ERIKA TAMURA: Suicídio no Japão

O artigo dessa semana, fala um pouco sobre o meu estado de espírito ultimamente.

Estou muito surpresa, para não dizeer preocupada com o crescente número de suicídios no Japão. Concordo que esses números sempre foram altos, mas de uns tempos para cá, tenho percebido um aumento, e o pior, uma ocorrência cada vez maior entre os brasileiros que vivem no Japão.

O número de suicídios entre os brasileiros não é grande, mas pode ser um sinal de alerta, afinal não somos um país onde o suicídio é uma ocorrência característica negativa do povo. No Brasil, o Diferentemente do Japão, que vem de uma cultura milenar, onde o suicídio muitas vezes está ligado à honra, veja o exemplo dos kamikazes na guerra.

Mas os tempos aqui no Japão são outros, os problemas existem, são reais. Vamos tirar toda aquela glamourização que se sabe sobre o Japão. O Japão é um país maravilhoso para se viver? Sim. Tem os seus encantos, mas também existem os seus problemas, e com isso, alguns brasileiros encontram dificuldades na adaptação.

Uma das grandes causas de suicídio atualmente no Japão, figura-se entre os jovens, e posso dizer com firmeza que na maioria das vezes é devido ao bullying sofrido, ou o ijime, como se fala por aqui.

É complicado lidar com tudo isso, mas o que não pode acontecer de jeito nenhum, é perdermos o nosso poder de indignação, afinal, quem mora aqui no Japão e depende do transporte público, mais especificamente trem em Tóquio, como eu, sabe que quase todos os dias ocorrem problemas nas linhas relacionados á suicídio.

É muito triste tudo isso. Eu fico com o coração na mão quando veja o noticiário. Os motivos do suicídio atualmente, pouco têm a ver com a questão da honra, como citei anteriormente. O dia a dia no Japão é muito intenso, em todos os sentidos, pois a pressão educacional, profissional, cultural, é tão grande que muitas vezes fica difícil tocar o barco.

Ás vezes me pergunto se os japoneses tivessem um pouco mais de calor humano, esse número de suicídios não diminuiria. Talvez sim. Mas quem é que vai saber essa resposta, não é mesmo?

Sei que me preocupa muito isso, pois a tendência é piorar, principalmente entre os brasileiros que vivem no Japão. Pois já foi constatado que está aumentando o número de idosos brasileiros no Japão, e a maioria nunca pagou a previdência, nem no Brasil e nem no Japão, isso tem sido um dos maiores causadores de depressão na comunidade brasileira, pois há um sentimento de desamparo, de insegurança. E todos sabem que onde há insegurança, há atitudes controversas.

É preciso cuidado, e muito tato para lidar com essas questões. Entendo que todo processo migratório gera insegurança e muitos problemas em decorrência disso, mas o brasileiro sempre lutou tanto pela vida, afinal no Brasil há uma luta diária para se viver, e o pensamento em suicídio nunca foi uma das saídas buscadas pelo povo brasileiros, mas aqui no Japão parece que isso vem mudando, mesmo que ainda seja um número pequeno ainda, a prevenção terá que ser feita agora.

ERIKA TAMURA

ERIKA TAMURA

nasceu em Araçatuba e há 18 anos mora no Japão, onde trabalha no Serviço de assistência aos brasileiros no Japão da Ong chamada Sabja

E-mail: erikasumida@hotmail.com
ERIKA TAMURA

Últimos posts por ERIKA TAMURA (exibir todos)

    Related Post

    SILVIO SANO > NIPÔNICA: Uma bandeira japonesa em u... Uma bandeira japonesa em um milhão de pessoas!! (Foto: Silvio Sano)   Depois da militância explícita, aqui e nas redes sociais, a favor da...
    SILVIO SANO > NIPÔNICA: Estudante mata colegas em ... A notícia sobre o estudante que atirou em colegas de classe em uma escola, em Goiânia, matando dois e ferindo quatro remeteu-me aos meus devaneios rel...
    SILVIO SANO > NIPÔNICA: O mal do Brasil está na ín... Daí, a caminho da praia, em pleno congestionamento quilométrico, um carro passa correndo pelo acostamento e segue adiante. Não dei bola. ”Esses espert...
    ERIKA TAMURA: Queda da natalidade no Japão Mais uma vez, minha filha dando show. Domingo passado foi dia de oratória em japonês  no Nipo de Araçatuba, minha filha Melissa, participou. At...

    One Comment

    1. Oh, Erika Tamura san, que bom dar o alerta!!!
      Verdade, não existe o desejo de suicídio entre os brasileiros. Que providências sejam tomadas logo!!!

    Faça seu comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *