ELEIÇÕES NO CONSELHO REGIONAL DE CONTABILIDADE: Profissionais de Contabilidade vão às urnas nos dias 17 e 18

Nos próximos dias 17 e 18, mais de 120 mil profissionais da área de contabilidade, entre contadores e técnicos em contabilidade, devem ir às urmas em todo Estado de São Paulo para a eleição de um terço dos membros do Plenário do Conselho Regional de Contabilidade de São Paulo, formado por 36 conselheiros efetivos e 36 suplentes. Portanto, cada chapa concorrerá com 24 candidatos (12 efetivos e 12 suplentes), com mandato de quatro anos.

A eleição ocorrerá simultaneamente em todos os Estados do território brasileiro. Os cerca de 530 mil profissionais existentes no país tiveram até o último dia 6 para regularizar sua situação.

No Estado de São Paulo, com cerca de 148 mil profissionais registrados – quase 30% do total –, duas chapas estão no páreo. A 1, cujo lema é “Trabalho, ética, lealdade”, é encabeçada pelo atual vice-presidente de Administração e Finanças, Gildo Freire de Araújo. A chapa 2, de oposição, foi organizada pela contadora e candidata Marilene de Paula Martins Leite.

 

Alexandre Kita, Gildo Freire de Araújo e o ex-presidente do Bunkyo, Kihatiro Kita, que apoia a chapa 1 (Foto: Aldo Shiguti)

Alexandre Kita, Gildo Freire de Araújo e o ex-presidente do Bunkyo, Kihatiro Kita, que apoia a chapa 1 (Foto: Aldo Shiguti)

 

Desafios – Em visita ao Jornal Nippak acompanhado pelo fundador e presidente da NK Contabilidade e ex-presidente do Bunkyo (Sociedade Brasileira de Cultura Japonesa e de Assistência Social), Kihatiro Kita, e seu filho, Alexandre Kita – que atualmente é suplente e concorre a uma vaga de conselheiro –, Araújo disse que a ideia é dar continuidade ao trabalho da atual diretoria, presidida por Claudio Avelino Mac-Knight Filippi, ou seja, “fortalecer a profissão contábil no âmbito do CRC do Estado de São Paulo”.

“Hoje, o Conselho Regional de Contabilidade de São Paulo atua em três prerrogativas: registro, fiscalização e desenvolvimento profissional. No desenvolvimento profissional nosso foco tem sido no sentido de dar maior capacitação aos profisisonais, através de ações como palestras e orientações à distância”, explica Araújo, acrescentando que outra preocupação é combater eventuais irregularidades.

“Tanto os profissionais como as empresas estão sob fiscalização permamente do CRCSP, mas o intuito principal não é a autuação e sim levar conscientização e mostrar que esses profissionais têm responsabilidades”, conta, lembrando que hoje para obter o registro, além de formação superior em Ciências Contábeis, é necessário aprovação no Exame de Suficência, que acontece duas vezes por ano.

Para Araújo, o principal desafio de uma gestão é “motivar” os profissionais. “A ideia é mostrar o que é e como trabalha o CRCSP e buscar a participação de todos para que a classe seja unida. Uma das formas de mobilizar esses profissionais é a realização de eventos regionais”, explica Araújo. Para Alexandre Kita, os profissionais de contabilidade, bem como os profisisonais de outras áreas, estão constantamente em mudanças e precisam acompanhar essa evolução. “Daí a importância de estarmos sempre nos reciclando e participando das atividades do CRCSP, como o programa de educação continuada”, destaca Alexandre Kita, acrescentando que é considerável o número de profissionais nikkeis na área.

 

ALDO SHIGUTI

ALDO SHIGUTI

Redator-chefe
ashiguti@uol.com.br
ALDO SHIGUTI

Últimos posts por ALDO SHIGUTI (exibir todos)

     

     

     

    Related Post

    PARÁ: Tomé-Açu pode se tornar ‘modelo de cidade ja... Tomé-Açu, no nordeste do Pará, poderá se tornar modelo de cidade japonesa fora do Japão. O projeto, que está sendo fomentado pela Câmara de Comércio e...
    EMPRESAS: ETIHAD AIRWAYS FARÁ GRANDE MARATONA DE R... A Etihad Airways, companhia aérea nacional dos Emirados Árabes Unidos (EAU), fará uma grande maratona de recrutamento no Brasil após o lançamento ...
    COMUNICAÇÃO: Ihoshi participa de maior Congresso d... O deputado federal Walter Ihoshi (PSD/SP), membro da Comissão de Ciência e Tecnologia (CCT) da Câmara Federal, participou do evento com o objetivo de...
    JCI BRASIL-JAPÃO: Primeira não nikkei a assumir a ... Primeira não descendente de japoneses a assumir a presidência da JCI Brasil-Japão em pouco mais de três décadas de história, Camila Stuck Kawauchi ter...

    Faça seu comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *