EDUCAÇÃO: SÃO JOAQUIM BRILHA COM NOVO CURSO DE JAPONÊS

No dia 05 de dezembro de 2014, na Escola Modelo de São Joaquim, Santa Catarina, foi realizado o encerramento do novo curso de língua japonesa. Foi a concretização do sonho dos jovens dirigentes nikkeis de São Joaquim.

No mês de fevereiro deste ano, três jovens mães de São Joaquim ,Larissa, Noriko e Yumi, expuseram o sonho que seus filho pudessem aprender a língua japonesa. Compartilhei com o sonho, pois conhecia a história da Escola Modelo e do prof. Egami.

 

As professoras Tiaki Yamaguchi e Miho Takuma com seus alunos (foto: divulgação)

As professoras Tiaki Yamaguchi e Miho Takuma com seus alunos (foto: divulgação)

 

Fui surpreendido pelo convite do Yuichi, filho da Larissa, para o encerramento do curso. Tive a certeza que o sonho da comunidade nipo-brasileira de São Joaquim tinha se realizado.

No encerramento senti a dedicação das duas professoras, Tiaki Yamaguchi e Miho Takuma, que conseguiram que jovens Nikkei e não Nikkei de 06 a 16 anos sentissem o interesse pela língua e cultura japonesa, através de uma peça teatral e dança.

O destino tinha traçado o caminho da Profa. Tiaki Yamaguchi, pois ela tinha deixado a cidade de Palmas no Paraná, há 2 anos e se fixado em São Joaquim, agora a escola tem uma mestra a orientar, sem risco de cada ano procurar uma nova docente.

Fiquei realmente surpreso pela presença da Profa. Miho Takuma, indicada pela  JICA para atuar em São Joaquim.  Não posso deixar registrado, a feliz decisão do envio  da Profa. Miho, pois ela com a experiência  no Brasil, conseguiu desenvolver um modelo que não se resumiu apenas no ensino da língua, mas também da cultura japonesa,pois na fala dela, às sextas-feiras que era o dia da cultura, como shodo, origami, takoyaki, dança etc, era o momento da diversão dos alunos. A Profa. Miho confidenciou a admiração pelos pais das crianças que não dominam a língua, nem a cultura japonesa, mas que se esforçavam para que seus filhos tivessem esta oportunidade, pois um dos alunos era não descendente de japoneses e alguns tinha o pai ou a mãe não descendente.

Os mais de 100 pessoas que lotaram o auditório, da Escola Modelo de São Joaquim, muitos eram os que japoneses que migraram para São Joaquim para a produção da maçã, como Fukutomo Yamaguchi, que foi com a família de Sorocaba-SP,na década de 1970,  para São Joaquim, que hoje está transferindo o comando das instituições como a Cooperativa e Associação Cultural e Esportivo de São Joaquim, para os seus filhos.No dia emocionado pela retomada do curso de japonês, ainda mais com a nora japonesa como professora.

Senti, também, o empenho da diretoria da Associação Cultural e Esportivo de São Joaquim, como do Mario Otani, diretor Cultural, responsável pela Escola Modelo, em retomar o curso da língua japonesa, fundamental para nós brasileiros desenvolvermos os instrumentos necessário para mantermos o intercambio com o Japão,é missão  que não é só dos descendentes de japoneses, mas também de não nikkeis. Vi, o empenho, pois à noite foi ministrado curso de japonês para 3 adultos.

Parabéns  aos jovens que se dedicaram este ano no aprendizado da língua e cultura japonesa e que brilharam nas apresentações do encerramento do ano:

AYRIS, IGOR, SOFIA, TAMI, HIKARI, HIKARU, HIKOYA, HIROKI, VITOR HUGO, MYE, MEGUMI, YUICHI, YUKARI, YUKI e RUMI, que serão com certeza, no futuro,  os que manterão um forte laço com o Japão.

 

(Luis Hanada)

Redação

Redação

nippak@nippak.com.br
Redação

Últimos posts por Redação (exibir todos)

Related Post

CARNAVAL: Na Ala de Compositores da Mocidade Alegr... Se o carnaval para uns é pura brincadeira e diversão, para outros é paixão, muito trabalho e responsabilidade. É o caso do gerente financeiro, músico ...
CURSOS E PALESTRAS: Ciate divulga cursos e palestr...   O Ciate - Centro de Informação e Apoio ao Trabalhador Retornado do Exterior – realiza um novo ciclo de palestras gratuitas durante o mês...
ARTES: Artista Mariko Mori inaugura escultura monu... Reconhecida internacionalmente por combinar ciência, tecnologia e natureza em seus trabalhos, a artista plástica japonesa Mariko Mori se propôs um des...
POLÍTICA: JAMIL ONO OFICIALIZA INGRESSO NO PEN O Partido Ecológico Nacional (PEN) realizou, no último dia 4, evento de filiação partidária de diversas lideranças políticas da região de Andradina, i...

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *