HAICAI BRASILEIRO

Jornal Nippak publica aqui os haicais enviados pelos leitores. Haicai é um tipo de poema que se originou no Japão. Seu maior expoente é Matsuo Bashô (1644-1694). O haicai caracteriza-se por descrever, de forma breve e objetiva, aspectos da natureza (inclusive a humana) ligados à passagem das estações. Hoje, no mundo inteiro, pessoas de todas as idades e formações escrevem haicais em suas línguas, atestando a universalidade dessa forma de expressão.

Envie seus haicais (no máximo três de cada tema sugerido) digitados ou em letra legível, com nome (mesmo quando preferir o uso de pseudônimo), endereço e RG.

Cada pessoa pode participar com apenas uma identidade.

A seleção dos trabalhos é feita pelos haicaístas Edson Kenji Iura Francisco Handa.

Envie suas cartas para:

Haicai Brasileiro

A/C Jornal Nippak

Rua da Glória, 332

CEP 01510-000 São Paulo-SP

E-mail: jornaldonikkey@yahoo.com.br

Cc. ashiguti@uol.com.br


resized_capa-olhosdeneblinaAs estações em novo livro

 

O pequeno grupo de cinco participantes do Grêmio de Haiku Pitangas Urbanas originou-se no Templo Zen-budista Busshinji de São Paulo. Uma brochura com 35 haicais, cada um baseado em um kigo (termo que denota a estação do ano) comemora o primeiro aniversário de sua fundação.

Para o seu líder, monge Jishô Handa, melhor conhecido por Francisco Handa pelos leitores desta coluna, a natureza não é algo distante de nós, mas está presente em nosso próprio meio, com todas as suas contradições, como o ar de primavera, que não é puro mas tem as características de uma cidade que respira os ares do mundo.

Olhos de Neblina é o nome do livro, que tem 52 páginas e formato 11 x 16 cm e não tem distribuição prevista em livrarias. Para obter uma cópia, entrar em contato com o grupo através do email pitangasurbanas@gmail.com.

 

 


TEMAS DE MAIO

resized_haicai

Céu azul profundo – Fruta-de-conde – Capivara

 

Olha a capivara!

O alvoroço das crianças

no jardim zoológico.

Benedita Azevedo

Magé, RJ

 

céu azul profundo

sobre o vazio do cerrado

sequer uma nuvem

Carlos Viegas

Brasília, DF

 

Na borda do rio

Garrafas pneus sofás…

Uma capivara!

Cristiane Kovacs Cardoso

São Paulo, SP

 

Pela ciclovia

passeiam capivaras.

Trânsito parado.

Danita Cotrim

São Paulo, SP

 

Lavoura arrasada –

capivaras se fartando

de couves e alfaces

Franklin Magalhães

Goiânia, GO

 

Tantas sementinhas

Netinho perde-se na soma –

frutas-de-conde!

Irene M. Fuke

São Paulo, SP

 

feira de manhã

adquiro as frutas-do-conde

pensando na esposa

José Marins

Curitiba, PR

 

Barigui de tarde

as capivaras também

posam para fotos

José Marins

Curitiba, PR

 

A perder de vista –

Em meio ao canavial

Céu azul profundo

João Toloi

Guarulhos, SP

 

Na beira do rio

lindas mansões com piscinas –

Banho de capivaras.

Mario Isao Otsuka

São Paulo, SP

 

Tão velha esta árvore…

Tão velhas estas mãos que colhem

as frutas-de-conde.

Mahelen Madureira

Santos, SP

 

Pedra ou capivara

no capinzal da lagoa  

risada dos netos

Neide Rocha Portugal

Bandeirantes, PR

 

pra lá e pra cá

coitada da capivara

no meio da pista!

Rose Mendes

Ilhabela, SP

 

os sons de freada –

ignorando o semáforo

uma capivara!

Seishin

São Roque, SP

 

Céu azul profundo

na imensidão do mar

reflete a grandeza.

Sílvio Gargano Júnior

Batatais, SP

 

Arrozal devastado

Homem com as mãos na cabeça

Capivaras em festa.

Yone

São Paulo, SP

 

No quarto do enfermo

pelas frestas da janela

céu azul profundo.

Zekan Fernandes

São Paulo, SP

 

Vai cortando o rio

o focinho fora d’água

de uma capivara.

Zekan Fernandes

São Paulo, SP

 

 

 

Temas de julho (postar até 10 de junho)

Jardim seco – Coruja – Vinho quente

Temas de agosto (postar até 10 de julho)

Praia de inverno – Morango – Gripe

 

 

 

[Artigo de Edson Kenji Iura]

 

 

Related Post

COOPERAÇÃO: PRESIDENTE DA JICA VISITA O PARÁ PARA ... O presidente da Jica (Agência de Cooperação Internacional do Japão), Shinichi Kitaoka, vem ao Pará para conhecer os projetos que estão sendo desenvolv...
KARAOKÊ: 11º Taikai da Associação Okinawa de SCS r... A Associação Okinawa de São Caetano do Sul realizou no dia 31 de janeiro, em sua sede, o seu 11º Karaokê Taikai. O evento contou com a participação de...
HAICAI BRASILEIRO O Jornal Nippak publica aqui os haicais enviados pelos leitores. Haicai é um tipo de poema que se originou no Japão. Seu maior expoente é Matsuo Bashô...
MINAS GERAIS / CINEMA: Espasmos do Medo – Terror A... Parte final da trilogia que revisitou filmes de terror das décadas de 70 e 80, a mostra Espasmos do Medo – Terror Anos 90 traz para o Cine Humberto Ma...

One Comment

  1. Franklin Magalhães says:

    Obrigado pela publicação de meu haiku, mas eu sou de Mesquita/RJ e não de Goiânia/GO. Um abraço.

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *