FESTIVAL DO JAPÃO: 15ª edição recebe cerca de 180 mil visitantes em três dias de evento

 

Passava pouco depois das 18 horas de domingo (15) quando a rádio do Festival do Japão anunciava insistentemente para que os visitantes tomassem cuidado porque “pessoas mal-intencionadas” estavam furtando objetos, principalmente aparelhos celulares, dos mais desavisados. Esta, talvez, tenha sido a ocorrência mais grave da 15ª edição do evento, que teve início na sexta-feira (13), no Centro de Exposições Imigrantes (zona Sul de São Paulo).

 

Portal Torii do Festival do Japão (foto: Aldo Shiguti)

 

Outro problema, pontual, ocorreu na sexta-feira – primeiro dia de funcionamento – com o atraso na instalação dos botijões de gás provocado pela falta de energia na região no dia anterior, o que acabou comprometendo o trabalho da equipe encarregada pelo serviço. Mas nada que abale a imagem daquele que é considerado o maior evento da cultura japonesa na América Latina. “Conseguimos sanar no mesmo dia e creio que, no final, os kenjinkais se saíram bem”, observa o presidente do 15º Festival do Japão, Nelson Maeda.

 

Gastronomia houve um atraso na instação dos botijões de gás, sanado a tempo (foto: Aldo Shiguti)

 

Exames Médicos do Enkyo (foto: Aldo Shiguti)

 

Nelson Maeda presidente do Festival do Japão 2012 (foto: Aldo Shiguti)

 

 

“No geral, tivemos mais acertos do que erros. A falta de luz é algo que foge do nosso controle, mas temos que estar preparados. Quanto aos furtos, as ocorrências foram praticamente no encerramento, quando as pessoas ficam mais relaxadas. Na sexta e sábado, dias de grande movimento, não tivemos incidências”, avaliou o presidente. “Acredito que foram casos isolados, sem motivos para alarmes”, disse, lembrando que uma das preocupações da Comissão Organizadora para este ano foi justamente no sentido de reforçar o policiamento para oferecer mais segurança para os visitantes.

 

 

 

Apresentação de dança do Grupo de Ribeirão Pires (foto: Aldo Shiguti)

 

Mariko Nakahira foi uma das convidadas internacionais deste ano (foto: Aldo Shiguti)

 

Segundo ele, o balanço geral foi positivo. Apesar de ainda não ter dados oficiais, Maeda calcula que cerca de 180 mil pessoas passaram pelo Centro de Exposições Imigrantes nos três dias de evento, mantendo a média dos anos anteriores.

 

Apresentação de dança no Palco Principal do 15º Festival do Japão (foto: Aldo Shiguti)

 

 

Jogo de gatebol na Área da Terceira Idade (foto: Aldo Shiguti)

 

 

 

Algumas atrações, conta, devem ser mantidas. É o caso do bon odori, que chamou a atenção do público, em especial, o da terceira idade. “É uma dança que traz recordações”, explica Maeda, antecipando que outra novidade que deve ser mantida para o próximo ano é o o Campeonato Brasileiro de Games de MMA (Mixed Martial Arts, em português Artes Marciais Mistas) , cuja primeira edição foi realizada este ano dentro de um octógono montado no Pavilhão Cultural e de Esportes.

 

 

 

 

Apresentação de taikô no Pavilhão Cultural e de Esportes (foto: Aldo Shiguti)

 

Apresentação do Yosakoi Soran (foto: Aldo Shiguti)

 

De acordo com Nelson Maeda, cerca de 2500 se inscreveram para disputar o Game UFC3 no console da Sony Play Station, atestando o sucesso da inciativa comandada pelo vice-presidente de Marketing e Projetos da Confederação Brasileira de MMA, Bruno Omori.

 

Octágono montado no Pavilhão Cultural e de Esportes (foto: Aldo Shiguti)

 

Origami na Arena da Criança (foto: Aldo Shiguti)

 

Integração – Realizado pelo Kenren (Federação das Associações de Províncias do Japão no Brasil) desde 1998, o 15º Festival do Japão teve um saldo positivo, conforme avaliação feita poor Nelson Maeda. “No geral, o 15º Festival do Japão cumpriu seu papel de divulgar a cultura japonesa e, o que é mais importante, promoveu a integração entre a sociedade brasileira e a comunidade nikkei. Além disso, o evento procurou, mais uma vez, contribuir para uma consicência ecológica elegendo como tema Sustentabilidade e o Futuro da Humanidade. Outro aspecto a destacar foi a visita do vice-presidente da República, Michel Temer, do governador Geraldo Alckmin e do ex-ministro José Serra, que valorizaram demais a festa”, explicou o presidente da Comissão Organizadora, que agredece “a todos que, direta ou indiretamente colaboraram para a realização do evento, entre eles os deputados federais Junji Abe (PSD-SP), Keiko Ota (PSB-SP) e Walter Ihoshi (PSD-SP), os deputados estaduais Hélio Nishimoto (PSDB) e Jooji Hato (PMDB) e os vereadores Ushitaro Kamia (PSD), Aurélio Nomura (PSDB) e Victor Kobayashi (PSD), à Prefeitura de São Paulo e à São Paulo Turismo nas figuras de Antonio Carlos Rizeque Malufe (secretário Especial de Relações Governamentais da Prefeitura) e de Cláudio Kurita (assessor de Eventos da Diretoria da São Paulo Turismo), aos patrcinadores, voluntários, kenjikais e imprensa”.

 

Produtos naturais também estavam presentes no Festival do Japão (foto: Aldo Shiguti)

 

(Aldo Shiguti)

 

 

 

Redação

Redação

nippak@nippak.com.br
Redação

Últimos posts por Redação (exibir todos)

Related Post

REGISTRO/ESPECIAL: Conheça a história do Tooro Nag... Há cerca de 60 anos, um viajante japonês passou pela região de Registro e hospedou-se numa pensão de Seta Barras. Certa manhã, desceu ao rio para lava...
OSASCO: Com ‘Voluntariado’, 8º Japan Matsuri esper... A cultura japonesa estará em alta neste fim de semana (10 e 11), na Acenbo – Associação Cultural e Esportiva Nipo-Brasileira de Osasco – com a realiza...
TAIKÔ: Ingressos para o show do Wadaiko Yamato no ...   Após 15 anos, o grupo japonês de taiko Wadaiko Yamato retorna ao Brasil para quatro shows na cidade de São Paulo. Considerado um dos três ma...
JOVEM: 2ª Edição do Sancanime acontece neste fim d...   O Sancanime chega a sua 2ª edição e pretende agitar São Caetano do Sul nos dias 05 e 06 de outubro. O evento é destinado para todos aqueles qu...

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *