ESPORTES: Virada Esportiva Oriental na Liberdade destaca artes marciais

Você certamente já deve ter ouvido falar de karatê, kendô, sumô, aikidô, kung fu e taekwondo, artes marciais originárias de países asiáticos e, de certa forma, familiar no Brasil. Mas talvez nunca tenha ouvido falar de kali silat, uma luta filipina cuja especialidade é o combate com facas. Quem passou pelo bairro da Liberdade no último final de semana (23 e 24), para conferir as atrações da Virada Esportiva Oriental, teve oportunidade de conhecer um pouco mais sobre a história e técnicas dessas lutas. Pelo palco montado na Rua Galvão Bueno, próximo ao torii, passaram ainda rádio taissô, kenko taisso e a dança do leão e do dragão.

 

Praticante de taekwondo da Academia Liberdade. Foto: Aldo Shiguti

 

Vereador Aurélio Nomura: equilíbrio e energia. Foto: Aldo Shiguti

 

Cônsul geral interina Hitomi Sekiguchi. Foto: Aldo Shiguti

 

“Apesar dos esportes japoneses, coreanos, chineses e  tailandeses já serem conhecidos dos brasileiros, é importante nós fazermos essa divulgação. E toda Virada Esportiva realizada até agora nunca se pensou em fazer uma amostra dos esportes que vieram desses países. Então, numa conversa que nós tivemos com o secretário municipal de Esportes, Jorge Damião, sugeri para que estimulássemos isso até porque nós estamos numa fase de buscar pessoas para que possam praticar atividades físicas. Estamos vivendo um momento que São Paulo parou de praticar esportes. Estamos tendo problemas extremamente sérios com relação à saúde e o esporte vem dar esse equilíbrio e ao mesmo tempo nos dá energia para que possamos enfrentar o dia a dia porque, sem exercícios, mais para frente estaremos batendo nas portas de médicos”, disse o vereador Aurélio Nomura (PSDB) ao Jornal Nippak logo após a cerimônia de abertura, no sábado (23), e que contou com a presença da cônsul geral interina do Japão em São Paulo, Hitomi Sekiguchi, da secretária adjunta de Esportes, Daniela Castro, do presidente da Acal (Associação Cultural e Assistencial da Liberdade), Hirofumi Ikesaki, do diretor de Esporte do Bunkyo (Sociedade Brasileira de Cultura Japonesa e de Assistência Social),  Kenji Kiyohara e de representantes governamentais de países presentes na Virada Esportiva Oriental, além de dirigentes esportivos.

 

Cerimônia de abertura. Foto: Aldo Shiguti

 

Coordenadores do Palco da Virada Esportiva Oriental. Foto: Aldo Shiguti

 

Representantes das comunidades chinesa, coreana e japonesa. Foto: Aldo Shiguti

 

Líder do Governo na Câmara Municipal de São Paulo, Nomura destacou ainda que “a administração que acelera São Paulo está encampando e querendo incentivar cada vez mais a prática de esportes”.

 

Demonstração de Kung Fu. Foto: Aldo Shiguti

 

Nicole, de apenas 9 anos, praticante de kendô. Foto: Aldo Shiguti

 

Taekwondo com a Academia Liberdade. Foto: Aldo Shiguti

 

 

Já Hirofumi Ikesaki lembrou se tratar de uma iniciativa inédita da Prefeitura e que, “com ações integradas como essa o bairro só tende a crescer”. “Este movimento traz avanço e progresso para a Liberdade”, disse Ikesaki.

 

Ninjutsu. Foto: Aldo Shiguti

 

Muay Thai com Adriel, Ildo, Gabriel e Robson. Foto: Aldo Shiguti

 

Atletas de Kali Silat, luta filipina. Foto: Aldo Shiguti

 

Já a secretária adjunta da Secretaria Municipal de Esportes, Daniela Castro, afirmou que o objetivo da pasta nos próximos quatro anos é tornar São Paulo “uma cidade mais ativa”. “Entre as capitais, somos a pior em atividade”, disse.

 

Apresentação de sumô com Luciana Watanabe e Fernanda Rojas. Foto: Jiro Mochizuki

 

Apresentação de Aikido. Foto: Jiro Mochizuki

 

Atletas de Kung Fu. Foto: Jiro Mochizuki

 

Cônsul geral interina do Japão, Hitomi Sekiguchi lembrou que Tóquio sediará dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos em 2020 e espera que um dos atletas brasileiros seja um dos que passaram pela Virada Esportiva Oriental. Sekiguchi destacou que, além de trazer benefícios à saúde, o esporte contribui para reforçar os laços entre as nações. E citou como exemplo o projeto do governo japonês “Sport for Tomorrow”, cujo objetivo é promover a cooperação e o intercâmbio entre os países.

 

Virada Esportiva Oriental também movimentou o CEE Ryuzo Ogawa, na Vila Guarani (zona Sul), com o gatebol. Foto: divulgação

 

Estádio Municipal Mie Nishi com softbol e beisebol. Foto: divulgação

 

Estádio Municipal Mie Nishi com softbol e beisebol. Foto: divulgação

 

Além da rua Galvão Bueno, a Virada Esportiva Oriental também ocupou o Bunkyo, a Associação Miyagui, a Acal, o Espaço de Eventos Hakka, o Estádio Municipal Mie Nishi e o CEE Ryuzo Ogawa.

 

Taekwondo com a Academia Liberdade. Foto: Aldo Shiguti

 

Ninjutsu. Foto: Aldo Shiguti

 

Público também entrou na brincadeira. Foto: Aldo Shiguti

 

 

Arrow
Arrow
ArrowArrow
Slider

 

ALDO SHIGUTI

ALDO SHIGUTI

Redator-chefe
ashiguti@uol.com.br
ALDO SHIGUTI

Últimos posts por ALDO SHIGUTI (exibir todos)

     

     

    Related Post

    KARATÊ: Shinnenkai da IKGA-Brasil acontece domingo...   Shinnenkai da IKGA-Brasil (International Karate-do Goju-kai Association - filial Brasil)  será realizado no Centro Cultural Hiroshima neste ...
    NIPPAK PESCA: Curtas Compressor de ar Maruechii (Piscicultura Chang)     Para aquaristas ou para quem precisa de areação emergencial na falta de energ...
    SHINNENKAI: Consulado Geral do Japão e entidades n... No último dia 6 à noite, nas dependências do Bunkyo (Sociedade Brasileira de Cultura Japonesa e de Assistência Social), a tradicional Cerimônia de Com...
    SOFTBOL: Nikkei Curitiba conquista a 11ª Taça Bras...   Realizado nos dias 03 e 04 de maio em Marília, a 11ª Taça Brasil de Softbol Feminino Categoria Adulta, a equipe de Nikkei Curitiba supera a eq...

    Faça seu comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *