ERIKA TAMURA: Movimento Dekassegui virou Movimento Migratório

Tenho recebido muitas mensagens de leitores que demonstram uma certa dúvida, se é melhor ir para o Japão ou ficar no Brasil.

E esse aumento no interesse de brasileiros querendo fazer as malas e partirem para uma nova vida no Japão, nada mais é do que o reflexo da realidade econômica atual no Brasil. Afinal, depois de 7 anos o número de entradas nos pedidos de vistos japoneses aumentou consideravelmente. E, a maioria são pedidos de vistos para trabalho.

O Brasil nunca foi um país fácil de se viver quando se fala em emprego, renda per capita, economia, dinheiro, etc. Mas sempre foi muito aconchegante, com qualidade de vida, calor humano, convivência… Tem seus defeitos, mas parece que os defeitos chegaram em um patamar altíssimo, e a tal ponto de que quem pensava longinquamente em ir para o Japão, passou a priorizar a ideia.

Mas pelas mensagens que recebo, sinto um certo sentimento arredio em relação a isso, afinal, tudo que mexe com a nossa zona de conforto traz um desconforto.

As perguntas mais frequentes que tenho recebido é: “Vale a pena ir para o Japão?”, ou “O Japão tem demanda de emprego?”. Na minha opinião, o Japão tem emprego e sempre terá para a mão de obra estrangeira, desde que essa se encaixe em alguns requisitos, como por exemplo ter uma noção básica do idioma, a princípio. Pois no decorrer do tempo o esperado é que aprenda o japonês, bem como a cultura japonesa, não precisa praticar tudo como o figurino, apenas respeite-a.

Agora, se vale a pena ou não, isso é de cada um, tem que se colocar tudo na balança. Lembrando que, o Japão não oferece mais salários exorbitantes como no auge do movimento dekassegui. Esse movimento aliás, atualmente está em desuso, e se alguém ainda o usa para descrever a vinda de brasileiros ao Japão, perdeu o significado original. Hoje já não vivemos mais o movimento dekassegui, e sim um movimento migratório. A maioria vem ao Japão sem um tempo específico para o seu retorno, pensam no Japão como uma alternativa de moradia. Ainda existem aqueles que planejam sim voltar dentro de algum tempo, mas a verdade é que os custos de vida altos e os salários mais baixos, acabam por prolongar essa estadia, e ter a necessidade de revisão dos planos.

Outro fator é que a economia no Brasil mudou muito, há 25 anos atrás, o imóvel no Brasil era mais barato, e com as economias do Japão, conseguia-se comprar algum ou alguns imóveis. Hoje, já ficou um pouco mais difícil.

Por isso, eu digo, para quem está pensando em vir ao Japão, hoje temos que encarar isso diferente de 25 anos atrás. Temos que colocar na cabeça, que a vinda ao Japão é uma oportunidade de desenvolvimento e crescimento. Vou trabalhar, sim eu vou. Mas também vou estudar, é uma oportunidade de aprender uma nova língua! Uma nova cultura! Abrir a mente para novos desafios!

Vou para a fábrica? Sim, eu vou! Mas isso não significa que eu vá permanecer lá. Claro que há quem se satisfaça em trabalhar na fábrica, mas e se eu quiser seguir uma carreira? Um novo emprego? Por que não tentar?

Saibam que o fato de morarem no Japão é uma oportunidade única, onde abre-se um leque de informações com inúmeras chances, basta estar preparado para entender qual o momento certo de agarrar essas chances. E outra, nós já chagamos no Japão com um diferencial, sabemos o português!  Muitos vão me perguntar, isso é óbvio, somos brasileiros, pois então, vamos aproveitar isso, porque aí já estamos um passo na frente dos japoneses. Sempre disse para os meus filhos, vocês serão criados nas duas línguas, no começo reclamaram, brigaram comigo, mas hoje me agradecem, pois independente de onde estejam, se é no Brasil ou no Japão, sempre terão um potencial a mais. Participo de debates onde sempre sai aquela dúvida, escola japonesa ou escola brasileira? E eu respondo, porque não as duas? Criar filhos bilingues é ótimo!

Vamos parar com essa ideia de querer saber qual o melhor país para se viver. Isso não existe, o Japão tem suas qualidades e seus defeitos, bem como o Brasil também os tem, o que temos é que adaptar nossas mentes para absorvermos o que cada um pode nos oferecer de melhor. E assim o sucesso será uma consequência.

 

ERIKA TAMURA

ERIKA TAMURA

nasceu em Araçatuba e há 18 anos mora no Japão, onde trabalha no Serviço de assistência aos brasileiros no Japão da Ong chamada Sabja

E-mail: erikasumida@hotmail.com
ERIKA TAMURA

Últimos posts por ERIKA TAMURA (exibir todos)

     

     

     

    Related Post

    BEM ESTAR: O que é Ser Humano? Ser de Luz, incorporado no corpo físico em forma de perispirito, que usa  o corpo como meio de locomoção, de resistência limitada,  quando o corpo em ...
    HAICAI BRASILEIRO O Jornal Nippak publica aqui os haicais enviados pelos leitores. Haicai é um tipo de poema que se originou no Japão. Seu maior expoente é Matsuo Bashô...
    ERIKA TAMURA: Jogada Bonita 2013, em prol da Casa ...   Dia 14 de outubro de 2013, uma segunda feira, feriado no Japão. O motivo do feriado? Taiko no hi, ou seja, dia da atividade física. Quer dia...
    AKIRA SAITO: SUNAO   “O poder de um grande líder em mandar, está diretamente ligada à capacidade que este teve em aprender a obedecer.”   Nas artes ma...

    Faça seu comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *