ESPETÁCULO: Grupo Waon apresenta Nikkura – Uma viagem ao Japão

O grupo Waon apresenta neste domingo (13), às 12h, no Centro Cultural Fiesp, o espetáculo Nikkura – Uma Viagem ao Japão Erudito. O espetáculo traz como convidados o violoncelista Moises Lima (Família Lima) e o grupo Setsuo Kinoshita Taiko Group.

Com entrada gratuita e apoio da Fundação Japão, o espetáculo comemora os cinco anos de formação do grupo em uma viagem à música clássica japonesa, possibilitando ao público apreciar cada gênero dentro da história, apresentando curiosidades e características de cada uma delas.

 

O violoncelista Moises Lima. Foto: divulgação

O violoncelista Moises Lima. Foto: divulgação

Nikkura – abreviação de Nihon Kurashikku (Clássico Japonês) – trará, no programa, os vários gêneros clássicos japoneses do século XVII ao XX, dos palácios aos feudos, passando pela abertura de seus portos ao mundo até a incorporação da influência da música ocidental.

Para obter os ingressos, basta acessa o link http://www.sesisp.org.br/cultura/musica/waon.html, preencher o cadastro e seguir as instruções no site.

O espetáculo Nikkura – Uma Viagem ao Japão Erudito é uma oportunidade de conhecer melhor gêneros como Soukyoku, Jiuta, Hauta, Nagauta, Douyou, Minyo e a música clássica Moderna, narrados em suas características musicais e históricas, ao som dos instrumentos tradicionais japoneses.

De acordo com o músico organizador do evento, Setsuo Kinoshita, a música clássica japonesa então está estritamente ligada à história a sua volta, ela foi se estabelecendo conforme o avanço da história do Japão.

O Gagaku foi introduzido na Era de Nara graças a vinda das culturas chinesas e coreanas. O Jiuta nasceu graças ao sistema que o Japão adotou de subsidiar os cegos, chamados Kengyo, como músicos de Shamisen e Koto. O Nagauta e o Hauta são clássicos de mesma época, que pertenciam as classes altas e popular. O Shouka e o Douyou nasceram por causa do Sistema de Ensino da Era

Meiji após a abertura dos portos do Japão. Quando importaram músicas estrangeiras para o ensino nas escolas houve um movimento, que resultou na criação do Douyou, visando desenvolver a sensibilidade das crianças. Mesmo com uma história tão tradicional, o músico destaca que tanto os instrumentos japoneses, como a sua música, conseguiram se preservar da forma original graças ao duro sistema de Deshi (discípulo).

Com o impacto que o Jazz e o Pop/Rock causaram na sociedade japonesa, com o passar do tempo os instrumentos japoneses passaram a ser considerados “caretas”. Mas esta realidade vem mudando há algumas décadas.

“Atualmente, podemos verificar a introdução de conceitos ocidentais em composições de instrumentos tradicionais, fazendo com que os instrumentos tradicionais japoneses estejam se transformando de instrumentos étnicos para instrumentos do World Music, conquistando cada vez mais adeptos não só no Japão mas em todo o mundo.”

 

Grupo Waon – Formado em 2011, o Grupo Waon é natural da cidade de São Paulo, formado por músicos de formação erudita, com a proposta de apresentar a música clássica japonesa, ou a música brasileira com instrumentos japoneses.

A ideia do grupo surgiu quando Setsuo Kinoshita convidou a orquestra de instrumentos japoneses Nihon Ongaku Shudan (Pro Musica Nipponia) para uma apresentação ao Brasil em conjunto com o grupo Wadaiko Sho, em 2008. Na oportunidade, em São Paulo, haviam alguns músicos de música clássica japonesa, mas não havia um grupo formado somente por mestres ou graduados como acontece com o Nihon Ongaku Shudan.

O início do grupo Waon aconteceu em 13 de novembro de 2011, quando Kinoshita teve a oportunidade de participar de uma apresentação em prol aos desabrigados do Tsunami do Japão, junto aos estudantes de música da Unicamp e da USP.
“Nikkura – Uma viagem ao Japão Erudito”

Data: 13 de novembro de 2016

Local: Centro Cultural Fiesp (Av. Paulista, 1313)

Horário: 12h

Classificação: livre

Ingressos: Gratuitos – disponíveis em http://www.sesisp.org.br/cultura/musica/waon.html

Related Post

KARAOKÊ: Cantoria e homenagens no Karaokê Taikai d... Foi realizado, no último dia 9, com muito sucesso, a 20ª edição do Karaokê Taikai da Acal (Associação Cultural e Assistencial da Liberdade), entidade ...
ARTES: Sergio Yashima expõe na estação Santana do ... “Sustentação” é o título da exposição do artista plástico Sergio Koiti Yashima que acontece até o próximo dia 30 na estação Santana do metrô (linha Az...
OKINAWA FESTIVAL: Atração do 13º Okinawa Festival,... Da última vez que estiveram no país, em 2013, os músicos da Banda Begin surpreenderam os fãs brasileiros ao tocarem ao lado dos músicos Oswaldinho da ...
SEMINÁRIO: HIROSHIMA E NAGASAKI – NUNCA MAIS... São Paulo tem programação gratuita com palestras, leitura dramática e peça teatral, em memória das vítimas de Hiroshima e Nagasaki   Catedra...

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *