FESTIVAL DO JAPÃO: Do tradicional ao moderno, 20º Festival do Japão reúne atrações para todos os gostos

Realizado pelo Kenren (Federação das Associações de Províncias do Japão no Brasil), o Festival do Japão – que este ano chega a sua 20ª edição nos dias 7, 8 e 9 de julho, no São Paulo Expo (zona Sul de São Paulo) – deixou de ser um evento da comunidade para se tornar um grande evento do Estado de São Paulo – ou “megaevento” como costuma afirmar o presidente da Comissão Executiva, Toshio Ichikawa. Com origem na gastronomia das províncias, o Festival do Japão alcançou o status que tem hoje – de maior evento de cultura japonesa do mundo – por agregar, ao longo destas duas décadas, atrações para todos os gostos e estilos.Com um público estimado em cerca de 170 mil visitantes, o evento oferece um panorama não só da milenar cultura japonesa como também apresenta o Japão moderno. Neste ano, com o tema, 20 Anos de Integração, Harmonia e Cultura, a ideia é (re)lembrar toda a trajetória do evento, desde a primeira edição, em 1998, na Marquise do Ibirapuera, até os dias atuais, com estrutura de megaevento e com um público já fiel – de acordo com Toshio Ichikawa, pesquisa feita pelo Kenren revela que 75% do público já visitou o festival mais de uma vez.

 

Miss, cosplay, shows… Confira os destaques do 20º Festival do Japão. Foto: divulgação

 

Um público cada vez mais ávido por novidades, diga-se de passagem. E haja atrações para satisfazer os mais variados gostos e estilos. Atuando desde 1998 como voluntária em eventos da comunidade nipo-brasileira e desde 2012 na coordenação dos shows do palco principal – que este ano passou a ser chamado verde a amarelo – Rosa Matsushita explica que uma das principais mudanças do Festival do Japão foi quanto a necessidade de uma escala mais profissional na programação de shows.

Segundo ela, “como o festival é feito para as associações de províncias, a prioridade das apresentações são sempre dos kenjinkais”. “Mas as atrações do Japão são as que determinam a programação”, conta, acrescentando que este ano o Festival do Japão está recheado de convidados internacionais.

Destaque para o grupo de dança Triqstar, formado por quatro dançarinos que prometem trazer ao Brasil o lema “do Japão para o mundo”. Finalistas do programa Asia Got Talent, a atração vem ao Brasil a convite da Fundação Japão. Também do Japão estão vindo os músicos Atsushi Orii e Yuichi Nakamura, do Treasure Garden – que já estiveram no Brasil no ano passado se apresentando no Toyo Matsuri – e Keiko e Yoko, da dupla Delphina. Para quem gosta de taiko, na sexta, o Requios Gueinou Doukoukai, que está comemorando 15 anos de atividades, divide o palco do Festival do Japão com os convidados internacionais, o Grupo Sosaku Gueidan Requios de Okinawa e o cantor e compositor Hidekatsu Kamei.Dos Estados Unidos, retorna a cantora Marina Kondo, que já se apresentou no palco do mesmo festival no ano passado.

Do Uruguai está vindo a banda Arudo, a única do país que tem um repertório completo em japonês e a única da América Latina que tem seu próprio tema completamente cantado em japonês. Outra novidade deste ano será a apresentação do cantor argentino Gustavo Hokama, ou Gus Hokama.

Mas nem só de atrações internacionais vive o Festival do Japão. Segundo Rosa Matsushita, este ano, pela primeira vez na história do festival, haverá uma ala só para crianças. “O futuro está nas nossas crianças”, que surgiu a partir de um pedido feito pelo próprio Toshio Ichikawa, reunirá atrações como Super-Heróis do Futuro, Grupo de Odori Midori Sato, Maíra Takeda, Kaori Yokota, Ryu Murakami Jackson e o Grupo de Taikô Infanto-Juvenil Mary Nishimura. A apresentação acontece no domingo, por volta das 12h45, somente no palco verde e amarelo.

 

O coordenador e apresentador Kendi Yamai com as vencedoras do ano passado. Foto: divulgação

 

Miss Nikkey – Mas dentro do Festival do Japão também há atrações que agregam um público diferenciado ao evento. Três destas atrações serão coordenadas pelo artista e apresentador Kendi Yamai. São elas o concurso Miss Nikkey Brasil, o Akiba Cosplay Summit e o Akiba Space. Espaço destinado à cultura pop, o Akiba Space é referência ao bairro de Akihabara, a meca dos consumo de cultura pop do Japão com muito anime, mangá, games, cosplay, moda, música e tecnologia.

 

Área de cultura pop terá quadrinhos para os fãs do gênero. Foto: Aldo Shiguti

 

Para os fãs do gênero do cosplay, haverá um estúdio fotográfico e camarins. “Apesar de ter sua origem nos Estados Unidos, o cosplay se popularizou no Japão e  no Festival do Japão eles estão conquistando cada vez mais espaços”, explica Yamai, acrescentando que até desfile os cosplayers ganharam. Trata-se de uma oportunidade para os cosplayers mostrarem seus talentos e interagirem com os visitantes do Festival do Japão. Este ano, afirma Yamai, serão pelo menos 600 deles andando pelo pavilhão nos três dias de evento. “Fora os que comparecem espontaneamente”, diz Yamai, lembrando que outra tradição é a participação da Loja Comix onde os visitantes poderão encontrar desde quadrinhos até card games, RPG e colecionáveis, entre outros produtos.

Já o concurso Miss Nikkey Brasil terá este ano 23 candidatas classificadas em seletivas regionais realizadas ao longo do ano. Para “enfrentar” a passarela do festival, algumas trazem torcidas, que acabam dando um clima especial ao festival. “Muitas localidades visitadas por nós acabaram conhecendo o Festival do Japão através do concurso”, explica Yamai, lembrando que as seletivas acontecem durante o ano inteiro. “Tão logo o Festival do Japão termina e já estaremos recebendo inscrições para o próximo ano, que será especial por celebrarmos os 110 anos da imigração japonesa no Brasil”, avisa Yamai.

 

Área da Terceira Idade do Festival do Japão. Foto: Aldo Shiguti

 

Idosos e crianças – Outra marca registrada do Festival do Japão e que costuma despertar admiração é o respeito às crianças, aos idosos e também aos portadores de necessidades especiais. A criançada tem diversão garantida na Área da Criança, cujo objetivo é despertar o interesse das novas gerações que visitam o evento para a cultura japonesa. A área atende crianças de até 12 anos e possui 16 atividades, entre brincadeiras, workshops e apresentações culturais, em parceria com ONGs, artistas voluntários e empresas apoiadoras culturais.

 

voluntárias na Área das Crianças: respeito. Foto: Aldo Shiguti

 

Já Área da Terceira Idade atendeu, no ano passado, 4 mil idosos. “Mas nos três dias costumam passar pelo local entre 10 e 15 mil pessoas”, diz William Maki Suzuki, que coordena a área há mais de 10 anos. “Felizmente, a preocupação com os idosos no Brasil ten crescido. Por isso, nossas atividades, como palestras, são voltadas não somente para os idosos como também para os cuidadores, o que inclui familiares”, conta Maki.

 

ALDO SHIGUTI

ALDO SHIGUTI

Redator-chefe
ashiguti@uol.com.br
ALDO SHIGUTI

Últimos posts por ALDO SHIGUTI (exibir todos)

     

     

    20º FESTIVAL DO JAPÃO

    Quando: Dias 7, 8 e 9 de julho. Sexta, das 12 às 21 horas; sábado, das 10 às 21 horas; domingo, das 10 às 18 horas

    Onde: São Paulo Expo Exhibition & Convention Center (Rodovia dos Imigrantes, km 1,5, São Paulo)

    Ingressos: R$ 22 (antecipado e online), R$ 25 (bilheteria no dia) e R$ 12 (meia-entrada, venda online e na bilheteria)

    Estacionamento no local (terceirizado) – R$ 45

    Transporte gratuito do metrô Jabaquara, das 8 às 22 horas

    * Ingressos antecipados à venda nos pontos de vendas oficiais e pelo site

    * Entrada gratuita para crianças até 08 anos, mulheres acima de 60 anos e homens acima de 65 anos (meia-entrada para homens entre 60 a 65 anos)

    * Meia-entrada pelo site e na bilheteria. Será exigido documento de comprovação no acesso ao evento.

     

    Informações:

    Site: www.festivaldojapao.com

    Tel: (11) 3277-6108/3277-8569

     

     

    Related Post

    ORQUÍDEAS: Mostra gratuita da Sociedade Bandeirant... Neste fim de semana (24 e 25), o Esporte Clube Banespa ficará mais colorido e perfumado.  A Sociedade Bandeirante de Orquídeas - SBO promoverá, no Sal...
    HAICAI BRASILEIRO O Jornal Nippak publica aqui os haicais enviados pelos leitores. Haicai é um tipo de poema que se originou no Japão. Seu maior expoente é Matsuo Bashô...
    ESPECIAL: Festival do Japão oferece uma viagem gas... Responsável pelo surgimento do Festival do Japão, que este ano chega a sua 18ª edição nesta sexta, sábado e domingo (dias 24, 25 e 26), no São Paulo E...
    RIBEIRÃO PRETO: O 5º Ribeirão Preto Anime Fest aco...   O Ribeirão Preto Anime Fest é um evento multi-temático de Ribeirão Preto dedicado à temas voltados ao universo jovem e Pop. Animação Japones...

    Faça seu comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *