ERIKA TAMURA: ELEIÇÕES 2014, RETA FINAL.

Estamos na reta final das campanhas eleitorais, agora falta pouco para o grande dia das eleições. Sempre carreguei a bandeira da importância do voto consciente, já escrevi vários artigos à respeito, e sempre fui muito criticada, pois em todos os lugares existem os grupinhos de pessoas que nada fazem, mas gostam de criticar tudo e todos. Já ouvi muito a frase: “Você mora no Japão, portanto não tem o direito de dar palpite sobre política brasileira.”. Acho no mínimo ignorante isso. Posso até morar no Japão, mas nunca deixei de acompanhar a política no Brasil e no mundo, porque gosto desse assunto.

Acontece que, nesses últimos 2 meses que passei no Japão, percebi um fato preocupante, a maioria dos brasileiros que irão votar no Japão, não fazem a menor ideia em quem votar, outros não sabem nem o dia da eleição, e a maioria pensa apenas em votar como obrigação, e como decidiram morar no Japão, o candidato a ser votado não tem a menor importância. Para essas pessoas, só tenho uma observação a fazer, esses cidadãos não tem o direito de reclamar de nada referente ao Brasil, pois contribuíram diretamente para que o quadro real chegasse onde chegou.

E vamos nos atentar a um detalhe: Eleitores no exterior, votam apenas para presidente. E mesmo assim está difícil…

Para aqueles brasileiros que residem no Japão e acham que tanto faz o candidato que ganhar para Presidente, pois acha que os seus direitos e deveres estão atrelados ao governo japonês, aqui vai um lembrete; na época do tsunami, onde a situação no Japão estava instável e gerando uma certa insegurança, os brasileiros correram na Embaixada do Brasil em Tóquio e exigiram um posicionamento de ajuda do governo brasileiro perante a situação no momento. Quer dizer, a hora que os problemas se agravam e tudo começa a afligir, os brasileiros correm para o Brasil e exigem que o governo brasileiro tomem medidas imediatas para a resolução do problema.

Logo após o tsunami, vi muitos brasileiros desesperados indo embora para o Brasil, amedrontados com uma possível eminência de acidente nuclear, e as pessoas me perguntam, por que eu não fugi para o Brasil na época, e eu respondo, porque o Japão é tudo para mim, eu queria ajudar naquele momento, e me sentiria um rato que abandona navio naufragando.

Hoje estou no Brasil, por motivos profissionais, mas não fechei a porta do Japão, e voltarei sempre de cabeça erguida.

O voto consciente, exige muita responsabilidade, eu sei, mas é de mera importância, até mesmo para que esse vínculo entre Brasil e Japão seja mantido. As economias dos dois países, assim como os tratados de amizades, tem que andar lado a lado, e com isso gerar um parâmetro para que os brasileiros tenham discernimento para escolher viver em um país ou em outro, considerando todos os prós e contras, e se a política for unilateral, por parte de algum dos dois países, não há a brecha de opção, e sim um conformismo necessário e frustrante para qualquer cidadão.

Esse é o momento de pleitear por direitos, cumprindo o dever de votar, e o voto é uma arma poderosa, basta ser consciente disso. Independente da opção de escolha de cada um, o importante é que se tenha feito uma pesquisa e que saiba o motivo de estar votando em tal candidato.

Agora falta pouco para que o jogo seja definido, as cartas já foram lançadas na mesa, e espero realmente que o Brasil tenha um Presidente à altura do seu tamanho.

 

===============================================================

Erika-Tamura

Erika Tamura

nasceu em Araçatuba e há 15 anos mora no Japão, onde trabalha com desenvolvimento de criação. E-mail: erikasumida@hotmail.com

 

Redação

Redação

nippak@nippak.com.br
Redação

Últimos posts por Redação (exibir todos)

Related Post

GATEBOL: 4º Torneio Copa Nozimoto celebra os 92 a... Foi realizado no dia 15, com a participação de 31 times representando 15 cidades, o 4º Torneio Copa Nozimoto. Os classificados foram os seguintes: Sér...
CANTO DA BACURI > Francisco Handa: Entre os Budas ... Quando entrei naquela casa de japoneses, da zona leste de São Paulo, um caldeirão cultural no campo religioso mostrou a ambiguidade quando se trata de...
JORGE NAGAO: “120 anos” no Anhembi   A Águia de Ouro, a escola mediana que a cada ano surpreende as grandes, levará para o Sambódromo paulista o enredo “Brasil e Japão, 120 ...
AKIRA SAITO: ETIQUETA E RESPEITO “As Artes Marciais Japonesas estão diretamente ligadas entre o respeito e a etiqueta de conduta”   武道は礼に始まり礼に終わる – Budo wa Rei ni Hajimari Re...

One Comment

  1. Concordo com as sábias e muito bem escritas palavras da Erika Tamura san!!
    Que todos nós sejamos iluminados para podermos votar acertadamente!!

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *