ESPECIAL: Prêmio Paulista de Esportes mantém tradição há 62 anos

A trajetória de Kohei Ozako poderia ser mais uma entre tantas de milhares de imigrantes que aqui desembarcaram atrás de seus sonhos. Nascido em 1927, na província de Kagoshima, Ozako veio para o Brasil com apenas 6 anos de idade, com seus pais, Eijiro e Sumi Ozako. Jutamente com seus 9 irmãos, cresceu trabalhando na lavoura, em Araçatuba. Sua história com o esporte, em particular com o sumô, teve início em 1951, com a vinda de uma delegação de sumô para o Brasil. Ozako se entusiasmou com o que viu e começou a participar das aulas e torneios de sumô. Com o apelido de “Nishi no Umi”, conquistou muitos prêmios, chegando à categoria de Oseki.

 

Prêmio Paulista de Esportes mantém tradição há 62 anos.
Arquivo

 

Até hoje, com 91 anos de idade, sempre que possível acompanha as competições e faz questão de acompanhar, pela televisão, o Campeonato Profissional japonês.

Já Lúcia Leiko Sumikawa, conhecida no meio esportivo como “Lúcia Sumikawa”, pratica golfe em Ponta Grossa (PR), onde reside atualmente – é natural de Pereira Barreto (SP) – há 35 anos e se interessou pelo park golf tão logo a modalidade foi introduzida na Associação Cultural e Esportiva Nipo-Brasileira de Ponta Grossa, em 2006.

Desde então vem conquistando excelentes resultados, como o primeiro lugar obtido no Sul-Americano realizado em 2012 na cidade de Londrina (PR). Em 2014, Lúcia Sumikawa participou do Mundial de Park Golf, em Hokkaido, no Japão, cidade que criou o esporte.

 

O presidente do Jornal Nippak, Raul Takaki.
Foto: Jiro Mochizuki

 

Paulista de Campinas, André Kirihara começou a praticar beisebol por influência de seu avô. Então sem “perfil” para esportes, não chamou muita atenção nas categorias de base do Coopercotia Atlético Clube até conquistar seu primeiro título de relevância, o de Campeão Brasileiro Interseleções Pré-Júnior, sendo um dos destaques do time. Sempre com o apoio dos pais, Seigo e Laura, e dos amigos, tomou gosto pela coisa. Passou pela academia da Yakult, em Ibiúna (SP) e atuou no High School pelo Eastlake Titans. Antes de defender a equipe de Medicina da USP, o médico fisiatra passou pelo time da Faculdade de Medicina de Jundiaí.

Nascido em 1948, na província de Yamanashi, Sadatsugu Yamaguchi veio para o Brasil em 1966, fixando residência em Campinas. Empresário no setor imobiliário, começou a praticar gueitebol em 1994, na Associação de Gueitebol de Tozan, em Campinas. Desde 2005 é membro da União dos Clubes de Gueitebol do Brasil, sendo atualmente um dos vice-presidentes. É portador do título de árbitro de 1º grau internacional e grande incentivador da modalidade.

 

Cerimônia do Prêmio Paulista de Esportes é um dos mais importantes eventos da comunidade nikkei.
Foto: Jiro Mochizuki

 

Reconhecimento – Essas e muitas outras histórias têm em comum o fato de serem seus personagens abnegados que fizeram do esporte, em especial as modalidades trazidas pelos imigrantes japoneses, uma ferramenta para preservar a cultura dos antepassados. No entanto, no próximo dia 4, na Câmara Municipal de São Paulo, suas conquistas não passarão despercebidas.

Kohei Ozako, Reiko Sumikawa, André Kirihara, Sadatsugu Yamaguchi e outros 21 “anônimos” serão o centro das atenções na maior casa legislativa municipal do país. São 25 homenegados que estarão representando tantos outros que fizeram e continuam fazendo história  na cerimônia de outorga do 62º Prêmio Paulista de Esportes, um dos mais importantes e tradicionais eventos da comunidade japonesa.

Idealizado pelo extinto Jornal Paulista – que mais tarde se uniria com outro tradicional jornal da comunidade nipônica, o Diário Nippak, dando origem ao Nikkey Shimbun (em japonês) e Jornal Nippak (em português), que a partir da fusão, em 1998, encaparam a sua realização – o Prêmio Paulista de Esportes, tem como objetivo justamente valorizar e incentivar talentos nikkeis e reverenciar o trabalho de dirigentes abnegados que contribuem e contribuíram para a divulgação e preservação das modalidades trazidas pelos imigrantes pioneiros. Os homenageados são indicados pelas associações, entidades e clubes.

Este ano, para celebrar os 110 anos da imigração japonesa e também os 20 anos do Nikkey Shimbun/Jornal Nippak, além das 17 modalidades tradicionais, serão concedidos oito Prêmios Especiais. O evento conta com apoio do vereador Aurélio Nomura, Prefeitura da Cidade de São Paulo, Câmara Municipal de São Paulo, Governo do Estado de São Paulo, e patrocínio daFundação Kunito Miyasaka e King Contabilidade.

 

Os Homenageados

 

 

ALDO SHIGUTI

ALDO SHIGUTI

Redator-chefe
ashiguti@uol.com.br
ALDO SHIGUTI

Últimos posts por ALDO SHIGUTI (exibir todos)

     

     

    62º Prêmio Paulista De Esportes

    Quando: Dia 4 de abril, a partir das 19 horas

    Onde: Salão Nobre da Câmara Municipal de São Paulo (Viaduto Jacareí, 100 – 8º andar)

    Informações pelo telefone: (11) 3340-6060

    Related Post

    ENSINAMENTOS: Miguel Hiroshi Shiratori assume a Pr... Primeiro sansei a assumir a Presidência da BSGI (Associação Brasil Soka Gakkai Internacional), Miguel Hiroshi Shiratori inicia uma nova era no comando...
    FESTIVAL DE APRENDER: Sesc Pompeia traz programaçã... De 2 a 4 de março (sexta a domingo), todas as 39 unidades do Sesc na capital e demais cidades do estado de São Paulo vão sediar a segunda edição do Fe...
    ARTIGO/JOOJI HATO: ‘Que 2018 opere milagres em nos... Cumprimento aos amigos e amigas leitores do Jornal Nippak em mais esta oportunidade tão especial. Desejo a todos que 2018 seja um ano repleto de bênçã...
    BEISEBOL: Ibiúna é campeão de torneio patrocinado... O Coopercotia Atlético Clube realizou no dia 28 de agosto, o 3 º Torneio Pré-Junior de Beisebol. Patrocinada pela Aliança Cultural Brasil-Japão, a com...

    Faça seu comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *