ERIKA TAMURA: Aniversário do Imperador Akihito

Domingo, dia 7 de dezembro, participei de um evento comemorativo no Nipo de Araçatuba. Foi comemorado o aniversário de 81 anos do Imperador japonês, Akihito.

Um evento que contou com líderes da comunidade japonesa em Araçatuba, e o público em geral que quis prestigiar.

Na verdade, eu não sabia que havia essa comemoração em Araçatuba, sabia da festa feita na casa do Cônsul do Japão em São Paulo, mas nunca imaginei que as festividades se estendessem até o interior.

Imperador Akihito, aniversaria no dia 23 de dezembro, mas no Brasil, essa data foi antecipada devido a sua proximidade com o Natal. No Japão, o aniversário do Imperador é amplamente comemorado, é feriado nacional, e é o único dia do ano que o Castelo Imperial abre os seus portões para que o povo em geral tenha acesso aos jardins do Palácio, onde durante o dia o Imperador aparece por três vezes na sacada, em um horário pré determinado e faz um breve discurso e consequentemente é ovacionado pelo seu legado.

Tive o privilégio de ir ao castelo, á dois anos atrás, e me surpreendi com o tamanho do evento, desde o início da avenida há pontos de distribuição de bandeirinhas do Japão, ônibus de turismo não para de chegar a todo momento, e vem gente por todos os lados do castelo, e depois de passarmos por uma rigorosa vistoria nas bolsas e bolsos, adentramos o castelo. É uma visão linda, tudo perfeito, mas cheio de policiais para todos os lados. Eis que surge a família imperial na sacada de vidro toda blindada, o povo vai a loucura. Começa o discurso, e não tem como não se emocionar.

O Imperador, depois de três cirurgias coronarianas, fala com dificuldade, uma voz embargada porém firme, e cita a sua saúde delicada, ressalta a vontade viver, falando que visitou as áreas atingidas pelo tsunami e conversou com vários desabrigados, e por esse motivo disse que não poderia orrer naquele momento, pois ainda quer poder ajudar o Japão a se estabelecer no pós tsunami. Isso foi há 2 anos atrás. O discurso desse ano deve ser diferente mas seguindo essa mesma linha, de sempre colocar o Japão em prioridade na sua vida, e consequentemente mostrar a sua preocupação com os seus súditos.

Súditos esses que amam e veneram a família imperial de um jeito mítico e que desperta curiosidade.

O Imperador, por onde passa deixa um legado de admiradores, pois sabe cativar e apesar da posição, possui um carisma ímpar.

Achei muito interessante que mesmo depois de mais de cem anos da imigração japonesa no Brrasil, algumas tradições ainda se mantêm quase que intactas.

Na cerimônia daqui de Araçatuba, iniciou-se com o hino japonês seguido do hino nacional brasileiro, depois os  discursos tomaram conta do evento, detalhe: tudo falado em japonês!

E por fim um “banzai” em homenagem ao imperador.

Tenho certeza que se eu chegar no Japão e contar que no Brasil ainda existe esse tipo de tradição, muitos ficariam surpresos e orgulhosos em saber que mesmo tão longe ainda há pessoas que fazem questão de manter a cultura japonesa intacta.

 

 

===============================================================

Erika-Tamura

Erika Tamura

nasceu em Araçatuba e há 15 anos mora no Japão, onde trabalha com desenvolvimento de criação. E-mail: erikasumida@hotmail.com

 

 

 

 

Redação

Redação

nippak@nippak.com.br
Redação

Últimos posts por Redação (exibir todos)

Related Post

AKIRA SAITO: ORGULHO E EXEMPLO   “Liderar pelo exemplo, simples assim”   Assim como todas as datas comemorativas, o dia dos pais passou. Penso que, mais do que uma si...
AKIRA SAITO: SEJA VOCÊ O LÍDER “A definição para a busca da Perfeição consiste basicamente em nunca estar satisfeito consigo mesmo”   Em tempos difíceis, sempre existirão a...
MEMAI / LITERATURA: 1Q84 – Mais um Best Sell...   Por Marilia Kubota   "1Q84", o último romance publicado por Harumi Murakami parece uma típica obra sua, destinada a ser um fenôme...
JORGE NAGAO: Se a vida lhe der..   pão velho, faça uma rabanada; uma comédia, dê uma gargalhada; uma tragédia, suporte a sarrafada; rasteira, levante e dê uma guinada...

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *