HAICAI BRASILEIRO

Jornal Nippak publica aqui os haicais enviados pelos leitores. Haicai é um tipo de poema que se originou no Japão. Seu maior expoente é Matsuo Bashô (1644-1694). O haicai caracteriza-se por descrever, de forma breve e objetiva, aspectos da natureza (inclusive a humana) ligados à passagem das estações. Hoje, no mundo inteiro, pessoas de todas as idades e formações escrevem haicais em suas línguas, atestando a universalidade dessa forma de expressão.

Envie seus haicais (no máximo três de cada tema sugerido) digitados ou em letra legível, com nome (mesmo quando preferir o uso de pseudônimo), endereço e RG.

Cada pessoa pode participar com apenas uma identidade.

A seleção dos trabalhos é feita pelos haicaístas Edson Kenji Iura Francisco Handa.

Envie suas cartas para:

Haicai Brasileiro

A/C Jornal Nippak

Rua da Glória, 332

CEP 01510-000 São Paulo-SP

E-mail: jornaldonikkey@yahoo.com.br

Cc. ashiguti@uol.com.br

 

 


 

TEMAS DE SETEMBRO

 

resized_HAICAI SET

 

 

Setembro – Dente-de-leão – Queimada

 

Dente-de-leão

desfaz-se ao toque das mãos…

flocos pelos ares.

Benedita Azevedo | Magé, RJ

 

quando entra setembro

as primeiras poucas chuvas

na terra ainda seca

Carlos Viegas | Brasília, DF

 

Lavrador espera

Por colheita promissora

após a queimada!

Clara Sznifer | Santos, SP

 

Vestido da moça

ondula ao vento onde baila

Dente-de-leão.

Danita Cotrim | São Paulo, SP

 

desfaz-se o sonho

ao leve sopro do vento

dente-de-leão

Elisa Campos | São Paulo, SP

 

À noite, um cheiro,

assusta o agricultor…

Queimada na certa!

Guin Ga Eden | Niterói, RJ

 

Ah! Ouve-se ao longe

o crepitar da queimada…

Pássaros em fuga.

Iraí Verdan | Magé, RJ

 

Haicai em júbilo –

a natureza pródiga

do mês de setembro!

Irene M. Fuke | São Paulo, SP

 

o vento não vem

segue o dente-de-leão

entre muros altos

José Marins | Curitiba, PR

 

Intensa fumaça

cobre o céu da fazenda –

Tempo de queimada.

Mahelen Madureira | Santos, SP

 

No meio da grama

a mostrar cor amarela –

Dente-de-leão.

Mario Isao Otsuka | São Paulo, SP

 

Setembro sem cor.

Mesmo assim Deus me permite

saber de um netinho

Neide Rocha Portugal | Bandeirantes, PR

 

de cabeça baixa

o boia-fria retorna…

queimada avança

Regina Alonso | Santos, SP

 

Já entrou setembro.

Flores germinam em cores

nos canteiros verdes

Regina Coeli Nunes | Magé, RJ

 

aves em revoada

salta na borda da mata –

outra queimada

Se-Gyn | Goiânia, GO

 

Múltiplas as cores

Nos jardins da minha terra –

Ao sol de setembro

Seishin | São Roque, SP

 

Flores amarelas

Dente-de-leão do quintal

Floresce em etapas.

Yone | São Paulo, SP

 

Um depois do outro

flocos de dente de leão

ao sabor do vento.

Zekan Fernandes | São Paulo, SP

 

 

 

 

Temas de outubro (postar até 10 de setembro)

Dia do professor – Araucária – Beija-flor

Dia do professor (tema para outubro)

 

Esta comemoração originou-se em 1947, da iniciativa de professores paulistas que tiveram a ideia de homenagear seus pares. A escolha do dia 15 de outubro baseou-se na data do decreto de 1827, assinado pelo imperador Pedro I, que estabeleceu o ensino público elementar no Brasil. Do período da infância, todos têm histórias saudosas a contar sobre seus professores. Enquanto as crianças pequenas enxergam no mestre uma autoridade similar à dos pais, as maiores e mais atrevidas divertem-se, tanto quanto podem, em ludibriar e zombar dos professores desatentos. Há sociedades onde os professores são profissionais amplamente respeitados e valorizados, escolhidos entre os melhores egressos das universidades. Não parece ser o caso de nosso país, onde a antiga elitização do ofício de mestre deu lugar ao progressivo aviltamento das condições de trabalho e remuneração.

 

Para a minha filha

que leciona em três escolas:

Dia do professor.

Yukiyoshi Ushida

 

 

Temas de novembro (postar até 10 de outubro)

Feira do verde – Tico-tico – Névoa

 [Artigo de Edson Kenji Iura]

 

 

 

Related Post

COOKIN’ NANTA : Espetáculo sul-coreano combina rit...   A inusitada combinação entre ritmo, acrobacias e culinária transformou o espetáculo Cookin’ Nanta no maior sucesso da história do entretenim...
MÚSICA: 30º Brasileirão deve reunir cerca de 800 c... A Abrac – Associação Brasileira de Canção (Abrac) realiza nesta sexta, sábado e domingo (17, 18 e 19), na Acema (Associação Cultural e Esportiva de Ma...
LITERATURA: NO CAMINHO DE SHIKOKU   'O livro é uma contribuição para a comunidade, diz Paulo Kaneko   O Museu Histórico da Imigração Japonesa no Brasil, localizado no no...
Bunkyo homenageia e é homenageado nos 104 Anos da ... No quarto ano do novo Centenário da Imigração Japonesa no Brasil – expressão usada por Kokei Uehara, professor e eterno presidente do Colegiado Admini...

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *