seto faleceu no dia 16 de novembro de 2008

 

 

Redação

Redação

nippak@nippak.com.br
Redação

Últimos posts por Redação (exibir todos)

Related Post

SHIGUEYUKI YOSHIKUNI: Miss Nikkey de Lins e Região...     Aberta a inscrição para candidatas de 15 a29 anos de idade, com ascendência japonesa de qualquer grau, inclusive mestiças. Pod...
RIO CLARO: Japoneses visitam Rio Claro em intercâm...   Uma comitiva da cidade japonesa de Kimitsu esteve nesta quinta-feira (3) em Rio Claro para celebrar o intercâmbio cultural entre os dois mun...
NISHIKIGOI: 34ª Exposição Brasileira deve reunir c... A Associação Brasileira de Nishikigoi realiza nos dias 16 e 17 de maio, no Parque Dr. Fernando Costa (zona Oeste de São Paulo), a 34ª edição da Exposi...
RIO DE JANEIRO: 15ª Festa do Japão divulga cultura... Desde ano passado inserida no calendário oficial da cidade, a 15ª Festa do Japão RJ foi realizada este ano nos dias 27 e 28 de agosto, no Parque do Fl...

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *