ERIKA TAMURA: Cerimônia de encerramento das olimpíadas.

 

E chegou ao fim mais uma olimpíada…

Não foi apenas mais uma, foi “a olimpíada”. Porque foi no Brasil, porque foi animada, porque superou as expectativas e calou a boca de muita gente, porque eu sou brasileira, porque o próximo país sede será o Japão e porque tivemos no show de encerramento o primeiro ministro japonês Shinzo Abe vestido de Super Mario!

Eu achei surpreendente, para não dizer espetacular. Nem nos meus pensamentos mais delirantes imaginei que o Abe apareceria na cerimônia de encerramento olímpico vestido de Mario.

Quem achava que o Japão faria uma participação na festa com todo o seu requinte cultural, com traços milenares, e ainda uma mistura de tecnologia com tradição, ficou surpreso com o que foi apresentado. Mas quem ficou realmente surpreso foi o público japonês! Eu acompanhei a transmissão do evento pela TV japonesa, e os apresentadores ficaram literalmente sem palavras com a atitude do premiê japonês. Um dos narradores ainda fez um comentário bem áspero dizendo não acreditar no que via, e ainda indagava se era isso mesmo o que ele estava vendo…

A repercussão do ministro japonês vestido de Mario, foi muito boa fora do Japão, no Brasil então, os internautas brasileiros comentaram positivamente, enquanto que na imprensa japonesa pouco falou-se sobre o episódio, e quando mostrou foi algo muito rápido. Entre o povo japonês, os mais conservadores e tradicionais torceram o nariz com a atitude do Abe, enquanto que os jovens mostraram-se um pouco mais animados.

Eu acredito que o Abe é muito a frente do seu tempo para os japoneses, pois ainda trata-se de um país extremamente tradicional e fechado. Por isso que admiro muito o Shinzo Abe, desde o primeiro mandato já conquistou a minha admiração. Tem os seus defeitos e cometeu alguns deslizes sim, mas dentre todas as suas ações, ele sempre dá um jeito de tentar expandir mais o pensamento japonês, e com isso dá um passinho que vai além do esperado.

Essa ideia de se colocar o primeiro ministro japonês vestido de um personagem de game, é fantástico. Afinal o Japão é um país tão rico culturalmente, com uma história que tem que ser muito respeitada, e mesmo assim, conseguiram explorar uma nova face do Japão, o dos games…

Mais uma vez, palmas para o Japão! Tudo isso fez com que a minha animação e ansiedade para as olimpíadas de 2020 só aumentasse. Estou eufórica, pois fico imaginando o que vai acontecer nas cerimônias de abertura e encerramento, acho que vem lance inesquecível por aí.

Tudo bem que o Japão possui recursos e tecnologias, estrutura e dinheiro para tudo ser perfeito, mas o Brasil, o que foi esse Brasil hein? Foi tudo lindo, impossível não me emocionar com a festa linda que o Brasil preparou. Conseguimos mostrar para o mundo o poder de realização, mesmo remando contra a maré.

Imaginem o meu coração nipo brasileiro como fica numa hora dessas? O Brasil e o Japão tem mais ligações do que explica a nossa vã filosofia. Sabe aquele momento que uma imagem na TV faz com que os olhos se encham de lágrimas? Que o braço fica arrepiado? E que o coração dispara? Então, senti tudo isso vendo a cerimônia de encerramento, quando passou o vídeo do Japão e o Abe surgiu vestido de Super Mario. Realmente os japoneses por aqui ainda não sabem lidar com o ministro que rege o país.

Foi realmente incrível!

Mas não posso de deixar de citar o momento “idiota do ano”. O prefeito carioca falou com desdém sobre o quimono usado pela governadora de Tóquio. Para quem não sabe, o quimono é a veste mais formal no Japão.

Eu já tive o privilégio de vestir um quimono, e sabe qual a sensação? É a de que estava vestindo a roupa de uma divindade, a roupa das deusas, foi assim que me senti. A tradição tem que ser respeitada, por favor. Quem não respeita a cultura alheia não merece respeito.

A governadora de Tóquio, vestiu o seu quimono dos deuses em respeito a cultura brasileira, uma forma de reverenciar o povo brasileiro, e o prefeito carioca, na sua total ignorância solta uma gafe, dizendo que se soubesse, teria ido vestido de sambista!?

Enfim, cada um carrega a cruz que merece…

No saldo final, o balanço é positivo. Que venha Tóquio 2020, eu com certeza estarei presente!

 

ERIKA TAMURA

ERIKA TAMURA

nasceu em Araçatuba e há 18 anos mora no Japão, onde trabalha no Serviço de assistência aos brasileiros no Japão da Ong chamada Sabja

E-mail: erikasumida@hotmail.com
ERIKA TAMURA

Últimos posts por ERIKA TAMURA (exibir todos)

     

    Related Post

    KARAOKÊ: ESTRELA INTERNACIONAL NO BRASILEIRÃO   Quem esteve se apresentando em Maringá, foi a cantora Kamila Miyuki Yamashiro, profissional que veio do Japão com os pais, onde é profissional...
    ERIKA TAMURA: O Brasil é um país que me deixa divi...   Faz uma semana que cheguei ao Brasil. Cheia de saudades, com esperanças de ver um Brasil melhor que há sete anos, que foi a última vez que a...
    SILVIO SANO > NIPÔNICA: SOU SÃO PAULO?!   Doze anos atrás, em minha primeira fase deste jornal Nippak, o já redator-chefe, Aldo-san, pediu-me para escrever um artigo sobre minha impr...
    JORGE NAGAO: LITERATURA É EÇA, HESSE, É ISSO AÍ! (... Literatura corta azar. Literatur sara, amigo. Literatu É mil(e), Zola! Literat Dá o tom, Trevisan. Litera é Camões, com os pés, não. Liter é ...

    Faça seu comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *