DOCUMENTÁRIO: TV Akita faz filmagem no Hospital Santa Cruz sobre Sentaro Takaoka

 

Uma equipe da TV Akita, do Japão, estará na próxima sexta-feira (24), às 15 horas, no Hospital Santa Cruz (zona Sul de São Paulo), para filmar as dependências e complementar matéria que estão fazendo sobre o médico Sentaro Takaoka, um dos fundadores da Dojinkai, associação de ajuda humanitária que deu origem à Sociedade Brasileira e Japonesa de Assistência Hospital Santa Cruz, mantenedora do Hospital Santa Cruz.
A comitiva será composta de Yoshihiro Mori, diretor geral do Departamento de Produção e Divulgação; Miho Moriya, diretora chefe do Departamento de Redação, acompanhados pelo presidente da Associação Akita Kenjin do Brasil, Akira Kawaai.

 

Prédio principal do Hospital Santa Cruz foi inaugurado em 1939 (Foto: Arquivo)

 

Sentaro Takaoka, médico formado no Japão, originário de Akita, foi um dos líderes na área da assistência médica da Sociedade Japonesa de Beneficência do Brasil – Dojuinkai. Sanitarista, preocupado com as doenças endêmicas na comunidade de imigrantes, ele se dedicou a pesquisas epidemiológicas, começando com a malária. Na sede do Dojinkai, na Liberdade, foi montado um ambulatório onde se distribuía remédios e soros “A-O” contra tuberculose, conseguidos junto ao Serviço de Saúde Pública do Estado; e também folhetos em japonês que orientavam os imigrantes na manutenção de higiene e saúde.
Inspirado no exemplo de outras nacionalidades que mantinham hospitais na Capital, Takaoka se empenhou também numa campanha para angariar fundos para a aquisição de terreno com vistas à instalação de um sanatório/nosocômio. O espírito comunitário de solidariedade logo se espalharia entre as comunidades da Capital, do Interior e de províncias no Japão.

Em breve, lavradores, comerciantes, profissionais liberais, empresas, o consulado, a embaixada, a própria Casa Imperial do Japão, faziam doações para o Fundo de Construção do Hospital Japonês.

 

Título – Pelos trabalhos de assistência médica junto aos imigrantes, Sentaro Takaoka recebeu, em 1932, o título de Igaku Hakushi – Doutor em Ciências Médicas, pela Universidade Imperial de Kyoto, Japão. Em 18 de junho de 1933, no 25º Aniversário da Imigração Japonesa no Brasil, foi lançada a pedra fundamental do Hospital, no terreno adquirido pela Sociedade na Rua Santa Cruz 398, bairro da Vila Mariana.
O prédio principal do Hospital foi inaugurado no dia 29 de abril de 1939. Nos termos da lei brasileira, a Dojinkai – Sociedade Japonesa de Beneficência do Brasil foi nacionalizada, e passou a denominar-se Sociedade de Beneficência Santa Cruz. A partir de janeiro de 1990, passou para Sociedade Brasileira e Japonesa de Beneficência Santa Cruz, mantenedora do Hospital Santa Cruz.

 

 

Redação

Redação

nippak@nippak.com.br
Redação

Últimos posts por Redação (exibir todos)

Related Post

REMÉDIOS MAIS BARATOS: Presidente da Câmara promet...   O presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves (PMDB/RN), recebeu nesta quarta-feira (12/02), as 2.620 milhões de assinaturas ...
ESPECIAL/18º FESTIVAL DO JAPÃO: Miss Nikkey Brasil... Suzana Yosino Simões, paranaense da cidade de Londrina, 20 anos, estudante de direito na UEL (Universidade Estadual de Londrina) e maquiadora profissi...
SAÚDE: Hospital Santa Cruz homenageia Seigo Tsuzuk... Médico foi fundamental na articulação da reintegração do Hospital à comunidade nipo-brasileira   Masato Ninomiya, Seigo Tsuzuki e Renato Ish...
Beleza by YUMI KATAOKA: Hidratação dos lábios R... Olá meninas!!! Outono-inverno chegando e temperaturas mais frias e secas enfrentamos. Com isso, precisamos de cuidados especiais com a nossa pele e...

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *