FUTEBOL: Koichi Hashimoto é mais um no bando de loucos

 

O Corinthians ganhou um reforço rumo a conquista do bicampeonato Mundial da Fifa, que acontece entre os dias 6 e 16, no Japão. Trata-se do ex-jogador Koichi Hashimoto, que atuou no Timão entre 1994 e 1995. “Atuar”, na verdade, é força de expressão. Hashimoto jogou apenas em alguns amistosos e no time de aspirantes.

Deu azar, quando ia fazer sua estreia oficial na equipe principal, se contundiu. Era véspera de um confronto contra o Flamengo pelo Campeonato Brasileiro. O então técnico Jair Pereira já havia sinalizado que utilizaria o atleta, mas, por uma dessas peças do destino, torceu o tornozelo no treino numa dividida de bola com o ex-lateral Branco. “É o único arrependimento que tenho até hoje na minha carreira”, conta o jogador, que esteve semana passada no país para acompanhar a equipe da NTV, uma das principais emissoras do Japão, que veio fazer uma matéria especial sobre o Corinthians.

 

Koichi Hashimoto acumulou muitas histórias em sua passagem pelo Timão (foto: Aldo Shiguti)

 

 

Hashimoto lembra com carinho sua passagem pelo alvinegro do Parque São Jorge. Guarda até hoje o elenco daquela época na ponta da língua. “Tinha o Viola, o Rivaldo, o Branco, o Zé Elias, o Sylvinho, o Tupãzinho, o Marcelinho Carioca, o Ezequiel, o Casagrande, o Ronaldo, o Marques, o Marcelinho Paulista, o Célio Silva, o Paulo Roberto…”, desfila Hashimoto, que, além de Jair Pereira, trabalhou também com os treinadores Carlos Alberto Silva e Mário Sérgio.

Para “matar a saudade”, no último dia 10 esteve no Estádio Municipal Paulo Machado de Carvalho, o Pacaembu, onde assistiu a goleada de Douglas, Guerreiro, Paulinho e cia por 5 a 1 sobre o Coritiba. “Sou pé quente”, gaba-se, Hashimoto, que aproveitou para rever o companheiro Zé Elias, hoje comentarista da Rádio Globo. Deu também para sentir novamente o “calor da torcida”. “A torcida do Corinthians é fantástica. Cobra, mas incentiva muito”, conta o ex-meia direita, que hoje atua como agente Fifa.

“Só tenho a agradecer a oportunidade de jogar num dos times mais importantes do mundo. O Corinthians é muito maior do que se pode imaginar. Agradeço meu ex-agente Norberto Murakami, os ex-jogadores e ex-diretores”, elogia Hashimoto, que iniciou sua carreira em 1984, nos juniores do XV de Jaú, onde foi orientado pelo técnico José  Poy. O primeiro jogo como profissional foi com 18 anos de idade. Passou pelo Central de Caruaru (PE) e Comercial de Viçosa (AL). No time alagoano quebrou o pé e ficou um ano e meio parado. O reinício foi no Nacional, até que seu agente o levou para jogar no Corinthians.

Teve passagens também pelo japonês Kashiwa Reysol e San Jose (EUA), Paraná Clube, Santa Cruz (PE) e Luziânia, onde encerrou sua carreira, aos 33 anos de idade.

“Quando você começa a cair, é melhor parar”, disse Hashimoto, afirmando que até hoje mantém contatos com os jogadores daquela época.

(Aldo Shiguti)

 

 

 

 

Redação

Redação

nippak@nippak.com.br
Redação

Últimos posts por Redação (exibir todos)

Related Post

SUMÔ: Campeonato Brasileiro deve reunir cerca de 3... A Confederação Brasileira de Sumô realiza neste fim de semana (25 e 26), no Ginásio de Sumô do Centro Esportivo e Cultural Brasil-Japão, no Bom Retiro...
KENKO TAISSÔ: Associação comemora 10 anos e reali... A Associação Cultural e Assistência Social Kenko Taissô do Brasil está completando dez anos em 2016. Para comemorar, a entidade realizará no próximo d...
BEISEBOL: Cooper Clube conquista título do 19º Cam... A categoria Pré-Infantil do Cooper Clube sagrou-se campeã do 19º Campeonato Brasileiro de Beisebol Interclubes ao derrotar, na final, a equipe de Inda...
BEISEBOL: XVI TORNEIO INÍCIO DE BEISEBOL INTERCLUB...   Mirandópolis sagrou-se campeã do XVI Torneio Início Interclubes Pré-infantil 2013 - Troféu Honório Mukai.     Realiza...

One Comment

  1. OLÁ ALDO,PARABÉNS PELA MATÉRIA SOBRE O CORINTHIANS E PRINCIPALMENTE,SOBRE O KOICHI.
    NUNCA MAIS OUVI FALAR NADA DELE,JÁ FUI NAMORADA DELE,QUANDO ELE ESTAVA AQUI NO BRASIL,FOI BOM RELEMBRAR ESTA ÉPOCA.QUANDO PUDER DE UM ABRAÇO NELE POR MIM.
    NANCI PORTELA MINAS GERAIS,BRASIL

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *