GASTRONOMIA: Pratos com carne são as atrações neste sábado (20) do “Comida de Rua” do Sakagura A1

Em sua quinta edição, o “Comida de Rua” acontece no sábado (20), das 12h30 às 16h, traz como atrações o Curry rice e gyudon, dois tradicionais pratos populares japoneses que usam carne bovina. O evento acontece uma vez por mês em uma barraca na rua, na porta do restaurante Sakagura A1. Os pratos são preparados pelo premiado e renomado chef Shin Koike, que muda as receitas a cada edição.  O público poderá degustar do curry rice (kare raisu) e do gyudon ao preço convidativo de R$ 19 cada um, com promoção do chop Heineken que continua a R$ 5 e a dose do saquê japonês a R$ 15. Tudo isso poderá ser contemplado com amigos em um espaço descontraído com mesinhas que serão expostas na varanda do restaurante.

 

Sakagura Curry Rice (foto: divulgação)

Sakagura Curry Rice (foto: divulgação)

 

De acordo com o chef Koike, a proposta do “Comida de Rua” é divulgar a culinária japonesa popular do Japão, mostrando que é possível ir além do sushi e sashimi. Para isso, o chef prepara uma vez por mês pratos rápidos e populares fora do menu do restaurante e que são servidos em uma barraca em frente ao seu restaurante no bairro do Itaim Bibi, na capital paulista.

Curry rice – (pronuncia-se kare raisu) é um cozido de legumes e carne bovina com molho de curry levemente picante e acompanha arroz. É um prato vendido em restaurantes populares ou preparado em casa.

Gyudon – é uma tigela de arroz coberta com carne bovina e cebolas cozidas em molho levemente adocicado feito de dashi, shoyu e mirim (saquê de cozinha). O molho lembra o de yakissoba. No Japão, existem franquias de restaurantes populares que costumam ficar lotados nos almoços e jantares especializados em gyudon.

 

Sakagura Gyudon (foto: divulgação)

Sakagura Gyudon (foto: divulgação)

 

 Sobre o Sakagura A1

O Sakagura A1 revela uma nova faceta do renomado chef Shin Koike. Conhecido por suas criações sofisticadas, Shin propõe uma “culinária democrática”:  comida japonesa caseira, com uso de ingredientes sem preconceito para agradar ao paladar ocidental.

No subsolo, fica o sushibar com clima intimista. É comandado pelo sushiman japonês Katsuhiro Kobayashi, que desembarcou diretamente de Sapporo (Japão) especialmente para trabalhar no novo A1. O confortável balcão de sushi com 15 lugares é uma das atrações da casa. Nas paredes, estão transcritos trechos de poemas em japonês.

O artista plástico e diretor de arte Akira Goto criou uma decoração retrô, que remete ao início do século 20, quando o Japão estava se abrindo para as influências ocidentais. Sakagura significa adega. Entre os diversos tipos de bebida que a casa oferece, destaque para a carta de saquê premium. Detalhe, a adega faz parte da decoração, nas paredes da escadaria que dá acesso ao sushibar.

 

 

 

Serviço

“Comida de Rua” do Sakagura A1 

Rua Jerônimo da Veiga, 74 – Itaim Bibi – São Paulo – SP

Tel. (11) 3078-3883

NOVO HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO

ALMOÇO: Terça, quarta, quinta e sexta, das 12h às 15h; sábados e feriados: 12h30 às 16h.

JANTAR: Terça, quarta e quinta-feira, das 18h30 às 23h30; sexta, sábado e feriados, das 18h30 as 0h; Domingo: aberto das 12h30 às 22h (sem intervalo). SEGUNDA (fechado).

Aceita todos os cartões.

Serviço de Vallet: R$20

 

Redação

Redação

nippak@nippak.com.br
Redação

Últimos posts por Redação (exibir todos)

Related Post

COMUNIDADE: Coletivo Oriente-se busca patrocinador... O Coletivo Oriente-se, grupo formado por cerca de 200 atores com ascendência oriental, lançou, no último dia 31, no B_arco Centro Cultural, em Pinheir...
SILVIA IN TOKYO: AMAZON FAZ ENTREGA DE MONGES OS SERVIÇOS DOS MONGES CUSTAM A PARTIR DE ¥ 20 MIL   Serviços de monges a partir de ¥ 20 mil. Foto: KAI-YOU.net   A agência de ev...
MIL TSURUS: EVENTO UNE EXPOSIÇÃO DE ORIGAMIS E MÚS... Retornando de suas recentes exposições em Miami, Barcelona, Porto, Cascais e Liechtenstein, e antes das obras irem a público em Viena, Henrique Vieira...
Japão tem homenagens para lembrar um ano de tsunam... No Japão, o domingo (11) foi marcado pelas cerimônias em homenagem às vítimas do terremoto seguido de tsunami, que devastou cidades, deixou 16 mil mor...

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *