EXPO 2020: Comunidade nikkei manifesta apoio à candidatura de São Paulo

 

No dia 19 de setembro, uma comitiva com representantes de cinco entidades nipo-brasileiras esteve reunida com o prefeito Gilberto Kassab (PSD) para fazer a entrega oficial da carta em apoio à candidatura da cidade de São Paulo como sede da Exposição Mundial 2020, considerado o terceiro evento mais importante do mundo depois das Olimpíadas e da Copa do Mundo.

 

O prefeito Gilberto Kassab (PSD) faz a entrega oficial da carta em apoio à candidatura da cidade de São Paulo como sede da Exposição Mundial 2020 (foto: Luci Judice Yizima)

 

A candidatura de São Paulo à cidade sede da Exposição Universal é um projeto nacional, oficializado através da carta assinada pela presidenta Dilma Rouseff (PT), em 28 de outubro do ano passado ao Bureau Internacional de Exposições – BIE, órgão regulamentador desse megaevento.

A capital paulista concorre com Dubai (Emirados Árabes), Izmir (Turquia), Ekaterinburgo (Rússia) e Ayutthaya (Tailândia). O projeto conta também com o apoio do governo do Estado através do governador Geraldo Alckmin (PSDB).

Kassab destacou a importância da manifestação da comunidade japonesa sendo a primeira a apoiar São Paulo como sede da Expo2020. “Estou muito contente por este apoio espontâneo da comunidade japonesa, e principalmente por ser a primeira comunidade a se manifestar”, disse. “Para a cidade de São Paulo é muito importante para que possamos contar com o apoio do Japão”, justificou o prefeito.

O prefeito também é o presidente do Comitê Organizador da Expo 2020, que tem como tema “Força da Diversidade e Harmonia para o Crescimento”, que reflete o objetivo de trazer para a cidade projetos de inovação, sustentabilidade e novas tecnologias, além de mostrar a diversidade étnica e cultural de São Paulo.

Pirituba – “Depois da Copa do Mundo em 2014, das Olimpíadas em 2016, nada melhor que sediar a Expo Mundial em 2020, não acham?”, concluiu o prefeito em tom otimista. Se aprovada como cidade sede, a Expo2020 será realizada em Pirituba, num terreno já definido de 5 km², de 15 de maio a 15 de novembro de 2020, e deverá mobilizar cerca de 30 milhões de visitantes do Brasil e do Exterior, durante os seis meses de duração do evento.

O secretário-executivo do Comitê da Candidatura de São Paulo Expo2020, Carlos Kendi Fukuhara, comenta do favoritismo de São Paulo à cidade sede para evento. “O que São Paulo tem de diferencial das outras cidades, é o clima”, diz entusiasmado. “Sou secretário-executivo do comitê da candidatura de São Paulo a Expo2020, tenho orgulho de fazer parte dessa comissão, com muito orgulho que eu conduzo está ação, é uma questão de ética”, comenta.

“Como japonês faço parte dessa candidatura, tenho grande responsabilidade para fazer um grande evento com duração de seis meses, será um megaevento. A nossa ação é divulgar a ‘Expo2020’ em todos os meios de comunicação dentro e fora da colônia japonesa, afinal de contas o Brasil é um país multicultural e a diversidade está aqui”, define o secretário.

Participaram da audiência com o prefeito Kassab, a vice-presidente Harumi Goya (representando presidente da Sociedade Brasileira de Cultura Japonesa e de Assistência Social, Kihatiro Kita), Eduardo Goo Nakashima (secretário administrativo), Anselmo Nakatani (presidente da Aliança Cultural Brasil-Japão), Celia Oi (Comunicação do Bunkyo), Yoshiharu Kikuchi (presidente da Beneficência Nipo-Brasileira de São Paulo), Fujiyoshi Hirata (secretário-geral Câmara de Comércio e Indústria Japonesa do Brasil), o secretário municipal de Relações Internacionais Alfredo Cotait Neto, o secretário-adjunto Guilherme Mattar, o secretário-executivo do Comitê da Candidatura de São Paulo Expo 2020, Carlos Kendi Fukuhara e o chefe do cerimonial do prefeito, Carlos Takahashi.

A eleição para definir a cidade-sede, organizada pelo BIE (Bureal International des Expositions), acontecerá em novembro de 2013, em Paris, e reunirá 161 países votantes. São Paulo estará concorrendo com Ekaterinburgo (Rússia), Izmir (Turquia), Dubai (Emirados Árabes Unidos) e Ayutthaya (Tailândia).

(Luci Judice Yizima)

 

 

 

 

Redação

Redação

nippak@nippak.com.br
Redação

Últimos posts por Redação (exibir todos)

Related Post

COMUNIDADE BRASILEIRA NO JAPÃO: Press Awards Japão... A segunda edição do Brazilian International Press Award Japão será realizada este ano no dia 19 de julho, na capital japonesa. O evento tem como objet...
Kibô-no-Iê realiza 12º Chá Beneficente nesta quart... A Sociedade Beneficente Casa da Esperança “Kibô-no-Iê” realiza na próxima quarta-feira (21), a partir das 13h30, no Enkyo (Beneficência Nipo-Brasileir...
SEGUROS: Sompo, ex-Yasuda Marítima, espera crescer... 26Desde 1º de julho, a Yasuda Marítima, empresa do Grupo Sompo Holdings – um dos maiores grupos seguradores do mundo – agora é Sompo Seguros S.A.. Tra...
DESABAMENTO: Desabamento de um Prédio na Avenida L...   O desabamento de um prédio em construção na altura do número 700, da Avenida Liberdade ontem à noite (28/02), o auxiliar de limpeza Marco An...

One Comment

  1. Vocès sabem que para construir a EXPO 2020 o Kassab vai desapropriar e destruir uma das poucas áreas verdes remanescentes da cidade de São Paulo?
    A área inclusive é Patrimonio da Humanidade.
    O Jaraguá Clube Campestre está dentro da área a ser Desapropriada, sáo 550.000 m2 cuidados e preservados há 53 anos que agora serão destruídos pela ganância do Prefeito megalomaníaco e da construtora Odebreth. Cuidado que este apóio pode ser muito ruim para a imagem da comunidade Nikkei
    https://www.facebook.com/AcordaJaragua?ref=hl

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *