GOLFE: Lucas Park e Lauren Grinberg vencem o Aberto do Arujá

Lucas Park, de Paradise, de 16 anos, e Lauren Grinberg, do Lago Azul, a número 1 do Brasil, foram os campeões do 41º Aberto Masculino e Feminino do Arujá Golf Club – Honda Open 2017, encerrado neste domingo, 24, em Arujá (SP). Pelo segundo ano consecutivo, o torneio valeu pontos para os Ranking Mundial Amador de Golfe (WAGR), além de contar para o ranking nacional adulto masculino, e para os rankings paulistas scratch adulto, masculino e feminino.

 

Daniel Ishi, Lucas Park e Thomas Choi. Fotos: Ricardo Fonseca/F2 Comunicação

 

“Entrei para o ranking mundial no ano passado, ao vencer aqui, e este ano consegui mais uma importante conquista”, disse Lucas, atual, que venceu com 211 (67-72-72) tacadas, cinco abaixo do par e sete de vantagem sobre os adversários. Campeão brasileiro juvenil e número 5 do ranking nacional adulto, Lucas se prepara agora para defender o Brasil nos Jogos Sul-americanos da Juventude, no Chile.

 

Lucas Park

 

Com Lucas disparado na frente, a maior emoção ficou pela disputa pelo vice-campeonato. O carioca Daniel Kenji Ishii, do Itanhangá, e o juvenil paulista Thomas Choi, do São Paulo GC, que começaram o dia empatados em segundo, duelaram pela posição até os buracos finais. O eagle no 17, seu segundo da semana, deu a Ishii, número 3 do Brasil, o vice-campeonato, com 218 (68-79-71) tacadas, duas acima do par, e fez dele o único jogador com duas voltas abaixo do par na semana, Choi terminou em terceiro, com 221 (73-74-74). O gaúcho Herik Machado, do Belém Novo, chegou ao tee do 1 disposto a recuperar as 11 tacadas que o separavam do líder, mas depois de birdies no 1 e no 3, sua reação parou. Ele fez uma sequência de sete bogeys em dez buracos, a partir do 7, para terminar em quarto, com 226 (77-73-76).

 

Lucas comemora vitória no Arujá

 

Destaques – Marcos Negrini, do Damha, número 5 do Brasil, não teve uma boa semana e terminou em quinto, com 228 (77-75-76). O gaúcho Andrey Xavier, do Belém Novo, fez um torneio de recuperação para ser o sexto, com 231 (79-79-73), seguido por Fernando Augusto Silva, da Academia GolfRange Campinas, que não se recuperou de um triplo bogey-8, no buraco 3 na volta final, e terminou em sétimo, com 233 (75-77-80).

Completaram os Top 10 Filipe Rossi, do São Paulo GC, com 234 (75-81-78); Ramon Silva, revelação do Arujá, com 235 (83-78-74) e Alex Kawaharada, ex Arujá, hoje no Imperial, que voltou a competir após longo ausência, com 236 (75-82-79).

 

Index Masculino Até 8,5: Marcos Park, Ricardo Costa Pinto e Alex Kawaharada

 

Handicaps – Na classificação por handicaps índex até 8,5, o campeão foi Ricardo Costa Pinto, da Associação Esportiva São José, com 215 (74-71-70). Marcos Park, de 13 anos, do Paradise, o mais jovem jogador scratch da história do Aberto do Arujá, ficou em segundo, com 218 (73-73-72), no desempate (melhores 36 buracos finais), com Alex Kawaharada, que também somou 218 (69-76-73) e levou o troféu de terceiro lugar.

 

Index Masculino 8,6 a 14,0: Arnaldo Pfaff e Walter
Calegari.

 

Na 8,6 a 14, vitória de Walter Calegari, do Arujá, com 131 (67-64), seguido por Arnaldo Pfaff, do Paradise, com 137 (70-67), no desempate com Laercio Suguimoto, do Lago Azul, terceiro com 137 (64-73). E na 14,1 a 19,4, o campeão foi Carlos Eduardo Nunes, com 135 (67-68), no desempate com Rodrigo Tanno, de Bastos, que somou 135 (65-70). Jose Trude, de São Vicente, ficou em terceiro, com 136 (67-69).

 

Index Masculino 14,1 a 19,4: Rodrigo Tanno, Carlos Nunes e Jose Trude da Conceição.

 

Feminino – Entre as mulheres, com o recorde de 34 jogadoras, Lauren Grinberg, do Lago Azul, a número 1 do Brasil, venceu de ponta a ponta, com 149 (74-75) tacadas, seguida por duas jogadoras do Arujá: Samire Oliveira, com 161 (79-82) e Carla Ziliotto, com 163 (81-82). Fernanda Lacaz, do São Fernando, ficou em quarto, com 165 (83-82), seguida por três jogadoras empatadas em quinto, com 174: Sueli Miyuki Horii, do Paradise (83-91), Jessica Silva, do Paradise (91-83) e Elisabeth Tatsumi, do Arujá (93-81).

 

Lauren Grinberg

 

 

Scratch Feminino Carla Ziliotto, Lauren Grinberg e Samire Oliveira

 

Nas classificações femininas por handicap, Elisabeth Tatsumi, do Arujá, venceu na até 16, com 140 (76-64) tacadas, seguida por Lidia Tsuru, de Bastos, com 150 (79-71) e por Kyoung Aie Kim, de Campinas, com 150 (75-75). Na 16,1 a 25,7, Helena Zoriki, do Arujá, foi a campeã, com 140 (73-67), no desempate com sua companheira de clube Sayuri Mori, vice, com 140 (69-71). Yuriko Wakimoto, também do Arujá, ficou em terceiro, com 141 (73-68).

 

Index Feminino 0 a 16: Lidia Tsuru, Elisabeth Tatsumi e Eliane Kyoung Aie Kim

 

Holes-in-one – Ninguém conseguiu ganhar os prêmios para hole-in-one oferecidos em todos os buracos de par 3 do campo. A Honda, patrocinadora Máster do Aberto do Arujá, dava um carro Civic Touring, no buraco 2, e uma moto Africa Twin, no 16; a ANA/United, co-patrocinadora, uma passagem de ida e volta ao Japão, em classe Executiva, no buraco 8; a Bahia Golf Car, um cart, no buraco 13; e a Via Eletrika ainda oferecia um Triciclo Elétrico no caso de um segundo hole-in-one em qualquer um desses quatro buracos.

 

Index Feminino16,1 a 25: Sayuri Mori, Helena Zoriki e Yuriko Wakimoto

 

No final, a ANA (All Nippon Airlines) e a United Airlines, surpreenderam a todos dando a passagem ao Japão para ser sorteada entre os jogadores. A ganhadora foi Yuriko Wakimoto, do Arujá. A longa lista de sorteios incluiu ainda um pacote para Comandatuba, da Golf Travel, e estadias nos Sofitel Guarujá e Rio de Janeiro. A festa de encerramento foi o ponto alto da parte social do Aberto do Arujá, que ofereceu nos dois dias café da manhã, Open Bar com drinks e chopp, petiscos, temakis, degustação de cachaças e sucos, e música ao vivo, além de um churrasco no domingo.

 

Lauren Grinberg

 

Os prêmios foram entregues por Mario Numada, presidente do Arujá; vereador Gabriel Santos, ex-caddie, que representou o prefeito; Antônio Padula, presidente da Federação Paulista de Golfe; Akio Ukon, presidente do Conselho Deliberativo do clube; João Carlos Ziliotto e Stela Miyagi, capitães; Otávio Mizikami, diretor Executivo da Honda; Guilherme dal Secco, da United; e Hironori Yamamoto, da ANA.

 

Arujá Golf Club

 

Patrocinadores – O 41º Aberto Masculino e Feminino do Arujá Golf Clube – Honda Open 2017 teve patrocínio Master da Honda, copatrocínio da ANA/United e apoio da Embrase Segurança e Serviços.

 

Homenagem a Miyoko Higashi

 

Os demais apoiadores foram Sompo Seguros, Kawasaki, Água Kangen, NGT-NTK, Panasonic, Camp, RB, Midori Auto Leather, Golf Travel, SKN, KiSabor, Hoss, LG, Japex Komatsu, CYH, Via Eletrika, Sonda, Plenitude, Bahia Golf Car, Club Car, Rojas e Siqueira, Diamante, Steak Store, VPJ, Sofitel e Royal Prestiges. A realização e a organização foram do Arujá Golf Clube, Studium Produções e Federação Paulista de Golfe, com supervisão da Confederação Brasileira de Golfe e Ranking Mundial Amador de Golfe (WAGR).

 

 

(Fonte: Federação Paulista de Golfe)

 

 

Related Post

FUTEBOL: Escolinha do Inter no Japão será inaugura...   A primeira escolinha de futebol do Internacional de Porto Alegre no Japão já tem data para entrar em funcionamento. A “The Red Academy – S.C...
NIPPAK PESCA: É dia de sol … então boraaaa ...   Quem está localizado no alto da serra da Cantareira ou nos arredores - zona norte da cidade de São Paulo – tem bem próximo um local de fácil a...
NIPPAK PESCA: Como escolher sua vara de pesca! Com a grande variedade de produtos oferecido nas lojas, é difícil escolher qual o melhor custo benefício neste item. Mas tem alguns detalhes que podem...
BEISEBOL: Marília fatura título da 24ª Taça Brasil... Com uma vitória por 4 a 3 sobre Pereira Barreto, a equipe de Marília sagrou-se campeã da 24ª Taça Brasil de Beisebol Interclubes Infantil 2016, compet...

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *