DANÇA: Yuko Kaseki apresenta espetáculos inéditos de butô

A Fundação Japão em São Paulo promove, neste fim de semana (14 e 15), duas apresentações inéditas de butô, de Yuko Kaseki. A cada dia, uma peça: Unspelled – Tentativa de Romper o Estereótipo, no sábado, e no domingo, Shoot Jeez My Gosh – Quando o Real e o Irreal se Confundem; com entrada gratuita, na Sala Crisantempo, localizada no bairro da Vila Madalena (zona Oeste de São Paulo).

 

Dançarina e coreógrafa, Yuko Kaseki é tida como um dos principais nomes do butô de todos os tempos (Foto: divulgação)

Dançarina e coreógrafa, Yuko Kaseki é tida como um dos principais nomes do butô de todos os tempos (Foto: divulgação)

 

Ambas as performances são solo e revelam toda a dramaticidade do Butô, equilibrando movimento, ritmo e emoção.

Natural do Japão, atualmente morando na Alemanha, a dançarina e coreógrafa Yuko Kaseki, tida como um dos principais nomes do Butô de todos os tempos, explica que butô é a existência do corpo e de uma nova possibilidade de expressão.

 

Yuko Kaseki apresentará dois espetáculos em São Paulo (Foto: divulgação)

Yuko Kaseki apresentará dois espetáculos em São Paulo (Foto: divulgação)

 

“Descobrir e despertar, concluir e destruir; o corpo no seu tempo é a ação da expressão. O processo trilhado por cada pessoa é importante e não se tornará um clássico. Pode ser o caminho de passagem das pessoas interessadas em expressões corporais em diversas partes do mundo. Espero que floresçam distintas flores por toda a parte a partir das sementes plantadas”, destaca a dançarina.

A entrada é franca e os ingressos devem ser retirados na bilheteria uma hora antes do início do espetáculo, que está sujeito à lotação do espaço. Máximo de 2 ingressos por pessoa.

 

Performer mora atualmente na Alemanha (Foto: divulgação)

Performer mora atualmente na Alemanha (Foto: divulgação)

 

 

O butô – O butô nasceu no Japão, na década de 50, em um pós-guerra marcado pela abertura do país às influências estrangeiras.

Seu percussor, Tatsumi Hijikata, usando o corpo como meio de expressão de sentimentos e sentidos, iniciava na noite de Tóquio um movimento de contraposição à expansão e intercâmbio das artes.

Já no início dos anos 60, a arte de Hijikata recebeu o nome de Ankoku Butoh, ou dança das trevas.

Hoje, o Butô é visto como a expressão da liberdade corporal por meio de uma dança com ritmo próprio, que inclui expressões teatrais e performáticas. Relativamente nova, esta arte ainda vive um processo de transformação, incorporando as expressões e essências de cada um de seus praticantes.

 


 

 

Dançarina vive na Alemanha

 

Yuko Kaseki é premiada internacionalmente (Foto: divulgação)

Yuko Kaseki é premiada internacionalmente (Foto: divulgação)

Dançarina de butô, coreógrafa, performer e professora, a japonesa Yuko Kaseki vive na Alemanha atualmente. Lá, fundou em 1995 a companhia de dança cokaseki, que dirige paralelamente aos diversos projetos ao redor do mundo ao lado de músicos e artistas visuais.

Os estudos de Butô e arte performática começaram na HBK Braunschweig, com Anzu Furukawa, para quem dançou em sua companhia, a Dance Butter Tokio and Verwandlungsamt, de 1989 a 2000.

Desde então, seja em performances solo ou em grupo, percorre a Europa, Russia, Japão, Coreia, Canadá, Austrália, Estados Unidos e muitos outros países, sempre envolvida com a divulgação e difusão da arte do Butô.

Vale ressaltar a versatilidade de Yuko Kaseki, que está sempre buscando quebrar barreiras em projetos ao lado de artistas de diferentes áreas, como Teatro Thikwa (Berlim), Roland Walter (Berlin), Sung Kuk Kang (Seoul) e Zan-Chen Liao (Taipei).

Também destaca os projetos colaborativos, como o projeto UMBRA, desenvolvido com o Theater Thikwa, que inclui integrantes deficientes. Segundo Yuko Kaseki, a convivência com o grupo neste período causou-lhe descoberta de nova sensibilidade e expressão e despertou para um novo senso de tempo.

Premiada internacionalmente, a dançarina já conquistou, por exemplo, por “Ame to Ame”, o título de melhor performance em grupo (2004), e também o título de Outstanding Achievement in Performance, para a sua Companhia (2009), no Isadora Duncan Dance Award, realizado anualmente em SãoFrancisco, nos Estados Unidos.

Em sua trajetória, também reune cursos e workshops em Taiwan, Estados Unidos, Polônia, República Checa e Alemanha.

Atualmente, ensaia para a estreia de inédita peça “Description of an Elephant”.

 

 


 

 

SERVIÇO

O butô de Yuko Kaseki

Quando: Dia 14 (sábado), às 21h

Unspelled – Tentativa de Romper o Estereótipo

Duração: 55 minutos

Concepção/coreografia/dança: Yuko Kaseki

 

Quando: Dia 15 (domingo), às 19h

Shoot Jeez My Gosh – Quando o Real e o Irreal se Confundem

Duração: 45 minutos

Concepção/coreografia/dança: Yuko Kaseki

 

Onde: Sala Crisantempo (Rua Fidalga, 521 – Vila Madalena)

Entrada franca: Retirar ingressos na bilheteria do espaço uma hora antes do início do espetáculo. Máximo de 2 ingressos por pessoa / sujeito à lotação do espaço

Tel: (11) 3819-2287

Capacidade: 100 pessoas

Classificação etária: Não recomendado para menores de 16 anos

 

Redação

Redação

nippak@nippak.com.br
Redação

Últimos posts por Redação (exibir todos)

Related Post

TRADIÇÃO: No último dia do ano, 44º Moti Tsuki Mat... A Acal (Associação Cultural e Assistencial da Liberdade), com apoio das principais entidades nipo-brasileiras (Bunkyo – Sociedade Brasileira de Cultur...
LAZER E ENTRETENIMENTO: Baile Allegro reapresenta ... Quem perdeu o evento organizado em março deste ano pela promoter Beth Yajima em Águas de Lindoia (SP) para comemorar 20 anos do Baile Allegro, tem uma...
COMUNIDADE: Livro ‘Ikesaki’ desvenda a saga do ‘re... Para comemorar os 50 Anos de atividades de Hirofumi Ikesaki o jornalista Jhony Arai lança o livro “Ikesaki” no dia 11 de dezembro, no imponente Museu ...
TAIKÔ: Festival reúne atração internacional e 30 g... A cidade paulista de Araçatuba será sede do 10º Festival Kawasuji, evento anual de taikô , e que este nesta edição será realizada neste fim de semana ...

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *