ELEIÇÕES 2016: Para candidatos nikkeis a vereador em SP, clima começa a ‘esquentar’

A menos de duas semanas das eleições municipais, que definirão os novos prefeitos e vereadores em 5.568 municípios brasileiros, o clima, enfim, parece contagiar os eleitores. “Passados o processo de impeachment, os Jogos Olímpicos e até mesmo a morte prematura do ator Domingos Montagner, que causou uma forte comoção, a ficha está começando a cair e as pessoas estão começando perceber que tem eleições no dia 2 de outubro e precisam se definir”, explicou o vereador Aurélio Nomura (PSDB), que busca seu sexto mandato na Câmara Municipal de São Paulo.

 

O vereador Aurélio Nomura ao lado de João Doria na Liberdade. Foto: Jiro Mochizuki

O vereador Aurélio Nomura ao lado de João Doria na Liberdade. Foto: Jiro Mochizuki

 

Victor Kobayashi, que concorre a uma vaga pelo PSD, concorda. “Agora, na reta final, as pessoas estão começando a lembrar que precisam votar em algum candidato”, avalia Kobayashi, que, no entanto, reclama das restrições impostas pela nova lei eleitoral aprovada no ano passado e que deixou a campanha mais curta – diminuindo de 90 para 45 dias o período para os candidatos buscarem os votos.

“Essas restrições acabam causando um clima muito ruim, de insegurança. Muitas vezes você fica em dúvida do que pode e do que não pode fazer. Na verdade, dá a sensação que a gente não pode fazer nada”, conta Kobayashi, que entre as principais dificuldades aponta a proibição de faixas, a captação de recursos e as propagandas em comércio e indústrias.

 

Ushitaro Kamia no Okinawa Festival, na Vila Carrão. Foto: Divulgação

Ushitaro Kamia no Okinawa Festival, na Vila Carrão. Foto: Divulgação

 

O candidato Ushitaro Kamia, que trocou de legenda – deixou o PSD para se filiar ao PDT – destaca que, além de criatividade para driblar as restrições, “mais do que nunca essa campanha está sendo feita como antigamente”. “Ou seja, no estilo ‘três esses’: sola de sapato, saliva e santinho. Além de muito corpo a corpo”, explica Kamia, que também prevê uma reta final “com cara de eleições”. “Nos próximos dias, todas as atenções estarão voltadas para as eleições”, afirma.

 

Trabalho – Para George Hato (PMDB), que busca seu segundo mandato, “a campanha nem começou e já está terminando”. “Está sendo uma eleição atípica, com novas regras, com pouco visual, pouco dinheiro e muita disputa. Está sendo uma experiência nova para todos nós”, diz George, que cita a proibição do uso de plástico nos materiais de campanha como uma mudança que acabou encarecendo o custo da campanha. “Estamos tendo que nos virar nos 30”, brinca o peemedebista, que mais uma vez espera contar com o reforço do pai, o deputado estadual Jooji Hato (PMDB) como cabo eleitoral.

 

O vereador George Hato e seu pai, o deputado estadual Jooji Hato. Foto: Aldo Shiguti

O vereador George Hato e seu pai, o deputado estadual Jooji Hato. Foto: Aldo Shiguti

 

Restrições à parte, todos os candidatos entrevistados pelo Jornal Nippak são unânimes em afirmar que esta eleição não só se apresenta como a mais difícil dos últimos tempos como também consideram que será uma eleição “para candidatos que têm trabalho para mostrar”.

“Por já termos um trabalho forte na Câmara Municipal estou recebendo muitos apoios de grupos, entidades, associações e de amigos antigos. De uma maneira geral, também estamos recebendo apoios de pessoas de destaques como os senadores Aloysio Nunes Ferreira (PSDB-SP) e José Aníbal (PSDB-SP) e do secretário estadual de Desenvolvimento Social, Floriano Pesaro, além do próprio candidato a vice-prefeito, Bruno Covas. Esse elo com a população facilita mas é uma eleição diferente porque não temos parâmetro do que pode acontecer lá na frente”, diz Nomura.

Líder da bancada do PSDB na Câmara Municipal, Nomura conta que “esta eleição será muito mais dificil para quem está se apresentando como candidato pela primeira vez”. “As pessoas querem discutir que ações você apresentou”, destaca o tucano.

 

O candidato Victor Kobayashi com Hirofumi Ikesaki. Foto: Jiro Mochizuki

O candidato Victor Kobayashi com Hirofumi Ikesaki. Foto: Jiro Mochizuki

 

Redes sociais – Para George Hato, “quem tem trabalho realizado está com vantagem”. “Estou sendo muito bem recebido nos lugares que vou porque as pessoas estão sabendo separar os merendeiros dos outros. Na hora de votar, os eleitores levam em consideração as melhorias que você fez para determinada região”, diz George, afirmando que tem recebido “reclamação zero”.

Para Victor Kobayashi, as redes sociais têm sido uma alternativa para divulgar suas ações como fundador do Instituto Paulo Kobayashi. “Estamos priorizando também o corpo a corpo e até sendo um pouco mais didático para que as pessoas entendam a importância não só de participar da política como também de escolher bem seus candidatos. Tudo se origina nas campanhas. O que está acontecendo agora é resultado de escolhas mal feitas nas eleições passadas. Precisamos perder essa mania de torcer o nariz quando se fala em política porque senão continuaremos batendo panelas nas janelas para o resto de nossas vidas”, diz Victor Kobayashi.

Para Aurélio Nomura, a preocupação é evitar o clima de “já ganhou”. “Temos que continuar divulgando nossas ações e em momento algum baixar a guarda até porque na nossa coligação são oito vereadores do PSDB, cinco do DEM, dois do PP e dois do PSB. Na realidade, será uma eleição em que um ou dois votos vão fazer muita diferença”, prevê Nomura.

 

ALDO SHIGUTI

ALDO SHIGUTI

Redator-chefe
ashiguti@uol.com.br
ALDO SHIGUTI

Últimos posts por ALDO SHIGUTI (exibir todos)

     

     

     

    CANDIDATOS NIKKEIS A VEREADOR NA CAPITAL

     

    Nome na Urna: Akiko Akiyama

    Nome Completo: Akiko Akiyama

    Partido: PSOL

     

    Nome na Urna: Aurélio Nomura

    Nome Completo: Aurélio Nomura

    Partido: PSDB – Coligação PSDB/PSB/PP/DEM

     

    Nome na Urna: Fabiano Yamashita

    Nome Completo: Fabiano Takeshi Yamashita

    Partido: PHS – Coligação: PHS – PMB – PPS

     

    Nome na Urna: George Hato

    Nome Completo: George Vatutin Hato

    Partido: PMDB – Coligação: União Por São Paulo

     

    Nome na Urna: Hélio Takata

    Nome Completo: Hélio Teruo Takata

    Partido: PTB – Coligação: PTB

     

    Nome na Urna: Kamia

    Nome Completo: Ushitaro Kamia

    Partido: PDT – Coligação: PT/PDT/PR/PROS

     

    Nome na Urna: Lucas Namasu

    Nome Completo: Lucas Hideo Namasu

    Partido: PSDB – Coligação: PSDB/PSB/PP/DEM

     

    Nome na Urna: Mauro Hashimoto

    Nome Completo: Mauro Akio Hashimoto

    Partido: PEN

     

    Nome na Urna: Naomi Yamaguchi

    Nome Completo: Greice Naomi Yamaguchi

    Partido: Novo

    Nome na Urna: Ota

    Nome Competo: Masataka Ota

    Partido: PSB – Coligação: PSDB/PSB/PP/DEM

     

    Nome na Urna: Patricia Tani

    Nome Completo: Patricia Kiyomi Tani

    Partido: PSDC

     

    Nome na Urna: Paulo Sakamoto

    Nome Completo: Paulo Noriyuki Sakamoto

    Partido: PP – Coligação: PSDB/PSB/PP/DEM

     

    Nome na Urna: Professora Marilda Watanabe(*)

    Nome Completo: Marilda Watanabe Mazzocchi

    Partido: PSL

     

    Nome na Urna: Professor Maeda

    Nome Completo: Mario Maeda Júnior

    Partido: PTN

     

    Nome na Urna: Rodrigo Goulart

    Nome Completo: Rodrigo Hayashi Goulart

    Partido: PSD – Coligação: União Por São Paulo

     

    Nome na Urna: Rogerio Nagai

    Nome Completo: Rogerio Eduardo Nagai

    Partido: PV

     

    Nome na Urna: Saito-San

    Nome Completo: Eduardo Tsuneo Saito

    Partido: PSDC

     

    Nome na Urna: Sérgio Koei

    Nomde Completo: Sérgio Koei Ikehara

    Partido: PSTU

     

    Nome na Urna: Shinsho Takara

    Nome Completo: Shinsho Takara

    Partido: PTN

    Nome na Urna: Silvia Nakano

    Nome Completo: Silvia dos Santos Nakano

    Partido: PSL

     

    Nome na Urna: Simone Hieda

    Nome Completo: Simone Michico Gava Hieda

    Partido: PSDC

     

    Nome na Urna: Tachibana

    Nome Completo: Marcos Jesus Tachibana

    Partido: PTN

     

    Nome na Urna: Thiago Kawabata

    Nome Completo: Franklin Thiago Neves Kawabata

    Partido: PPL

     

    Nome na Urna: Tomaz Kurashima

    Nome Completo: Tomaz Kiyomu Kurashima Júnior

    Partido: PV

     

    Nome na Urna: Victor Kobayashi

    Nome Completo: Victor Kobayashi

    Partido: PSD – Coligação: União Por São Paulo

     

    Nome na Urna: Watanabe

    Nome Completo: Humberto Yudi Watanabe

    Partido: DEM – Coligação: PSDB/PSB/PP/DEM

     

    Nome na Urna: Yamada

    Nome Completo: Hiroaqui Yamada

    Partido: PSDC

     

     

    (*) Indeferido com recurso

    Última atualização: 19 de setembro. Fonte: TRE-SP

     

     

    Related Post

    ESPETÁCULO: Concerto de Verão traz professora japo... A Associação Brasileira de Música Clássica Japonesa e a Associação Cultural Cachuera! promovem, nesta quinta-feira (17), o Concerto de Verão. Com apoi...
    ARAÇATUBA: Reunião discute preparativos para os 10... No último dia 4 foi realizada na Associação Nipo-Brasileira de Araçatuba (SP), reunião para tratar sobre a comemoração do centenário da colonização do...
    ARTIGO: A origem do Kokushikan no Brasil   No dia 20 de março de 1986, foi assinado pelo presidente José Sarney e pelo ministro da Justiça, Paulo Brossard, a autorização para o funcio...
    MISS AKIMATSURI: Inscrições para 6° Concurso devem...   Estão abertas as inscrições para a 6ª edição do Concurso Miss Akimatsuri, tradicional evento que faz parte da programação do 29ª Akimatsuri....

    One Comment

    1. Sei o quanto é trabalhoso e preocupante o período que antecede a eleição: por longos anos, enquanto morava em Marília, batalhei por meu pai, vereador por 23 anos consecutivos. Hideharu Okagawa trabalhou muito pela cidade: por vocação e amor em tempo que não havia salário pelo cargo. Não enriqueceu, mas legou aos descendentes nome honrado do qual nos orgulhamos.
      Desejo que em todas as cidades os eleitores consigam eleger as melhores e preparadas pessoas. Em São Paulo, onde mora a maior população de nikkeis fora do Japão, desejo que tenha muitos ótimos representantes!!!
      Teruko Okagawa Monteiro

    Faça seu comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *