ERIKA TAMURA: Tóquio, a capital do Japão!

 

Esses dias atrás fui dar uma volta por Tóquio, a capital japonesa. Engraçado que moro há 15 anos no Japão, estou à 45 minutos de trem de Tóquio, e mesmo assim, todas as vezes que passeio pela cidade sempre encontro algo que me encanta…

Essa mistura do moderno com o tradicional me deixa fascinada pela cidade, de um lado aqueles prédios enormes envidraçados e do outro lado templos da era Meiji, datados da época dos samurais. O Castelo Imperial mesmo é a prova dessa dualidade, convivendo sem conflito nenhum, o Castelo é remanescente do passado distante quando a família Imperial decidiu ali se estabelecer, e a arquitetura continua intacta, claro que agora dotada de tecnologias para segurança, e conforto da família real japonesa, mas o lar real está ali, bem no centro de Tóquio, e os vizinhos prédios do mais puro luxo e aparência cibernéticas de tão modernos que são como o Shin Marunouchi e o Prince Hotel, só para citar alguns exemplos.

Andando mais a frente do Castelo Imperial podemos observar um aglomerado de pessoas com câmeras nas mãos, tirando muitas fotos de um prédio que é nada menos que a Estação de Tóquio. Qual a imagem que lhes vem a cabeça? Um prédio moderno, com arquitetura contemporânea, usando tecnologias de última geração…. Enganados!!! O atual prédio da estação de Tóquio, foi reformado, levou meses para ficar pronto e voltar à arquitetura de 100 anos atrás! Isso mesmo, a fachada é exatamente igual a de 100 anos atrás. Claro que no interior consta a tecnologia japonesa de ponta, a modernidade, mas o desenho externo totalmente tradicional, e aquele aglomerado de pessoas fotografando a fachada do prédio, faz com que se sinta um certo clima nostálgico no ar.

E assim é a capital nipônica, ágil, veloz, prática e porque não calma, tranquila, o paraíso… Tudo depende dos olhos de quem a vê, depende do motivo que te levou até a cidade. Pois ela está preparada para tudo! Roteiro gastronômico? Sim, todos os bairros dispõe de uma infinidade de restaurantes para todos os gostos, inclusive excelentes restaurantes brasileiros. Mas se queremos um roteiro de compras, claro Tóquio também tem! Shibuya, Harajuku, Shinjuku e Ginza, tudo depende do seu gosto e do seu bolso. Compras de produtos eletrônicos? Akihabara. Conhecer um templo e purificar a alma? Asakusa. Brazilian Day? Parque de yoyogi. Consulado brasileiro, Gotanda. Pontos turísticos ? Muitos…Tokyo Tower e Tokyo Sky Tree.

Como se vê, Tóquio é uma cidade versátil. Atende à todos os gostos, e atende bem! O melhor do melhor do Japão você encontra aqui.

E as pessoas então… Vê se de tudo. Todas as tribos, todos os grupos, desde empresários à punks, góticos. De patricinhas à descoladas. Tudo o que se imagina de fashion e particularidades fashions, pois moda é muito subjetivo, ainda mais numa cidade com Tóquio que agrega à todos. E todos vivendo lado a lado, cada um na sua, sem críticas, pois o que reina aqui é o respeito.

E eu admiro isso, o respeito à individualidade das pessoas, pois no mesmo lado da calçada vejo mulheres de quimono e meninas vestidas com roupas de anime, os desenhos japoneses.

Tóquio é candidata à sede das Olimpíadas de 2020, logo após as Olimpíadas no Rio de Janeiro, e uma forte candidata. Pois ao contrário do Brasil, aqui não precisa ser construído nada, pois já está tudo estruturalmente pronto, desde quadras, ginásios e estádios, até hotéis, transportes e principalmente a educação do povo. Não que o povo brasileiro seja sem educaçãoo, não é isso que estou falando, mas digo que um país só está plenamente pronto para sediar uma olimpíadas se o seu povo não carece de nada, e isso sabemos que não é a realidade brasileira, afinal não tem como eu concordar com Copa do Mundo e Olimpíadas no Brasil, gastando milhões em infra estrutura para construção de estádios, se as crianças brasileiras não têm acesso à escola, como sediar um evento se o básico não atinge 100% da população? Sei que é uma grande festa, mas que tem o seu ônus e o bônus. No caso do Japão, o próprio país é capaz de suportar o ônus de um evento como esse e até mesmo transformar o ônus em bônus, mas infelizmente não consigo ver isso no Brasil, sei que vou ser criticada por escrever isso, mas é a minha opinião.

 

 

 

*Erika Tamura nasceu em Araçatuba e há 15 anos mora no Japão, onde trabalha com desenvolvimento de criação. E-mail: erikasumida@hotmail.com

 

 

 

Redação

Redação

nippak@nippak.com.br
Redação

Últimos posts por Redação (exibir todos)

Related Post

SILVIO SANO > NIPÔNICA: Quem tem uma presidente co... A personagem do momento, recordista de memes nas redes sociais, é a nossa presidente, e que culminou no pronunciamento que deu recentemente, na ONU, c...
MEMAI: PERSONAGENS DE ANIME EM CURITIBA Por Marília Kubota     Chega à Curitiba a exposição Japão: Reino dos Personagens, promovida pelo Consulado Geral do Japão de Cu...
JORGE NAGAO: Noites de Luz (Susumu Yamaguchi) A meia-noite alcançou-nos na subida da Rua da Consolação, em frente ao cemitério. Porém, ao contrário das histórias que nos asso...
AKIRA SAITO: O EQUILIBRIO NO SALDO   “O homem que consegue manter o equilíbrio nos momentos mais difíceis, tem em suas mãos o poder da situação”     Muitas são as...

3 Comments

  1. Ler sua coluna, Erika Tamura san, nos transporta para Tóquio, que tão bem a descreve: convivência eclética com respeito, coexistência de arquiteturas diferentes, diversidade gastronômica,… apta para sediar as Olimpíadas de 2020!!! Que bom, a capital do Japão ter tantos aspectos admiráveis!!!

    Espero que, no Brasil, o desenvolvimento se amplie cada vez!!!

  2. Erika como criticar vc !! vc esta coberta de razão e infelismente é assim pq nossos governantes só tem tempo para roubar…………….
    feliz de vc que vive em um pais como o japão parabéns a sua coluna parabéns a voce a seu pais> bjossssssssss.

  3. Parabéns pelos detalhes passados a todos, coluna show de bolaaaaaaaaaaa

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *