ERIKA TAMURA: Eleições 2014

 

Ano de eleições, eu já estava desacostumada com isso tudo. Depois de anos morando fora do Brasil, esse ano vou votar.

Muitas pessoas me falam que votar não tem a menor importância e que é perda de tempo, mas eu faco questão, pois acho que preciso fazer o meu papel de cidadã para poder pleitar por algo. Penso que seja muito precipitadamente idiota a pessoa que não vota e coloca a culpa no governo em tudo que vê de errado.

Quem não vota perde o direito de reclamar, de exigir, de cobrar algo dos políticos. Tem aqueles que votam mal, escolhem o candidato sem nenhum critério, e acabam jogando uma bomba em mãos erradas. Cuidado na hora de votar! Consciência e serenidade são o minimo que o cidadão tem que ter na hora de escolher para quem esta sendo destinado o voto.

No Japão, o voto é facultativo, concordo com esse método em partes, acho que votando facultativamente, ganha-se qualitativamente, e isso da muito certo no Japão. Não sei se no Brasil daria certo, pois querendo ou não, ainda há muitos votos de cabrestos, coronelismos e compra de votos. Portanto quando digo que concordo com o voto não obrigatório, em partes é isso. Esse método da muito certo no Japão, mas não funcionaria no Brasil, por enquanto, quem sabe um dia.

O que as pessoas tem que parar, pensar e refletir muito é que o voto é poderoso, e é com essa arma que todos os eleitores podem mudar o cenário politico do Brasil. A culpa da corrupção, da roubalheira, dos entraves, é dos políticos.

NÃO!

A culpa é sua! Exatamente, sua culpa por achar que voto não é importante, por achar que pode votar em qualquer um pois são todos iguais.

Enquanto a consciência politica não for assunto a todos os brasileiros, o Brasil não mudará.

E não adianta reclamar de corrupção politica se você suborna o guarda de trânsito, não adianta falar mal dos políticos se você joga lixo na rua, se você desrespeita o trânsito, se fura a fila, se quer resolver tudo no jeitinho brasileiro. E ainda falar, isso é Brasil, todo mundo faz…

Agora foi dada a largada, começaram as campanhas politicas. Veja bem o que o candidato que você escolheu esta prometendo, qual a sua linha politica, quais os seus projetos e interesses. Vote nele. E se ele ganhar, cobre tudo isso que você ouviu na campanha. É assim que funciona!

Vamos parar com esse papo de que voto em qualquer um porque são todos iguais. Vamos parar de achar que o fato de não votar é uma forma de protesto e que isso vai mudar o cenário politico. Por favor!

E outra coisa, politica se discute sim! É necessário que cada um tenha uma visão politica formada e que defenda isso, o que tem que ter é respeito! Respeitar as diversidades de opiniões é necessário, afinal, meu pai sempre disse que a unanimidade é burra. E por achar que politica não se discute é que o Brasil acabou criando eleitores automaticamente irracionais. Pois não possuem uma linha de pensamento e acabam sofrendo influencias por argumentos razoavelmente fracas.

Quando completei 16 anos, a primeira coisa que fiz foi tirar meu titulo de eleitor, foi a maior felicidade no momento. Ninguém entendeu a minha alegria, mas isso foi porque na minha casa, sempre falou-se sobre politica, meus pais me deram conhecimentos dos fatos políticos no Brasil e no mundo, e com isso tive discernimento para moldar minhas próprias opiniões e escolhas politicas. Posso não estar 100% certa, mas consigo argumentar os motivos por cada escolha que vier a fazer. E é interessante que tenham pessoas de pensamentos diferentes para que debata comigo, e que me mostre o outro lado da moeda, quem sabe eu não mude de opinião, e isso movimenta o mundo em diversos aspectos, não somente comigo.

Tenho as minhas preferencias politicas, meu voto já esta definido. Acho muito inconsequente quem diz que qualquer um esta bom, já que não irá mudar nada mesmo. Políticos trabalhadores e empenhados eu sei que tem, porque não usá-los como parâmetros para as escolhas adjuntas?

Espero sinceramente que, essa eleição de 2014 traga consciência, discernimento e serenidade a todos os eleitores. Independente de quem seja o seu candidato, o voto tem que ser usado na forma correta e coerente.

 

===============================================================

 

 

Erika Tamura

nasceu em Araçatuba e há 15 anos mora no Japão, onde trabalha com desenvolvimento de criação. E-mail: erikasumida@hotmail.com

 

 

 

 

 

 

 

Redação

Redação

nippak@nippak.com.br
Redação

Últimos posts por Redação (exibir todos)

Related Post

AKIRA SAITO: SE REINVENTE “A vida é constituída de instantes, segundos que se transformam em minutos, que se transformam em horas e depois em dias, grande oportunidade de se re...
CANTO DO BACURI > Mari Satake: Amizades Eliza era amiga de minha irmã mais velha. Fizeram o mesmo curso na mesma universidade, no mesmo período de tempo. Eliza era aluna do curso diurno, ...
ERIKA TAMURA: Seminário Trabalhista em Hamamatsu No dia 16 de outubro, domingo passado, aconteceu na cidade de Hamamatsu, em Shizuoka, o 4º Seminário Trabalhista, realizado pelo Consulado Geral d...
ERIKA TAMURA: Ataque norte coreano   Pela primeira vez, nesses 15 anos de Japão, senti um certo medo em morar aqui. A culpa de tudo isso é a Coréia do Norte, que está fazendo um...

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *