EVENTOS: Ano Novo Chinês – O Grande Ano da Serpente

 

Ano Novo Chinês acontece dias 02 e 03 de fevereiro, no bairro da Liberdade (foto: divulgação)

 

Nos dias 2 e 3 de fevereiro, mais de 150 mil pessoas comemoram, no bairro da Liberdade, com fogos, músicas, comidas, danças e artes marciais o inicio do Ano Nono Chinês: o Ano da Serpente.

Esta é a oitava edição da festa. Quem vê toda estrutura, não imagina que nos batidores desse grande evento está um grupo de não mais que trinta jovens. Eles são membros da JCI Brasil-China, um dos capítulos da JCI (Junior Chamber International); federação mundial que reúne jovens líderes e empreendedores com idade entre 18 e 40 anos. Bruno Rall, presidente do Conselho Diretor de 2012, conversou com o Nippak sobre esta festa que já faz parte do calendário oficial da cidade de São Paulo.

 

Bruno Rall, Presidente do Conselho Diretor da JCI – Brasil China (foto: Susana Martins)

 

 

JN: O horóscopo ocidental é estabelecido numa distribuição de doze signos distribuídos em doze meses. Como é a estrutura do horoscopo chinês?

BRUNO RALL: Simplificadamente, podemos denominar o Ano Ocidental como sendo o “Calendário Mundial”. Pode-se dizer que o Ano Ocidental tem uma inegável relevância em termos econômicos e políticos. Já a nível astrológico, o Calendário Ocidental e o Chinês possuem muitas semelhanças: ambos têm como base a rotação da Terra ao redor do Sol, sendo que a cada volta completa-se um ano. Porém, a diferença entre os calendários se dá no sentido de que o Calendário Chinês usa a volta da Lua ao redor da Terra para definir a contagem dos doze meses. Sendo que o primeiro dia do mês acontece na Lua Nova e o 15º dia se dá na Lua Cheia.

 

Artes Marciais fazem parte da grande festa. (foto: Susana Martins)

 

JN: A Serpente na cultura ocidental é frequentemente considerada um animal perigoso. É preciso ter medo do Ano da Serpente?

BRUNO RALL: Definitivamente não é preciso ter medo do Ano da Serpente. Pelo contrário, este é um ano de muitos esforços para quem queira superar as dificuldades. As pessoas deverão ter fé e esta poderá ser obtida através da análise e do estudo de cada assunto problemático, para depois resolvê-lo com convicção.

 

JN: No Japão, este ano também é considerado Ano da Serpente. Existe semelhança entre a leitura que a cultura japonesa faz deste Ano com a leitura chinesa?

BRUNO RALL: No Oriente há uma única linhagem para os cálculos astrológicos. A cultura chinesa, japonesa ou vietnamita usa a técnica dos “10 Troncos Celestes e 12 Ramos Terrestres”. No entanto, há interpretações diferenciadas entre os Mestres sobre o significado dessas leituras.

 

JN: Quais as características fundamentais do Ano que começa?

BRUNO RALL: A economia mundial terá um crescimento econômico desfavorável. A Natureza continuará a mostrar sua fúria para nos lembrar de que é a verdadeira dona do mundo. A novidade deste ano é o aparecimento de desastre nos ramos ligados com a eletricidade. O Brasil terá mais inflação no custo de vida e menos crescimento no ramo imobiliário, mas, continuará a ser um dos principais exportadores de alimento. A China terá menos crescimento na economia, porém, se fortalecerá. Os Estados Unidos terão menos crise em sua política militar externa e no setor econômico. A Europa também terá um ano de melhora e de recuperação tímida em economia.

 

JN: Quais são as principais transformações entre o Ano do Dragão (ano que termina agora) e o Ano da Serpente?

BRUNO RALL: Não são muitas transformações. Haverá um grande avanço na área da informática e, consequentemente, também na educação.

 

Quem vê toda estrutura, não imagina que nos batidores desse grande evento está um grupo de não mais que trinta jovens. (foto: Susana Martins)

JN: Qual o ponto mais favorável deste ciclo?

BRUNO RALL: “Crescer nos estudos, confiar no que faz e agir com rigor”, serão lemas que deverão ser adotados neste ano. Neste sentido, entende-se que, para dedicar àquilo que queremos ter sucesso, precisamos ter fé.

 

JN: Das previsões para este ano, quais as mais importantes?

BRUNO RALL: Devemos dar atenção ao seguinte pensamento: “As chuvas virão para contrariar o benéfico calor emitido pelo Fogo”. Isto quer dizer que o mundo espera um ano bom, mas, encontrará resultados tímidos, enfrentando inevitavelmente certa dificuldade.

 

JN: Para o horóscopo chinês quem são os “sortudos” deste ano?

BRUNO RALL: Serão: o Signo de Galo, o Signo de Boi e o Signo de Macaco.

 

JN: O que seria ideal para recebermos o Ano Novo Chinês adequadamente? Existe ritual, procedimento, orações etc…?

BRUNO RALL: É importante limpar a casa, usar roupas novas, principalmente vermelho e dourado; não usar branco. Comer junto à família numa mesa farta; porco e peixe são indispensáveis. Soltar fogos de artifício. Colar no umbral da porta da entrada da casa os folhetos de boas vindas com papel vermelho e provérbios chineses. Saldar as dívidas. Os mais velhos devem dar Hong Bao (envelopes vermelhos com dinheiro) para cada criança da família.

 

JN: São sete edições do Ano Novo Chinês. Como a JCI se organizou para essa oitava edição do Festival da Primavera?

BRUNO RALL: O Ano Novo Chinês, em São Paulo, foi idealizado pela JCI há oito anos atrás. Hoje é a maior festa aberta na cidade de São Paulo. O Festival Japonês é maior, porém, é um festival pago. O Ano Novo Chinês é uma festa aberta de rua. Foi preciso muita dedicação e estratégia, tendo como exemplo os anos anteriores.

 

Realizar o Ano Novo Chinês é um grande desafio, diz Bruno Rall (foto: Susana Martins)

 

JN: Qual foi o maior desafio que vocês encontraram nesta edição?

BRUNO RALL: Realizar o Ano Novo Chinês é um grande desafio. É um grande peso e é inevitável sentir a responsabilidade. Organizar, delegar e realizar todas as etapas são importantes. No entanto, o maior desafio é manter o objetivo da JCI e responder a expectativa do público em geral. Para isso, temos parcerias e apoios e, principalmente, a dedicação dos membros da JCI.

 

JN: Quantos membros da JCI estão envolvidos direta/indiretamente na Festa?

BRUNO RALL: Cerca de 25 membros da JCI e dezenas de voluntários.

 

JN: O que o público pode esperar sobre as atrações da Festa neste Ano?

BRUNO RALL: Teremos várias atrações seguindo a tradição. Dentre elas, se destaca a Dança do Dragão; que simboliza poder e dignidade. O kung fu; arte marcial com mais de 5 mil anos. Desfiles de trajes típicos, arte e caligrafia chinesas. Comidas e danças típicas farão parte do evento. Enfim, contamos com toda comunidade para celebrarmos esta festa tão rica da cultura chinesa.

 

Curiosidades – A JCI tem como prerrogativa a renovação. Nenhum dirigente pode ser reeleito para o mesmo cargo, isso impossibilita grupos ou pessoas de manter-se por longo tempo em postos chaves. Sua organização plenária é semelhante a estrutura de uma assembleia legislativa. A JCI reúne mais de 200.000 jovens em 110 países. Constituída por células chamadas de capítulos – espécie de organização local – a organização já teve entre seus membros famosos como John F. Kennedy, Bill Clinton, Jacques Chirac e Kofi Annan.

 

(Susana Martins)

 

 

SERVIÇO

8º  Festa do Ano Novo Chinês

Quando: 02 e 03 de fevereiro de 2013 à partir das 11 horas.

Onde: Praça da Liberdade – Liberdade – São Paulo

 

 

 

 

Redação

Redação

nippak@nippak.com.br
Redação

Últimos posts por Redação (exibir todos)

Related Post

ELEIÇÕES NO BUNKYO: Associados elegem 50 novos con... Em Assembleia Geral Ordinária realizada no último dia 25, o Bunkyo – Sociedade Brasileira de Cultura Japonesa e de Assistência Social – elegeu os 75 m...
BRASIL-JAPÃO: Jamil tem encontro marcado com prime...   O prefeito de Andradina Jamil Ono (PT) estará entre as autoridades brasileiras no encontro com o primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, mar...
MUSICA: Professor Hideo Hirose realiza 5ª Apresent... Como acontece a cada dois anos, o professor de Karaokê, Hideo Hirose, reúne seus alunos para uma apresentação conjunta. Em sua quinta edição, a Aprese...
SILVIA IN TOKYO: CHIBA: 500 MILHÕES DE IENES ENCON... MORADORES DE CHIBA “ACHARAM” AO LONGO DO ANO ¥ 500 MILHÕES EM DINHEIRO, ALÉM 861 MIL OBJETOS PERDIDOS   Imagem: homemate-research-police.com...

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *