HAICAI BRASILEIRO

 

O Jornal Nippak publica aqui os haicais enviados pelos leitores. Haicai é um tipo de poema que se originou no Japão. Seu maior expoente é Matsuo Bashô (1644-1694). O haicai caracteriza-se por descrever, de forma breve e objetiva, aspectos da natureza (inclusive a humana) ligados à passagem das estações. Hoje, no mundo inteiro, pessoas de todas as idades e formações escrevem haicais em suas línguas, atestando a universalidade dessa forma de expressão.

 

TEMAS DE NOVEMBRO:  Gato enamorado – Buganvília – Finados

 

 

 

Do alto do muro

Buganvília majestosa –

Crepúsculo da tarde!

Akiko Koike – Jundiaí, SP

 

Dia de Finados –

O olhar sério de meu pai

já mais desbotado

Alvaro Posselt – Curitiba, PR

 

Alta madrugada –

Os gatos enamorados

provocam latidos

Alvaro Posselt – Curitiba, PR

 

Dia de Finados –

Cheiro de flores e velas

ao final da tarde.

Alvaro Posselt – Curitiba, PR

 

Deixo o cemitério

E todos os meus amigos –

Dia de Finados

Carlos Viegas – Brasília, DF

 

Meu aniversário –

Mesa toda decorada

Buganvília em flor

Danita Cotrim – São Paulo, SP

 

Portal da fazenda

Cascata de buganvílias

saudam visitantes!

Irene M. Fuke – São Paulo, SP

 

Entre casarões

Floresce a buganvília

No portão de arco.

Izumi Fujiki – São Paulo, SP

 

Dia de Finados.

Formigas carregam

pétalas que caem.

Jorge Lescano – São Paulo, SP

 

Madrugada insone –

Empenhado na conquista

gato enamorado.

Madô Martins – Santos, SP

 

Nas mãos do ancião

As flores que ela gostava –

Dia de Finados.

Mahelen Madureira – Santos, SP

 

Gato enamorado –

Sob o encanto da lua cheia

faz corte à sua amada.

Mario Isao Otsuka – São Paulo, SP

 

Gato enamorado –

o vizinho rabugento

prepara estilingues

Neide Rocha Portugal – Bandeirantes, PR

 

A flor do jardim

agora em frente ao retrato –

Dia de Finados.

Neide Rocha Portugal – Bandeirantes, PR

 

Gritos na noite

Das janelas aos telhados

Gato enamorado.

Rodrigo Vieira Ribeiro – Ipatinga, MG

 

Dia de Finados –

torres de pedra comportam

as fotografias

Suzana Lyra Strapasson – Curitiba, PR

 

Aroma suave

Resplandece nos ares

Buganvília do muro.

Yone – São Paulo, SP

 

Dia de Finados

Minha avó está tão jovem

Na foto da lápide.

Zekan Fernandes – São Paulo, SP

 

 

 

Temas de dezembro (postar até 10 de novembro)

Lambari – Jaca – Vestibular

 

Temas de janeiro (postar até 10 de dezembro)

Dama-da-noite – Tatu – Sorvete

 

Dama-da-noite (tema de janeiro)

Arbusto com 1,5 a 3 m de altura, de inflorescências numerosas, que carregam flores tubulares e creme-esverdeadas, exalando um intenso perfume à noite. Seu cheiro pode incomodar os olfatos mais sensíveis, e até provocar alergias, razão pela qual não se recomenda o plantio próximo a dormitórios. Também conhecida por rainha-da-noite ou jasmim-da-noite. Não esquecemos que dama-da-noite é um eufemismo para identificar as prostitutas, em especial aquelas que trabalham à noite, em cabarés ou nas vias públicas, sempre caracterizadas de forma exuberante, com o intuito de atrair a atenção de sua clientela.

 

Sala de espera

Pela porta entreaberta

A dama-da-noite.

(Teruko Oda)

 

 

Envie seus haicais (no máximo três de cada tema sugerido) digitados ou em letra legível, com nome (mesmo quando preferir o uso de pseudônimo), endereço e RG.

Cada pessoa pode participar com apenas uma identidade.

A seleção dos trabalhos é feita pelos haicaístas Edson Kenji Iura e Francisco Handa.

 

Envie suas cartas para:

Haicai Brasileiro

A/C Jornal Nippak

Rua da Glória, 332

CEP 01510-000

São Paulo-SP

E-mail: jornaldonikkey@yahoo.com.br

Cc. ashiguti@uol.com.br

 

Edson Kenji Iura

 

 

 

 

Redação

Redação

nippak@nippak.com.br
Redação

Últimos posts por Redação (exibir todos)

Related Post

CULTURA: 36º Tanabata Matsuri espera 100 mil visit...   A Associação Cultural e Assistencial da Liberdade (Acal) realiza neste fim de semana (19 e 20), na Praça da Liberdade, em São Paulo, a 36ª e...
AKIRA SAITO: MELHOR QUE ONTEM “As desculpas lhe servem apenas para manter o estado atual: O de Comodismo”     A busca constante pela perfeição nos traz sempre a be...
JOJOSCOPE: Oriente-se: ampliando fronteiras     A Pós-Graduação de História da Arte da Unifesp e o  Grupo Outros Orientes realizam o 1º Encontro de Pesquisadores de Arte Orie...
ARTIGO: E o Fujimori, esquecemos dele? Engenheiro Agrônomo, com cursos nos EUA. 77 anos. Com saúde precária, sofreu cirurgia quatro vezes por lesão cancerígena na língua. Preso desde 2007, ...

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *