EXPOSIÇÃO: Associação de Ikebana abre exposição de 50 anos

 

Kooguetsu-Ryu é uma das mais antigas associações no Brasil e única com mestre brasileira.

 

 

Sra. Ei Fujiwara (Foto: divulgação)

A Associação Cultural de Ikebana Kooguetsu-Ryu realiza, na próxima sexta-feira (14/06), o lançamento de sua exposição comemorativa ao Jubileu de Ouro. O evento reunirá alunos, autoridades nipônicas e convidados, às 19h30, na Sociedade Brasileira de Cultura Japonesa (Bunkyo).

O público poderá conferir mais de 30 trabalhos desenvolvidos por professores e alunos, especialmente para o evento. A exposição permanecerá aberta à visitação pública, nos dias 15 e 16 de junho, das 10h às 18h, com entrada franca. O local receberá, ainda, um grande painel com uma linha do tempo, ilustrada com fotos inéditas, registrando os principais fatos da história da Kooguetsu-Ryu.

 

 

 

“Se de um lado, a religião e a filosofia fornecem as bases da conduta moral, do outro, a arte e a cultura proporcionam o senso estético e espiritual. Especialmente, a Ikebana nos ensina sobre o mistério e a pureza da Natureza.” Sandra Hiroko Fugiwara, Segunda Mestre Titular da Kooguetsu-Ryu.

 

 

 

 

A história da associação está intimamente ligada a da Sra. Ei Fujiwara (foto), japonesa nascida em Hiroshima-shi. Depois de receber o diploma que lhe dá direito de transmitir os conhecimentos de Ikenobo (técnica de Ikebana), chegou ao Brasil, em 1933, junto de sua família. Dois anos depois, passou a ministrar aulas na colônia japonesa de Itaquera – SP. Em 1950, estabeleceu-se em São Paulo para divulgar o Ikebana, recebendo em 1953 o título de professora de grau I, do 45º Mestre Titular de Ikenobo, Sem-Ei Sosho. Por motivos de força maior, em 1963, criou e instituiu o estilo Kooguetsu-Ryu, seguindo naturalmente o espírito Ikebono, devidamente registrado no Ministério da Educação. Ei Fujiwara foi eleita a quarta presidente da Associação Ikebana do Brasil (1965), recebeu a comenda Couto de Magalhães, como reconhecimento do Governo do Brasil à sua dedicação e esforço para a difusão da Ikebana no país (1970); e a medalha Kun Rokuto Zuiho Sho, do Governo do Japão, no ato de 70 anos de Imigração Japonesa para o Brasil (1978). Devido o avançar da idade e diante do falecimento da filha, Kinuko Fujiwara, passou seu cargo à esposa do neto, Sandra Hiroko, em 1989. Faleceu em 26 de setembro de 1993, aos 94 anos. Seu maior sonho, a Associação Cultural de Ikebana Kooguetsu-Ryu, é hoje uma das pioneiras no Brasil e a única com orientação direta de uma Mestre Titular brasileira (as demais possuem mestres no Japão).  Trata-se de uma organização sem fins lucrativos, voltada a perpetuar a técnica do Ikebana em solo brasileiro.

Mais: www.fugiwara.net/ikebana

 

SERVIÇO:

Abertura da exposição comemorativa ao Jubileu de Ouro da Kooguetsu-Ryu

Quando: 14/06 (sexta-feira), às 19h30;

Onde: Sociedade Brasileira de Cultura Japonesa (Bunkyo), Rua São Joaquim, 381 – Liberdade;

Visitação pública: 15 e 16/06, das 10h às 18h;

Quanto: Entrada franca.

 

 

SOBRE A IKEBANA

Ikebana (生け花, vivificação floral) é a arte japonesa de arranjos florais, também conhecida como Kado (華道 ou 花道) — a via das flores. O Ikebana é originária da Índia, onde os arranjos eram destinados a Buda, e se personalizou na cultura nipônica, que a tornou mais conhecida. Em contraste com a forma decorativa de arranjos florais que prevalece nos países ocidentais, os japoneses criam uma harmonia de construção linear, ritmo e cor. Enquanto que os ocidentais tendem a pôr ênfase na quantidade e no colorido das cores, dedicando a maior parte da sua atenção à beleza das corolas, os japoneses enfatizam os aspectos lineares do arranjo. A arte foi desenvolvida de modo a incluir o vaso, caules, folhas e ramos, além das flores. A estrutura de um arranjo floral japonês está baseada em três pontos principais que simbolizam o céu, a terra e a humanidade, embora outras estruturas sejam adaptadas em função do estilo e da escola.

 

 

 

Redação

Redação

nippak@nippak.com.br
Redação

Últimos posts por Redação (exibir todos)

Related Post

PIEDADE: 16ª Festa e Exposição do Kaki Fuyu espera... A Associação Cultural e Esportiva de Piedade (Acep) realiza de 19 a 22 deste mês, em seu kaikan, a 16ª edição da Festa e Exposição do Kaki Fuyu. Reali...
BEISEBOL: Ibiúna é Campeão Brasileiro da categoria...   Com uma vitória por 11 a 0 sobre o Nippon Blue Jays, o Ibiúna conquistou o título do 40º Campeonato Brasileiro de Beisebol Interclubes Pré-J...
COMUNIDADE: Ryukyu Koku Matsuri Daiko Brasil comem...   Quando se fala em taiko, uma das primeiras imagens que nos vem à cabeça é a performance dos tocadores do Ryukyu Koku Matsuri Daiko. Não só p...
JAPAN FEST: Reunião define detalhes do lançamento ... Com objetivo de definir todos os detalhes do lançamento, que ocorrerá no próximo dia 22 de março, no Marília Shopping, diretores do Nikkey Clube de Ma...

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *