EMPRESAS: Panasonic inaugura fábrica de linha branca em Extrema com tecnologia de ponta e sustentabilidade

 

A Panasonic do Brasil inaugurou oficialmente na quarta-feira (12), a primeira fábrica exclusiva de linha branca (geladeiras e lavadoras), na cidade de Extrema, Sul de Minas Gerais. Com investimentos de R$ 200 milhões, a planta industrial tem uma área de 170 mil metros quadrados e vai gerar cerca de 400 empregos diretos. O primeiro produto a ser fabricado em Extrema é o refrigerador NR-BB51P (com capacidade de 423 litros), atualmente com produção de 200 refrigeradores por dia, com tecnologias que reduzem o consumo de energia, e que estará nas lojas a partir de outubro. No próximo ano, a Panasonic deve iniciar a produção de máquinas de lavar. A nova fábrica tem capacidade para produzir 500 mil refrigeradores ao ano.

 

A Panasonic do Brasil inaugurou oficialmente a primeira fábrica exclusiva de linha branca (geladeiras e lavadoras), na cidade de Extrema, Sul de Minas Gerais (foto: Luci Judice Yizima)

 

O diretor geral da Panasonic Corporation para a América Latina, Hidetsugu Uji, em entrevista ao Jornal Nippak destacou a importância da planta da fábrica em Extrema foi construída dentro do conceito Eco Ideas.

“Escolhemos a cidade de Extrema por estar em ponto estratégico em todas as direções, facilita a logística para todo o país. O objetivo é minimizar os impactos da produção no meio ambiente. Graças à tecnologia de ponta, será possível, por exemplo, reduzir a emissão de gás carbono (CO²), no processo do reuso da água da chuva no processo produtivo e reciclar quase 100% do material utilizado na produção”, diz. “Em 2018, quando o conglomerado completará o seu primeiro centenário, temos a meta de nos tornar a empresa número 1 em inovação verde da indústria de eletrônicos”, enfatiza o diretor.

 

Com investimentos de R$ 200 milhões, a planta industrial tem uma área de 170 mil metros quadrados e vai gerar cerca de 400 empregos diretos (foto: Luci Judice Yizima)

 

A finalidade da companhia é atingir 10% de participação no mercado nacional de refrigeradores e lavadoras, por isso a nova fábrica poderá expandir sua capacidade produtiva após o início da operação. “Vai depender da demanda do mercado, estamos otimistas com o crescimento da classe C nos últimos anos. Mas já temos capacidade para produzir 500 mil refrigeradores”, diz Hirotaka Murakami, presidente da Panasonic do Brasil.

Para o prefeito de Extrema, doutor Luiz Carlos Bergamin (PSDB) comenta dos benefícios que a Panasonic trouxe para o município. “A empresa veio agregar formação e educação ambiental para a comunidade, além de gerar empregos com muita qualidade”, comenta. “É uma empresa que fomenta a sustentabilidade com investimentos nas escolas públicas municipais. Inserindo um novo conceito e diferente de preservação do meio ambiente”, finaliza.

 

A finalidade da companhia é atingir 10% de participação no mercado nacional de refrigeradores e lavadoras (foto: Luci Judice Yizima)

 

O governador Antonio Anastasia declara em seu pronunciamento durante a inauguração, que a fábrica da multinacional japonesa reflete o grande esforço do Governo de Minas em agregar valor a produtos tradicionais como o minério de ferro e o aço. “Hoje, temos o minério de ferro transformado em aço e usado na linha branca, como também acontece na indústria automobilística, na região metropolitana de Belo Horizonte, na fabricação de helicópteros, em Itajubá, em locomotivas, em Sete Lagoas, e em outras tantas indústrias”, afirma. “Esse é o grande esforço do nosso governo, permitir que Minas Gerais tenha uma economia cada vez mais competitiva, agregando valor aos produtos. Esta fábrica da Panasonic em Extrema reflete, como nenhuma outra, o nosso grande esforço, porque aqui temos tecnologia, empregos de qualidade, a cadeia produtiva completa ”, define o governador.

 

O governador Antonio Anastasia declara em seu pronunciamento durante a inauguração (foto: Luci Judice Yizima)

 

O governador mineiro destacou a escolha na data de inauguração da Panasonic é um dia festivo para Minas Gerais, porque 12 de setembro é aniversário de nascimento do presidente Juscelino Kubitschek de Oliveira (1902-1976). “JK foi um homem à frente de seu tempo, porque conseguiu realizar, em cinco anos, um processo vigoroso de industrialização e interiorização do desenvolvimento no Brasil. Tenho certeza que se estivesse vivo iria aplaudir essa fábrica da Panasonic”, garantiu Anastásia.

Como manda a tradição japonesa para encerrar a solenidade japonesa foi realizado a abertura do Kagami Wari (abrir o espelho), que é realizada nas festividades tradicionais japonesas com o objetivo de atrair sorte, prosperidade, felicidade e sucesso. Os convidados, entre eles o governador Anastásia, vice-governador Alberto Pinto Coelho, pelo presidente da Panasonic do Brasil, Hirotaka Murakami, e pelo vice-presidente da empresa, Ichiu Shinohara, a secretária de Estado de Desenvolvimento, Dorothea Werneck, e o presidente do Indi, José Frederico Alvares, receberam kizuchi e quebraram a tampa do Taru, cheio de saquê, para um brinde.

 

Como manda a tradição japonesa para encerrar a solenidade japonesa foi realizado a abertura do Kagami Wari (abrir o espelho) (foto: Luci Judice Yizima)

 

Sustentabilidade – As fábricas verdes parecem fazer sucesso no Brasil, muitas empresas estão investindo em processos ecologicamente corretos com a certeza de que o retorno virá, e será rápido. Além da economia durante a produção (em Extrema, por exemplo, o consumo de água será 30% menor e a economia de energia será de 20%), a sustentabilidade conquista consumidores. Segundo Renata Assis, gerente de marca da Panasonic, 49% dos consumidores consideram importante haver preocupação ecológica nas empresas e 72% acreditam que o meio-ambiente é mais importante do que a economia.

O principal produto da unidade será o refrigerador NR-BB51P, o primeiro da companhia a ser totalmente produzido no Brasil. “A tecnologia é japonesa, mas o projeto foi feito com base no consumidor brasileiro”, diz Epof. Ele já estará à venda no próximo mês e custará de R$ 2.899 a R$3.099. No mercado brasileiro, a Panasonic participa com produtos de maior valor agregado.

 

Panasonic: eleita a 6ª marca mais verde do mundo em 2012 (foto: Luci Judice Yizima)

 

Sobre a Panasonic – Esta é a terceira fábrica da empresa no Brasil, que já opera em Manaus (AM) – linha marrom (TVs, câmeras fotográficas, filmadoras) e micro-ondas – e em São José dos Campos (SP) – pilhas e baterias. A filial pertence à Panasonic Corporation, atual nome do grupo japonês Matsushita Electric Industrial Co. Ltda, líder mundial nas áreas de desenvolvimento e fabricação de produtos eletrônicos. Este conglomerado teve início em 1918, com Konosuke Matsushita. A Panasonic é líder mundial na fabricação de eletrônicos, no ano passado suas vendas líquidas somaram 7,8 bilhões de ienes.

 

Esta é a terceira fábrica da empresa no Brasil, que já opera em Manaus (AM) e em São José dos Campos (SP) (foto: Luci Judice Yizima)

 


(Luci Judice Yizima)

Redação

Redação

nippak@nippak.com.br
Redação

Últimos posts por Redação (exibir todos)

Related Post

JUDÔ: Judô do Brasil faz parceria com japonesa par...   País que criou o judô, o Japão ajudará o Brasil na descoberta de talentos no ciclo até a Olimpíada do Rio de Janeiro, em 2016. Nesta terça-f...
INTERNACIONAL: Máfia japonesa, Yakuza lança site n...   Os Yakuza surgiram como associações criminosas e obedeciam a regras rígidas específicas. Com o tempo, passaram a influenciar diversos se...
KARAOKÊ: Elzo Sigueta é reeleito presidente da Uni... Em Assembleia Geral Ordinária realizada no último dia 9, no auditório da Sociedade Civil Hiroshima Kenjinkai do Brasil, no bairro da Liberdade, em São...
VISITA DE SUAS ALTEZAS IMPERIAIS: Príncipe Akishin... O Príncipe Akishino e a Princesa Kiko desembarcaram em Mato Grosso do Sul, no domingo (1/11) e foram recepcionados por 30 crianças da Escola Visconde ...

3 Comments

  1. Boa tarde gostaria muito de adquirir uma lavadora de roupas da Panasonic 14k/kg pra presentear a minha querida mãe que fará mais um ano de vida,estou com uma grande dificuldade para realizar esse sonho dela de adquirir e o meu de presenteá-la,já virei São Paulo e grande São Paulo,SP.nada……. será que posso comprar uma na fábrica em extrema,mg.por favor me ajude necessito grandemente de uma resposta confesso que não sei mais o que fazer mas confesso também que outra marca ou modelo não entra em casa nem que for ganhado.aguardo uma resposta e desde já espero ansioso se caso for posso ir até a fábrica retirar o produto com maior prazer,não vejo dificuldade alguma.estou no aguardo ,Obrigado..

  2. Boa Tarde!É com muita alegria que vejo uma bela de uma empresa como a Panasonic se desenvolver em nosso país,sempre fomos fiel aos produtos Panasonic bela beleza dos designers arrojados, e também pela qualidade dos seus produtos. Na Minha Casa só Televisao temos 5, mas infelizmente no último dia 13/007/2013 Adquirimos na Eletrozema Ltda em Goianésia-Go uma máquina de Lavar Panasonic mod.Nº NA-FS12G1WRE,linda, moderna e com design arrojado apesar do custo bem mais alto,mas é uma Panasonic.Então após Três operações o seu comando não obedecia mais e aparecia uma mensagem em seu visor H01,procuramos a Eletrozema e fomos orientados a procurar o 08007760000, fomos prontamente atendidos e nos indicaram uma assistência em Goiânia, depois de várias e várias tentativas conseguimos que viessem retirar a maquina com defeito.hoje 03/02/14 Recebemos a maquína em pessimo estado arranhada,suja e não está funcionando como antes,entramos em contato com a Panassonic e a mesma nos propôs devolver a importânçia paga pelo bem.Enviamos a documentação Prot.39659; mas na verdade Gostariamos de continuar com o produto, desde que não fosse o mesmo, não temos interesse algum de receber o valor pago e adquirir outro produto, sendo que já estamos sem maquina de lavar roupas a três meses.Obrigado Contato Washington Muniz-62 85179692.

  3. comprei uma lavadora panasonic,14k,e otima porem esta com defeito,no painel/ estou tentando,trocar o produto pois defeito de fabricaçao,tenho laudo tecno/panasonic troca por favor

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *