ERIKA TAMURA: Eleições presidenciais no Japão

Este ano, teremos no Brasil, as eleições presidenciais. E para nós que moramos no exterior, temos a obrigatoriedade de votação somente nas eleições para presidente.

Na última reunião do conselho de cidadãos de Tóquio, na qual eu estive presente, uma das pautas discutidas foi sobre esse tema.

As eleições brasileiras no exterior, movimenta a comunidade e demanda de grandes esforços e encargos do serviço consular, ainda mais que, segundo alguns dados não oficiais, o número de eleitores aumentou consideravelmente nos últimos anos.

O que realmente me preocupa é que, durante uma enquete na rede social, vinculada através da mídia brasileira no Japão, o resultado obtido é que 51% dos que responderam a pesquisa, não pretendem votar nas próximas eleições. Isso, na minha opinião é grave.

Grave porque, todos querem pleitear por um país melhor, mas não querem fazer a sua parte como cidadãos. Não importa se nunca mais irá voltar ao Brasil, ou seja lá qual for o motivo, o fato de ser brasileiro, já se torna motivo suficiente para votar.

Se o povo soubesse a força que tem, se soubesse a importância do seu voto, duvido que alguém votaria branco, nulo, ou mesmo deixasse de comparecer na zona eleitoral.

Se a realidade política brasileira não colabora, e não é favorável tampouco atrativa para que o povo brasileiro exerça o seu dever como cidadão, podemos pensar que essa realidade seja consequência reflexiva de tais atitudes desse mesmo povo que reclama da política atual.

Quando vamos ter consciência de que na democracia, quem manda é o povo? O político nada mais é do que um funcionário público, com poder representativo daqueles que o elegeu no cargo.

Nada mais!

Votou, então cobre, faça valer o seu voto, não desperdice a chance. Consciência política não pode ser privilégio de poucos, e sim um movimento de massa.

Muitas vezes, me deparo com brasileiros reclamando dos políticos no Brasil, mas daí eu pergunto, você votou nas últimas eleições?

Não se pode exigir integridade, se você mesmo não cumpre o seu papel. Lembrando que voto branco e nulo não é uma forma de protesto, e se alguém o considera assim, está fazendo da forma mais burra que tem, pois acaba por favorecer aquele que está em primeiro lugar.

Fui criada num ambiente onde falava-se muito sobre política. E assim eu quis ter conhecimento sobre o assunto, até gosto muito desse tema, mas não foi por gosto que comecei a pesquisar assuntos políticos, mas sim para poder entender e conseguir formar uma opinião própria.

E é isso que falo para os meus filhos, não precisa gostar de política, mas precisa conhecer, precisa entender o que está acontecendo, não só no Brasil, ou só no Japão, mas no mundo todo.

Com o conhecimento em mãos, ninguém irá engana-los, ninguém poderá persuadir o seu voto. Pois terão discernimento para poder opinar e defender o lado escolhido. É isso que falo sempre aos meus filhos.

Parece que minha filha tem me escutado, pois com 13 anos, leu o livro “O Príncipe” de Maquiavel. E eu fiquei orgulhosa com o feito.

E a vida é assim, não só no âmbito político, mas em todos os setores da nossa vida, é preciso conhecimento para fazer uma escolha, e a vida nos exige isso constantemente, a todo momento.

Portanto, temos que nos preparar para fazer a escolha certa, nos cercamos de conhecimento. E não existe nada de graça, tudo tem um preço. Para todo ato há um efeito, é um constante toma lá dá cá. Então não adianta plantar chuchu e querer colher cenoura, é a mesma coisa na política, não adianta querer mudanças se não fizermos a nossa lição de casa. Se não votar, com que direito você pode exigir algo de algum político? Ou mais ainda, quem não vota, perdeu o direito até de reclamar de alguma coisa.

Vamos ter consciência política, é o mínimo para o início de mudanças, escuto muitos brasileiros falando que querem voltar ao Brasil, mas a realidade política atual, não permite. Mas e a sua parte, está sendo feita?

 

 

ERIKA TAMURA

ERIKA TAMURA

nasceu em Araçatuba e há 20 anos mora no Japão, onde trabalha no Serviço de assistência aos brasileiros no Japão da Ong chamada Sabja

E-mail: erikasumida@hotmail.com
ERIKA TAMURA

Últimos posts por ERIKA TAMURA (exibir todos)

     

    Related Post

    ERIKA TAMURA: Tsukiji, o mercado de peixes irá mud... Tsukiji é o maior mercado do mundo de peixes, é onde o leilão de atum virou atração turística, e as suas vielas e a sua acomodação ficou defasado ...
    JORGE NAGAO: MG e Frei Betto   MG do título não é a sigla de Minas Gerais, Estado onde nasceu Frei Betto, mas, sim, as iniciais de Marcílio Godoi, também mineiro, que defe...
    HAICAI BRASILEIRO   O Jornal Nippak publica aqui os haicais enviados pelos leitores. Haicai é um tipo de poema que se originou no Japão. Seu maior expoente é Ma...
    ERIKA TAMURA: Mulheres Felizes   O artigo da semana passada foi um sucesso, total! Recebi muitas mensagens falando sobre o tema, e como falei sobre mulheres fortes pelo mund...

    Faça seu comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *