EXPOSIÇÃO: “A Caverna dos Sonhos Esquecidos” de Máyy Koffler

O Casarão do Chá tem o prazer de apresentar “A Caverna dos Sonhos Esquecidos”, uma exposição de peças de cerâmica da artista Máyy Koffler, aberta à visitação de 03 de abril a 29 de maio de 2016. A abertura da exposição ocorre dia 03 de Abril, à partir das 11h.

A exposição apresenta obras de Arte Cerâmica reunidas em séries e criadas entre os anos de 1994 e 2016. Trata-se de uma seleção de obras significativas do percurso da artista, em um total de 36 obras.

 

“A Caverna dos Sonhos Esquecidos” de Máyy Koffler. Foto: divulgação

“A Caverna dos Sonhos Esquecidos” de Máyy Koffler. Foto: divulgação

 

Dentre estas obras destacamos as seguintes séries:

 

A Série das Porcelanas

As peças foram realizadas com a técnica de modelagem pré-hispânica do “Paleteado”, originária da cultura Vicús no Peru. A porcelana, unida à técnica do paleteado, permite a realização de peças muito finas, translúcidas e de uma leveza única. Agregando a esta matéria corantes minerais, que tingem a massa branca com cores variadas (técnica nerikomi), é possível descobrir ondulantes formas, criaturas fascinantes, monstros e variados animais que a artista reforça com linhas, definindo e dando uma nova vida a cada obra.

 

A Série das Luas (técnica de modelagem: paleteado)

Esta série surge da realização de uma primeira “Lua”, feita no ano de 1994 em Apiaí. Curiosamente, a criação se deu em uma região que abriga muitas cavernas. A realização da peça revelou-se um desafio plástico. O título faz referência à forma final da peça, semelhante a uma lua crescente. A série é composta de cinco peças de formas bem semelhantes, mas com massas de diferentes cores e texturas executadas em diferentes momentos do percurso da artista.

 

A Caverna dos Sonhos Esquecidos

A Obra que dá nome à exposição surge para trazer à luz uma série de peças sonhadas e adormecidas durante anos, enquanto a artista realizava um caminho de preparação para ministrar cursos de Cerâmica. Esse nome foi inspirado no filme homônimo de Werner Herzog sobre os tesouros pré-históricos descobertos na Caverna Chauvet (França). Existe aqui um paralelo entre esta gruta que ficou vinte mil anos congelada no tempo – perfeitamente fechada esperando o momento de ser descoberta – e as peças da exposição, que simbolizam a materialização dos “sonhos esquecidos” da artista.

 

A Ultima Série

Nesta série, a artista apresenta uma série de esculturas em baixa e alta temperatura, algumas inspiradas em lendas e crônicas de origem pré-hispânica, sobre personagens míticos femininos. Também faz parte da série cinco obras de formas esféricas contendo desenhos lúdicos as quais podem ser usadas como luminárias. Completa a exposição uma instalação em forma de mandala, realizada com as ferramentas utilizadas para modelar as obras.

 

Serviço:

Período de exposição: 03/04 à 29/05/2016

Horário: todos os domingos, das 9 às 17h

Entrada franca

Para visitas agendadas durante a semana, entre em contato com a Associação Casarão do Chá, pelo telefone 11 4792-2164

www.casaraodocha.org.br

Related Post

ARTE E CULTURA: Fnac Paulista apresenta Contação d...   A Fnac Paulista apresenta todos os sábados de dezembro, Contação de Estórias e Oficina de Origamis com Diana Ishimitsu, que também faz apres...
REGISTRO: Tooro Nagashi de Registro chega a sua 62... Realizado pela Associação Cultural Nipo-Brasileira de Registro (Bunkyo) e Nichiren-Shu do Brasil, com apoio da Associação Cultural e Esportiva de Regi...
LITERATURA: Livro aborda as Copas pelo olhar de um... O jornalista Gilson Yoshioka trabalhou no Jornal Nippak (foto: divulgação) A Copa do Mundo é nossa. Mas será que todos podem compartilhar dessa pa...
KARAOKÊ: Organizadores fazem balanço positivo do 2...   “É na hora da dificuldade que conhecemos os verdadeiros amigos”. A frase, que pode parecer um desabafo, define bem o perfil do coordenador g...

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *