ERIKA TAMURA: Curiosidades do Japão

 

Você sabe o que significa “Mujin hanbai”? É o comercio onde não fica ninguem para atender os consumidores, ou seja, o cliente chega, pega o produto e deixa o dinheiro ali na caixinha ao lado.

Esse tipo de comercio esta cada vez mais raro no Japão, mas nas pequenas cidades ainda existe. Outro dia fui numa lavanderia e na porta tinha alguns legumes dentro de sacos plasticos, enfileirados numa caixa de papelão, e ao lado o preço de cada pacote. Ou seja, quem quiser comprar os legumes, é só colocar o dinheiro na caixinha e levar a mercadoria.

Essa pratica é muito comum nas cidades onde há muitas plantações, e as familias colhem os seus produtos agricolas e colocam uma mesa na parte de fora da casa com as frutas, legumes, verduras para a venda.

No Japão, isso é uma atividade comum em meio a tantas outras, mas para mim que sou brasileira, fiquei impressionada com tamanha honestidade do povo.

Outro fato curioso, que so soube agora, a familia imperial japonesa não tem sobrenome. Sempre me perguntei, qual sera o sobrenome do Imperador? E pesquisando, descobri que a familia imperial não possui sobrenome, pois são considerados uma divindade.

Interessante toda essa aura que envolve tudo relacionado aos imperadores japoneses, uma mistura de misticismo com tradição, respeito e disciplina. Uma vez visitei o castelo imperial bem no dia do aniversário do Imperador, os portões do palácio estavam abertos, e ele fez um pronunciamento para o seu povo. Achava que seria mais um passeio tipico de turista que conhece o Japão, mas não, aquele momento eu percebi o quanto o povo japonês ama, idolatra e respeita a familia imperial. Senti todo aquele encanto, e vi o quão importante e o que representa o imperador no Japão. O imperador é realmente tratado como Deus pelo seu povo, e há toda uma historia por trás disso, que ficou abalada após a Segunda Guerra Mundial, mas mesmo assim ainda vigora o poder do Imperador. Ele não tem força politica, mas tem o carisma e o encantamento do povo japonês.

Outra curiosidade, faltam 6 anos para as Olimpiadas de Toquio, mas o Japão já comecou o seu preparo para o evento esportivo. As escolas já dão uma atenção especial nas crianças acima de 10 anos, que se destacam em algumas modalidades esportivas e que daqui a 6 anos estarão na idade ideal para competirem.

O preparo do Japão para as Olimpiadas não esta apenas no preparo de atletas, visando medalhas, mas também no estrutural. As obras dos ginasios poliesportivos já começaram, bem como as reformas nas estações de trens, alem da implantação de mais complexos ferroviarios para atender a demanda nas olimpiadas.

Esse tema, Curiosidades sobre o Japão, parece não ter fim, por isso ainda volto a escrever sobre mais pontos de destaques no Japão, pois é um país que amo e repseito muito, tem os fatores que considero desfavoráveis também, mas a intenção não é criticar nem enaltecer em elogios, e sim destacar fatos curiosos e interessantes no meu ponto de vista.

 

 

===============================================================

Erika-Tamura

Erika Tamura

nasceu em Araçatuba e há 15 anos mora no Japão, onde trabalha com desenvolvimento de criação. E-mail: erikasumida@hotmail.com

 

 

 

Redação

Redação

nippak@nippak.com.br
Redação

Últimos posts por Redação (exibir todos)

Related Post

JOJOSCOPE: Mizuniversos: o universo de Erika Mizut...   Namoro   Mizulina. Personagem de Mizuniversos. A pequena fauna, e flora, que compõem o universo de Erica são habitadas por p...
LITERATURA: Sergio Kobayashi lança livro que dá di... Se você pensa que para chegar ao poder é só defender ideais, erguer bandeiras de causas e visões, então leia as dicas do livro “Guia de Estilo para Ca...
JOJOSCOPE: Tampopo ao quadrado Em português, dente de leão. Em japonês, tampopo (タンポポ ). O que esta flor, tão vulnerável e efêmera pode inspirar? Dois artistas, dois tampopos....
CANTO DO BACURI – Francisco Handa: Negócios ...   Chegaram àquela cidade, após inúmeras passagens pelo interior de São Paulo, primeiramente numa fazenda de café, que no primeiro ano entr...

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *