ERIKA TAMURA: A visita de Trump no Japão

É público e notório que o presidente norte americano, está viajando pela Ásia, e até ontem estava no Japão.

Eu entendo que seja importante tal visita ao Japão, muitos negócios a serem tratados e muitos assuntos a serem resolvidos (a Coréia do Norte que o diga), mas achei demasiadamente exagerado o esquema da polícia montado no Japão, mais precisamente em Tóquio.

Justamente nos dias em que eu fui trabalhar em Tóquio, coincidiu de ser os mesmos dias em que o presidente Donald Trump, estava na cidade. E aí, era polícia para todos os lados, nunca vi tanto policial nas ruas, ruas e rodovias expressas bloqueadas, sem contar o trânsito aéreo de helicópteros. Independentemente da visita do Trump, eu preciso trabalhar, e foi bem complicado não só para mim, mas acredito que para muitas pessoas.

Acompanhei alguns noticiários e percebi o primeiro ministro japonês, Shinzo Abe feliz, foi uma das poucas vezes que o vi sorrindo. Afinal de contas, Abe tem motivo de sobra para sorrir, está mais firme e forte como nunca no seu cargo, apesar dos imprevistos, conseguiu o que queria, reivindicou novas eleições, o seu partido conseguiu a maioria absoluta no congresso, e foi reeleito convictamente como primeiro ministro do Japão, é o seu momento absoluto.

A impressão que tenho é que nem a Coréia do Norte incomoda mais. Mas não é bem assim…

A ameaça da Coréia do Norte incomoda sim! E a visita do Trump pode ser linda, imponente e fortalecedora, mas também tem o seu viés.

Nada me tira da cabeça que, a viagem do Trump para a Ásia nada mais é do que uma afronta ao ditador norte coreano. É uma forma de provocar, utilizando-se da diplomacia como linha de frente numa batalha de egos que não sabemos como começou e nem a real verdade de tudo isso.

Alguns dizem que o ditador norte coreano e o presidente americano são loucos e isso pode gerar um conflito preocupante, até concordo em partes com isso, mas eles não são burros! Até mesmo o mais cruel dos ditadores não iria ter raiva gratuitamente de um país, e não iria gastar milhões de dólares em pesquisas de armas nucleares a toa. E o Trump? O que ele tem com tudo isso?

Será que o presidente americano não está querendo provocar uma guerra na Ásia, pois assim a economia dos Estados Unidos se fortaleceria ainda mais? Me pergunto se existe a possibilidade dos Estados Unidos estar desempenhando o papel daquele menino que adora provocar uma briga, todo grupinho de crianças tem aquele que fica de leva e traz, fica no meio falando: “Olha, fulano falou mal de você, vai deixar?” e depois vai pro outro lado e diz: “Olha, o outro lá falou que vai te bater na saída da escola, se prepara…”.

Qualquer cidadão sabe que o Japão e a China desempenham importantes papéis econômicos mundiais, cada qual do seu jeito, portanto no caso de um conflito na Ásia, quem seria o maior beneficiado? Sem contar que, os Estados Unidos tem a indústria bélica poderosa, uma guerra movimentaria o mercado bélico e a economia do país, não é mesmo?

Como não sou especialista no assunto, não posso afirmar nada, mas observo e penso, penso muito!
Moro no Japão, e as vezes acho essa devoção do Japão aos norte americanos exagerada, não faz muito tempo atrás tivemos bomba atômicas em Hiroshima e Nagasaki, será que o povo japonês não tem memória?

Não estou falando mal dos americanos, apenas estou observando os fatos e tirando a minha própria conclusão, que pode não agradar a todos, mas é o que eu acho.

Vamos pensar um pouquinho, em caso de uma guerra, Japão, China, as duas Coréias e mais a Rússia, estariam diretamente envolvidos, qual é o país com poder de se sobressair nesse momento?

Pensem bem, a Europa não é mais uma potência, salvo a Alemanha, que supre a sua demanda e não atenderia uma demanda mundial num momento caótico. Se o Brasil estivesse bem, seria o momento grandioso, mas não está. Então…

 

 

ERIKA TAMURA

ERIKA TAMURA

nasceu em Araçatuba e há 18 anos mora no Japão, onde trabalha no Serviço de assistência aos brasileiros no Japão da Ong chamada Sabja

E-mail: erikasumida@hotmail.com
ERIKA TAMURA

Últimos posts por ERIKA TAMURA (exibir todos)

     

    Faça seu comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *