HAICAI BRASILEIRO

Jornal Nippak publica aqui os haicais enviados pelos leitores. Haicai é um tipo de poema que se originou no Japão. Seu maior expoente é Matsuo Bashô (1644-1694). O haicai caracteriza-se por descrever, de forma breve e objetiva, aspectos da natureza (inclusive a humana) ligados à passagem das estações. Hoje, no mundo inteiro, pessoas de todas as idades e formações escrevem haicais em suas línguas, atestando a universalidade dessa forma de expressão.

Envie seus haicais (no máximo três de cada tema sugerido) digitados ou em letra legível, com nome (mesmo quando preferir o uso de pseudônimo), endereço e RG.

Cada pessoa pode participar com apenas uma identidade.

A seleção dos trabalhos é feita pelos haicaístas Edson Kenji Iura Francisco Handa.

Envie suas cartas para:

Haicai Brasileiro

A/C Jornal Nippak

Rua da Glória, 332

CEP 01510-000 São Paulo-SP

E-mail: jornaldonikkey@yahoo.com.br

Cc. ashiguti@uol.com.br


Haicai como experiência (6)

 

Nenhuma tradução é suficientemente definitiva em substituição à palavra original. Trata-se no caso de uma língua para outra. Mas como tradução posso também referir-me à composição de haicai. O haicai é a tradução dos fenômenos da natureza em transformação através da sensibilidade do haicaísta. Isso não quer dizer que a tradução tenha que ser literal. Se fosse, deixaria de ser tradução, seria a coisa em si.

Assim posto, o haicai como tradução é o olhar diferenciado do haicaísta e sua carga de subjetividade. Este olhar subjetivo (sempre será assim) direciona-se, no entanto, para o fenômeno se manifestando. Justamente se refere à experiência do momento em que todos os sentidos do corpo e também a mente agem de uma forma a organizar um acontecimento. Pode ser visual e mental, olfativo e mental, tátil e mental, auditivo e mental, gustativo e mental. Se a mente participa, de alguma forma, neste processo de captação do instante a interferência pode ser grande ou pequena. Ao deixar que a mente predomine, a sensação perde importância. Torna-se total subjetivação. Um equilíbrio entre as partes seria mais apropriado.

 

FRANCISCO HANDA

FRANCISCO HANDA

chicohanda@yahoo.com.br
FRANCISCO HANDA

Últimos posts por FRANCISCO HANDA (exibir todos)


    TEMAS DE MARÇO

    resized_haicai mar

    Dia de Outono – Orquídea – Malhação de Judas

     

     

    Trapos espalhados

    em toda extensão da praia…

    Malhação de Judas.

    Benedita Azevedo

    Magé, RJ

     

    com este vento

    cairão todas as folhas?

    dia de outono

    Carlos Viegas

    Brasília, DF

     

    seguem pela rua

    adultos e seus bonecos

    malhação de Judas

    Carlos Viegas

    Brasília, DF

     

    Como pode ser?

    Bem no miolo da orquidea,

    mulher em miniatura.

    Cristiane Kovacs Cardoso

    São Paulo, SP

     

    Feriado na cidade.

    Somentes as nuvens se movem

    Dia de outono.

    Danita Cotrim

    São Paulo, SP

     

    Boneco intacto –

    A molecada se compadece

    Na Malhação de Judas

    Elisa Campos

    São Paulo, SP

     

    Ninguém na praça

    Nem mesmo os pássaros

    Dia de outono

    Elisa Campos

    São Paulo, SP

     

    Malhação de Judas…

    Os bonecos pendurados

    lembram os políticos…

    Iraí Verdan

    Magé, RJ

     

    árvores do bairro –

    orquídeas presas nos troncos

    floridas enfim

    José Marins

    Curitiba, PR

     

    Manhã agitada –

    Molecada se diverte

    malhando o Judas.

    Mahelen Madureira

    Santos, SP

    Nos bancos da praça

    batem papo os velhinhos –

    Dia de outono.

    Mahelen Madureira

    Santos, SP

     

    Árvores de rua –

    Só restam do falecido

    estas orquídeas

    Monica Martinez

    Granja Viana, SP

    Cidade turística.

    Ante a malhação de Judas

    não me senti bem

    Neide Rocha Portugal

    Bandeirantes, PR

     

    nas horas que passam

    estico a caminhada –

    ai, dia de outono…

    Regina Alonso

    Santos, SP

     

    malhação de Judas –

    um grupo de arruaceiros

    sem conhecer o perdão

    Rose Mendes

    Ilhabela, SP

    malhação de Judas

    misto de raiva e de riso

    na cidadezinha

    Seishin

    São Roque, SP

    Bonecos com caras

    Simbolizam traição

    Na malhação de Judas.

    Yone

    São Paulo, SP

     

    Malhação de Judas…

    Todo mundo quer socar

    o velho político.

    Zekan Fernandes

    São Paulo, SP

     

     

    Temas de maio (postar até 10 de abril)

    Céu azul profundo – Fruta-de-conde – Capivara

    Temas de junho (postar até 10 de maio)

    Vento cortante – Paina – Correio elegante

     

     

    FRANCISCO HANDA

    FRANCISCO HANDA

    chicohanda@yahoo.com.br
    FRANCISCO HANDA

    Últimos posts por FRANCISCO HANDA (exibir todos)

       

       

       

       

       

      Related Post

      POLITICA: ‘Fui eleito pelo PR, mas represento toda... A exemplo do Estado de São Paulo, o Paraná – região onde se concentra a segunda maior comunidade nipo-brasileira do país – também contará com dois rep...
      NISHIKIGOI: 34ª Exposição Brasileira deve reunir c... A Associação Brasileira de Nishikigoi realiza nos dias 16 e 17 de maio, no Parque Dr. Fernando Costa (zona Oeste de São Paulo), a 34ª edição da Exposi...
      TÊNIS DE MESA: Circuito Fedeesp Butterfly revoluci...   Com a realização da sua quinta e última etapa, no último dia 13, na Acenbo (Associação Cultural e Esportiva Nipo-Brasileira de Osasco), com ...
      ESPECIAL: Festival do Japão oferece uma viagem gas... Responsável pelo surgimento do Festival do Japão, que este ano chega a sua 18ª edição nesta sexta, sábado e domingo (dias 24, 25 e 26), no São Paulo E...

      Faça seu comentário

      O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *