ESPETÁCULO: Núcleo Hana se inspira em butô e levanta memórias de amores partidos

 

Como tudo se passa entre devires e subjetivações, é o teatro que penetra a dança e a dança, o teatro, de tal modo que as sequências mais nitidamente teatrais são ainda dançadas, e a dança sai muitas vezes de ‘pequenas cenas’ que se aceleram e se metamorfoseiam em movimento dançado”. José Gil

 

Cena do espetáculo Attikotti  (Foto: divulgação)

 

Attikotti, espetáculo de dança-teatro fruto do projeto Pátio de Encontros (contemplado com o ProAc 2012), teve como ponto de partida o estudo de três solos da bailarina japonesa Anzu Furukawa, a partir do seu repertório Anzuology – Atlas Anzu de Animais. São eles: “The Crocodile time”, “The Insect” e o “The Bird”. Neste processo criativo, estas obras constituem fontes de estudo e investigação sobre tempo, ritmo e estados no corpo. Para além de resgatar as suas composições ou até mesmo reproduzi-las, interessou-nos desenvolver novas criações estimuladas pelas inquietações poéticas da artista.

O corpo proposto por Furukawa está inserido em um rico universo poético, da mulher-crocodilo, da mulher-pássaro, da mulher-inseto, às relações homem–mulher, à incomunicabilidade humana. Trata-se de um corpo de devires e potencialidades, nos pontos de convergência e divergência do encontro entre o corpo oriental e o ocidental.

 

ATTIKOTTI é fruto de encontros com a obra original e também de seus deslocamentos (foto: divulgação)

 

Dentro desta visão do artista cênico na contemporaneidade, neste processo, três intérpretes-criadores se aprofundaram na pesquisa deste material, buscando novos caminhos de investigação do corpo, traçando paralelos e estabelecendo diálogos com outras referências artísticas e filosóficas.

Inspirada na série de animais Anzuology, criada pela dançarina de butô Anzu Furukawa, ATTIKOTTI é fruto de encontros com a obra original e também de seus deslocamentos. Os três animais – o crocodilo, o pássaro e o inseto – ressurgem aqui, em outros corpos, desta vez habitados por memórias de infância e de amores partidos. Fragmentária e errante, aqui e ali, é um vôo contínuo, sem pouso, nem porto seguro.

 

Atividade Complementar

Após a apresentação do espetáculo do dia 27 de julho, os artistas partilham com o público o processo de criação de AttiKotti, através de um bate-papo com os espectadores.

 

Projeto Conexões

O projeto Conexões, concebido como uma iniciativa de ocupação plural do Complexo Cultural Funarte/SP – Sala Renée Gumiel, propõe uma série de ações combinadas para promover a disseminação e o acesso à dança contemporânea por meio de estratégias de fomento ao diálogo, à reflexão, à qualificação artística e à formação de público.

Promovendo uma programação diversificada, instigante e representativa da produção em dança na atualidade, durante os oito meses consecutivos de ocupação da Sala Renée Gumiel, o projeto viabilizará curtas temporadas a preços populares, convidando artistas, coletivos e companhias nacionais e internacionais a realizarem propostas em diversos formatos.

O projeto ainda prevê a realização de oficinas gratuitas, ações no entorno do complexo cultural e encontros mensais para debater as propostas dos convidados.

 

Ficha Técnica do Conexões

Direção e idealização: Amaury Cacciacarro Filho e Adriana Grechi | encontros: Lucía Yáñez  | produção: Fernando Dourado e Guilherme Elias | colaboração: Erika Fortunato | ação no entorno: Vera de Oliveira  | designer: Fernando Bergamini | ilustração: Estevan Pelli | fotos: Jônia Guimarães | técnica: Santa Luz

 

Ficha Técnica Attikotti

Direção: Alice K  | Intérpretes-criadores: Carina Nagib, Clara Gouvêa e Fabrício Licursi |  Criação e execução musical: Gregory Slivar  | Criação de luz: Fabrício Licursi | Figurino: Larissa Salgado | Provocação Cênica: Morena Nascimento | Violões e parceria musical: Felipe Guimarães | Operação de luz: Cristina Souto | Produção: Tetembua Dandara

 

Serviço

Espetáculo Attikotti  – Grupo Hana

Quando: de 26 a 28 de Julho de 2013

Sexta-Feira às 20h, sábado e domingo às 19h

Duração – 50 Minutos Classificação – 16 anos

Onde: Complexo Cultural FUNARTE/SP – Sala Renée Gumiel

Alameda Nothman, 1058 – Campos Elíseos

Ingressos: R$ 5,00 e R$ 2,50

Telefone: 11 3662.5177

Horário da bilheteria: uma hora antes do início do espetáculo

 

 

 

Redação

Redação

nippak@nippak.com.br
Redação

Últimos posts por Redação (exibir todos)

Related Post

CIDADES/RIO DE JANEIRO: Entidades nikkeis do Rio r...   Nos dias 18 e 19 de agosto, uma animada multidão prestigiou 11ª Festa do Japão realizada pela Associação Cultural e Esportiva Nipo-Brasileir...
DIREITO: OAB SP planeja lançar livro sobre a contr... O presidente da OAB SP (Ordem dos Advogados do Brasil Seção de São Paulo), Marcos da Costa, disse que a instituição pretende publicar um livro sobre a...
MÚSICA: No Brasil, Ichimujin mostra porque quer o ... Na segunda passagem pelo Brasil, após se apresentar no Festival do Japão de Salvador (BA), o grupo Ichimujin realizou dois shows em São Paulo, dias 30...
CURITIBA: Cláudio Seto é um dos homenageado no Gib...   A capital paranaense, Curitiba, será a capital internacional das histórias em quadrinhos. Entre os dias 25 e 28 de outubro, uma gama de auto...

One Comment

  1. Tem que divulgar no guia da Folha. Ei Folha.

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *