ERIKA TAMURA: O Brasil é um país confiável?

Alguns anos atrás participei de uma palestra com o ex-presidente da Honda no Brasil, Osamu Ida. Na palestra, o Sr. Ida, que é japonêsdefendia com todas as forças a importância do investimento japonês no Brasil, e provava com dados estatísticos de que o Brasil realmente era um país atraente e seguro para investidores japoneses.

Hoje eu gostaria de me encontrar com o Sr. Ida e perguntar se a opinião dele continua a mesma, ou se mudou algo. Porque, na minha opinião mudou sim, e muito!

Não sou especialista no assunto, nem tão pouco profissional da área, mas sou cidadã e atenta aos mínimos detalhes, sem contar que tenho viajado muito na ponte aérea Brasil-Japão. E vejo que há um certo receio por parte dos empresários japoneses em querer investir no Brasil, tanto é que soube que em outros tempos as empresas japonesas estudavam formas de entrar no mercado brasileiro e como lidar com as oscilações financeiras nacionais e seus reflexos internacionais, hoje existe até instituições que estudam as leis brasileiras para ajudar as empresas japonesas a saírem do Brasil, pois como todos sabem é difícil fechar uma empresa no Brasil.

Não quero ser pessimista em relação ao Brasil, mas a verdade é que a realidade política do Brasil reflete de maneira negativa nos noticiários internacionais, e os japoneses que já são muito desconfiados, acabam que preterindo o Brasil em relação a outros países. E não estou falando apenas porque ouvi falar, eu senti isso na pele, ontem durante uma reunião em uma empresa japonesa muito atuante internacionalmente e que atua em vários setores, foi colocado em pauta a atual situação política do Brasil, onde se falou muito sobre corrupção, políticos, bagunça… Enfim, até comentei que me senti um pouco constrangida, pois queria ir para uma reunião e falar somente sobre coisas boas, mostrar que o meu país é digno do povo que nele habita e de sua extensão territorial. Infelizmente não aconteceu e tive que concordar com tudo o que foi falado, sim, realmente é isso mesmo que o Brasil tem vivido, não está fácil, mas o povo está lá lutando!

Como pode o Brasil ser um país excelente para se viver mas tão mal administrado. E isso vem de tempos remotos, quando será a hora do basta?

Eu como brasileira, tento defender o meu país a todo custo, e olha que pode estar a bagunça que for, eu gosto do Brasil. Mas meu coração se divide entre Brasil e Japão, por isso fico triste com essa realidade. O que eu queria mesmo era que nesse ano de comemoração dos 120 anos do Tratado de Amizade Brasil e Japão, tivéssemos motivos reais para serem comemorados, e não apenas algumas formalidades mostrando a importância da imigração japonesa no Brasil.

Todos sabem da importante contribuição dos japoneses que migraram para o Brasil, e assim os japoneses e seus descendentes conseguiram seu espaço na sociedade brasileira, e mais, têm o respeito de todos. Mas e a comunidade brasileira no Japão?

Há 25 anos começou notoriamente o movimento dekassegui, que hoje já não mais pode ser considerado assim, pois já passou-se dessa fase de dekassegui e passou para a fase migratória, por todas as características atuais. Acho que já é hora da comunidade brasileira conquistar um espaço dentro da sociedade japonesa, como aconteceu  no passado em papéis inversos.

Quero poder ir para uma reunião seja lá com quem for, pode ser até com o Imperador Japonês, mas não quero que olhem para mim e falem: Brasil? Samba, carnaval, festa… Chega! Temos tantos outros talentos que merecem destaques, que não podemos deixar sermos reconhecidos apenas por esses elementos.

E falando em nível de comunidade brasileira no Japão, quantas e quantas pessoas possuem um talento e não têm oportunidade para demonstrar tudo isso? Percebo em cada palestra que eu participo, que na platéia sempre tem um olhar curioso, um brilho inteligente em algum jovem que se interessou no assunto falado, e é isso que realmente me interessa e não pode deixar esse interesse, esse brilho se apagar.

Claro que eu sozinha não posso mudar o Brasil, mas tenho certeza que se cada um fizer a sua parte e juntos dermos as mãos, tenho certeza que o Brasil pode ser o melhor lugar do mundo para se viver.

 

ERIKA TAMURA

ERIKA TAMURA

nasceu em Araçatuba e há 18 anos mora no Japão, onde trabalha no Serviço de assistência aos brasileiros no Japão da Ong chamada Sabja

E-mail: erikasumida@hotmail.com
ERIKA TAMURA

Últimos posts por ERIKA TAMURA (exibir todos)

    Related Post

    JORGE NAGAO: Akira Fukuma e FHC e Mirian Akira Fukuma, o kamiquase   Akira Fukuma, em 2008. No centenário da imigração japonesa, em 2008, o jornalista Vinicius Queiroz Gavão, da ...
    JORGE NAGAO: Ano Novo, Carro Seminovo   O jovem brasileiro de classe média tem PASSION por carros. É o típico Homo Carriens. Quando completa 18 anos, já GHIA e faz o maior CARNIVAL...
    ERIKA TAMURA: Cerimônia de encerramento das olimpí...   E chegou ao fim mais uma olimpíada... Não foi apenas mais uma, foi "a olimpíada". Porque foi no Brasil, porque foi animada, porque su...
    JORGE NAGAO: Jovem Guarda (flashback com 69 cançõe...   Menin@s, eu vi! Vi, ouvi e curti muito a Jovem Guarda que, neste ano, está completando 50 anos! Parece que 1965 foi anteontem. ...

    Faça seu comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *