ELEIÇÕES 2016: Luis Yabíku é reeleito para o quinto mandato e será o único vereador nikkei em Campinas

Luis Yabíku, de 58 anos, foi reeleito vereador e vai assumir uma cadeira no Legislativo campineiro. Com 3.332 votos, ele assume pela quinta vez e se torna o único representante da comunidade japonesa na Câmara Municipal de Campinas, a maior cidade do interior do Estado de São Paulo e um dos maiores e mais importante pólo econômico do país. Autor de diversas leis como a Lei da Ciclovia, Luis Yabiku (PSB) planeja dar sequência aos seus projetos e buscar o  desenvolvimento sustentável da cidade visando uma melhorar  mobilidade urbana, justiça social e oportunidade de empregos para todos, principalmente aos jovens. “Procurei  direcionar o meu mandato no sentido de alinhar Campinas ao  que existe de mais moderno no mundo.”, disse Yabiku. “A minha lei  que implantou a ciclovia é a maior prova disso. Hoje, com o apoio do prefeito reeleito, Jonas Donizete, darei continuidade a este projeto e vários outros.”

 

Luis Yabíku é reeleito e será o único vereador nikkei em Campinas. Foto: divulgação

Luis Yabíku é reeleito e será o único vereador nikkei em Campinas. Foto: divulgação

 

Foi autor da lei número 13.267  de 17 de março de 2008 que instituiu o Festival do Japão de Campinas no Calendário Oficial de eventos do munícipio. Outra lei de sua autoria incluiu também no Calendário Oficial o Festival da Canção Japonesa realizado todos os anos, no último domingo do mês de agosto, registrado com o nùmero 13.297 de 29 de abril de 2008. Yabíku ficou conhecido por ser o autor da primeira lei que proíbe o uso de celular em cinemas, teatros, salas de aula e bibliotecas. Em 2001, ele foi o único brasileiro citado na revista norte americana “Newsweek”, entre as melhores frases do mundo. A frase foi” As pessoas que não conseguem se desligar do mundo por apenas duas horas merecem a nossa piedade”,em referência a lei que proibe o uso de celular  em lugares públicos,de sua autoria.

 

O vereador Luis Yabíku. Foto: divulgação

O vereador Luis Yabíku. Foto: divulgação

Trajetória – Luis Yabíku começou na vida pública em 1996, conquistando a vereança com 6.380 votos. Em 2002 tentou ser deputado estadual e conseguiu 30.106 votos. Concorreu para Deputado Estadual em duas oportunidades  2006 e 2015. Em 2004 obteve 6 710 votos. Nascido em 1958, Yabiku é casado com Letícia e tem dois filhos Otávio e Fábio.

Economista e pós graduado em Gestão Pública pela PucCampinas, Yabiku é agente fiscal de Rendas do Estado de São Paulo. Foi diretor Regional da Afresp (Associação dos Agentes Fiscais de Rendas do Estado de São Paulo) e Secretário de Urbanismo de Campinas.

Outra paixão de Luis Yabíku é cantar. Campeão em vários concursos de Karaokê realizado no Brasil, Yabiku lançou um CD intitulado “My Way” e interpreta grandes clássicos da música popular brasileira  como Garçom, Filho Adotivo, Brigas, Só lembranças, May Way e Me dê motivos, entre outros. A direção musical é de Ronny, da dupla Ronny e Rangel. O show de estréia, com casa lotada de admiradores,  foi no espaço Fnac onde reviveu sucessos de Frank Sinatra, Raul Seixas e Tim Maia.

 

(Célia Kataoka, especial para o Jornal NIppak)

Related Post

SHIGUEYUKI YOSHIKUNI: Uma homenagem à Professora M...   (Foto: Shigueyuki Yoshikuni) Pelo seu aniversário do dia 18 de julho próximo, muito bem merecida. Ela vem há muitos anos locomovendo-se ...
ARTIGO: Programa de Uso Racional da Água é urgente... (*) Aurélio Nomura   A atual crise hídrica na cidade de São Paulo é resultado de um conjunto de fatores que precisava ter sido visto há 10 ...
SUSTENTABILIDADE: Taiyo Thermas Hotel dribla a con... Preservação da biodiversidade (foto: Luci Judice Yizima) Cada vez mais têm surgido pousadas, hotéis e resortes com o objetivo de reduzir os impact...
LINS: KENKÔ TAISSÔ MARCA PRESENÇA NO FESTIVAL DE O... A Associação Kenkô Taissô do Brasil, entidade presidida por Toshie Kawazoe, esteve presente na 4ª edição do Festival de Okinawa realizado entre os dia...

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *